23/09/2020 às 18h04min - Atualizada em 23/09/2020 às 18h02min

Sport recebe o Corinthians na abertura da rodada do Brasileirão

Equipes buscam se consolidar no torneio após início ruim

Lucas de Almeida Andrade - labdicasjornalismo.com
Hernane marca gol de penalti no último confronto entre as equipes. Foto: Marcos Ribolli
Sport e Corinthians abrem a 12ª rodada do Campeonato Brasileiro em jogo isolado na noite desta quarta-feira (23). A partida será realizada na Ilha do Retiro e terá início às 21h30 (horário de Brasília). O confronto que seria originalmente disputado no próximo final de semana foi antecipado a pedido da Rede Globo. Ambas as equipes buscam se consolidar na tabela do torneio nacional após um início conturbado. O Leão está na 10ª posição com 14 pontos. Já o Timão tem 12 pontos e ocupa a 13ª colocação podendo ultrapassar o adversário na tabela em caso de vitória. A equipe de arbitragem será composta por Wilton Pereira Sampaio, auxiliado por Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Eduardo Gonçalves da Cruz e no Var teremos a presença de Eduardo Tomaz de Aquino Valadão.

SPORT

Após a chegada do técnico Jair Ventura, o Sport saiu da penúltima colocação no campeonato e agora está no meio da tabela. O Leão tem três vitórias e um empate nas últimas cinco rodadas. A expectativa da torcida fica por conta da presença de Thiago Neves, que será opção no banco de reservas pela primeira vez desde que acertou com a equipe.

Para o confronto desta noite a equipe do Recife terá os desfalques do lateral direito Raul e dos volantes Alê Santos e Ronaldo, que estão com problemas físicos. Outro desfalque será do atacante Marquinhos, que pertence ao Corinthians e não pode jogar devido cláusula contratual. Devido a estes problemas, o Sport deve fortalecer ainda mais a sua forma pragmática de jogar. O técnico Jair Ventura gosta de fechar os espaços na defesa e sair jogando com muita cautela sem criar muitas oportunidades de gol. Mesmo jogando em seu estádio não deverá haver mudança no estilo de jogo. Estilo este que consolidou a subida na tabela para o time recifense.

Provável Escalação: Luan Polli; Patric, Iago Maidana, Adryelson, Luciano Juba (Sander); Betinho, Ricardinho, Lucas Mugni; Rogério, Hernane, Leandro Barcia (Lucas Venuto). Técnico: Jair Ventura.
 
CORINTHIANS

O alvinegro paulista vai até o Recife também em busca de consolidação no torneio.  Após a queda do técnico Thiago Nunes, o Corinthians vem se afastando do estilo que ele tentou implementar sem sucesso. O técnico interino Coelho adotou um time mais objetivo e apostou em jogadores da base para dar maior consistência defensiva ao time. Lembrando que o time vem de um retrospecto de apenas duas vitórias nos últimos cinco jogos pelo torneio.

Para o confronto de hoje a equipe terá os desfalques de Araos, suspenso, e Boselli, que ainda se recupera de lesão. Em contrapartida, Gabriel, Luan e estão de volta ao time. O centroavante que havia sido punido pelo tribunal conseguiu um efeito suspensivo e deverá ir a campo. O técnico Coelho deve escalar uma formação parecida em relação à vitória sobre o Bahia na última rodada. Roni e Xavier, os jovens da base, devem ser titulares novamente. A intenção do técnico aos escala-los é melhorar o desempenho defensivo da equipe, já que o time não levou gols na competição apenas no empate contra o Grêmio e tem uma das piores defesas do Brasileirão.

Mesmo sem mostrar bom futebol durante todo o ano, o Corinthians surpreende ao ter o segundo melhor ataque da competição com 15 gols, atrás apenas do Atlético-MG. A busca pelo equilíbrio entre ataque e defesa é o grande desafio que o time tem pela frente.

Provável Escalação: Cássio, Fagner, Gil, Danilo Avelar, Lucas Piton; Xavier; Otero, Roni, Luan (Mateus Vital), Everaldo (Mateus Vital); Jô. Técnico interino: Dyego Coelho.
 
HISTÓRICO DE CONFRONTOS
 
As equipes já se enfrentaram ao todo 42 vezes e o confronto é bastante equilibrado. São 17 vitórias corintianas, 15 vitórias do Leão e 10 empates no total. A última vez que se enfrentaram foi em 2018 pelo Brasileirão e o Timão venceu em casa pelo placar de 2x1. Mas o maior confronto entre ambos foi na final da Copa do Brasil de 2008 quando o Sport se sagrou campeão. Após perder o primeiro jogo por 3x1 em São Paulo a equipe de Recife reverteu à desvantagem, fez 2x0 na Ilha do Retiro e levantou o troféu nacional.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »