07/04/2021 às 15h02min - Atualizada em 07/04/2021 às 15h43min

A barreira entre Britney Spears e a liberdade

Disponível no Brasil pelo Globoplay, documentário foca na disputa judicial entre a cantora e o pai

Thainá Souza - Editado por Alinne Morais
Reprodução FX

Marcando um novo capítulo da vida da cantora Britney Spears, o documentário Framing Britney Spears (que no Brasil recebeu o subtítulo "A vida de uma estrela"), produzido pela The New York Times Company e dirigindo por Samantha Stark, tem como ponto central a disputa jurídica pela tutela financeira e pessoal da cantora, entre ela mesma e o pai. O filme conta, de forma bem breve, o início da carreira, ascensão, o auge e o breakdown em 2007, ponto de partida para os acontecimentos mais polêmicos de sua vida.

 

Como uma espécie de ilustração do movimento #FreeBritney, o documentário contém uma série de depoimentos de pessoas que eram próximas da artista, que fizeram parte da equipe, fãs integrantes do movimento e, claro, paparazzi da época. Além disso, a montagem insere imagens de arquivos e reportagens.
 

Para aqueles que não tem nenhuma ligação com o mundo pop ou que nunca tenha se deparado com a hashtag pela internet, o movimento foi criado por fãs como forma de dar visibilidade ao processo de tutela e o descontentamento da cantora com os rumos tomados até então.
 

E no que isso implica? Desde de 2008, Jamie Spears, pai da cantora, tem total controle do patrimônio financeiro, além de controlar a vida pessoal da filha, como relacionamentos, contatos, tratamentos médicos e até os advogados representantes de Britney no processo. 
 

Outro ponto: em geral, pessoas sob tutela geralmente são idosos ou portadores de doenças ou distúrbios que os impedem de tomar conta de si mesmos. Algo que não se aplica a alguém que desde o início da tutela já lançou quatro álbuns e promoveu todos eles com videoclipes, entrevistas e turnês.



Com duração de 74 minutos, o filme é um convite a algumas reflexões sobre como a mídia escolhe tratar seus personagens de acordo com o gênero, o sensacionalismo e a desumanização no show business.


Britney Spears começou a carreira ainda criança no programa de televisão O Clube do Mickey. Com o passar do tempo, desde que explodiu com o seu primeiro álbum "...Baby One More Time", assumiu uma imagem cada vez mais sensual, talvez por pressão da mídia e da  indústria, e que não seria novidade para ninguém, já que o showbiz adora a imagem de mulheres jovens e hipersexualizadas.


Em algumas entrevistas dadas pela cantora, constam alguns trechos no filme, é visível o interesse das pessoas em saber mais sobre os relacionamentos e a intimidade da cantora do que sobre seu trabalho mais recente. Impressiona como uma sensação de liberdade para se questionar qualquer coisa sem a menor preocupação de parecer invasivo ou constrangedor.


Na época os tablóides estavam em alta e qualquer foto, seja fazendo compras ou passeando com os filhos, valia milhões de dólares, o que fez com que fosse impossível uma simples volta no quarteirão sem dar de cara com uma parede de paparazzi.


A reação a essa exploração midiática moldou uma imagem fantasiosa da cantora. Não havia nenhum tipo de questionamento ou preocupação com a pessoa Britney, apenas com a personalidade pública. Ver uma da cantora com um guarda-chuva na mão e expressão raivosa, ou ver que ela dirigia com um dos filhos no colo reforçou a ideia de péssima pessoa e mãe desnaturada.


Temos em nosso imaginário que artistas famosos e celebridades vivem num mundo cor-de-rosa e blindado onde não exista dor, medo, insegurança ou qualquer adversidade normal da vida cotidiana. 


Essa ideia, muito reforçada pela mídia, nos impede de enxergar tais pessoas com humanidade e empatia por cobrarmos de outros muito daquilo que não é concreto em nós e exigir uma perfeição inexistente em qualquer ser humano.


Framing Britney Spears cumpre o papel de levantar questões importantes e expor, de forma direta, motivos para que a decisão da tutela seja revogada e Britney retorne ao controle de sua própria vida.
 

 

 

https://www.youtube.com/watch?v=4V_GQSIE5Lk
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »