03/04/2021 às 21h34min - Atualizada em 03/04/2021 às 20h53min

Adulthood: A vida adulta em séries / filmes animados

Ingrid Brandt - Editado por Ana Terra
Adulthood é definição de vida adulta, quando o indivíduo alcança a maioridade. Simples né? Mas nos exemplos a seguir veremos que não é tão fácil assim. A vida requer responsabilidade não só consigo, mas para com o próximo. Todos os sacrifícios, exigências de um cotidiano conturbado e corrido exemplificados em séries / filmes para ilustrar a vida humana. As séries e filmes tem humor o bastante e cinismo para encobrir frustações, desilusões dando uma dosagem certeira as tramas sem parecer mórbidas.

E porque não começar por Bojack Horseman? Bojack é um dos personagens mais emblemáticos da Netflix, por possuir tantas camadas emocionais por decorrência do seu passado traumático. Bojack é um ator que vive o protagonista de uma sitcom famosa, mas que terminou no auge da fama e devido a isso o ator não conseguiu emplacar em nenhuma outra série de sucesso muito menos em filmes. Por conta do fracasso o ator passou a viver escondido em sua mansão, bebendo e fantasiando com as glórias do passado. Surge Daine uma escritora fantasma que o ajuda na biografia de seu livro. Devido ao aparecimento de Diane, pessoas do passado de Bojack começam a reaparecer em sua vida. Tanto Diane quanto aos devidos personagens são importantes na construção do caráter de Bojack e na sua redenção. A trama se desenvolve entre sucessos e fracassos que assim como eu, você já deva ter passado, ela ajuda a ver a vida adulta de maneira mais realista e a entender que fracassos também fazem parte da nossa trajetória. Isso não é pra ser visto de maneira negativa, com os erros aprendemos bem mais do que com acertos.

A série está disponível na Netflix e tem 6 temporadas. Para quem curti vídeos explicativos e que dissecam minuciosamente conteúdos de entretenimento, há um canal chamado Quadro em Branco no youtube. Nele, explica o vazio existencial de Bojack e faz alusões a outros personagens que enriquecem ainda mais sua teoria.
Aggretsuko outra excelente série. Retsuko é uma panda-vermelho que tem 25 anos e é funcionária de uma empresa no setor de contabilidade. Já viu o estresse né? Mas não se enganem a série é gostosa de assistir, pois mostra o dia a dia dela, os perrengues no trabalho, amores e vai por mim ela mostra tudo que nós sentimos de maneira leve, de forma sutil porém necessária. Os personagens são animais antropomórficos fofos, mas não se deixe levar pela aparência, pois cada um tem uma personalidade única. A partir de cada temporada a personagem só amadurece e vemos o crescimento dela como profissional e como adulta. É uma série simples, o que acho mais interessante é o subterfúgio de Retsuko. Ela canta death metal em um karaokê pra soltar toda sua raiva, isso mesmo death metal. E quando não tem karaokê canta no banheiro da firma, afinal quem nunca passou nervoso com o chefe?

Aggretsuko também faz parte do catálogo da Netflix e tem 3 temporadas. Não se sabe ao certo se terá uma quarta, porém do serviço de streaming podemos esperar de tudo basta apenas torce para sua renovação. Vale a pena conferir e tirar suas próprias conclusões e não deixe de comentar o que achou.
NHK ni Youkoso! A história de Tatsuhiro Satou um homem de 21 anos desempregado, que larga a faculdade acreditando fazer parte de uma conspiração. Vivendo em seu apartamento sendo sustentado pelos pais por medo do mundo lá fora. Satou conhece Misaki uma jovem de 17 anos que promete o ajudar a deixar de ser antissocial. Pouco depois descobre que seu vizinho Yamazaki Kaoru é um antigo amigo de escola e juntos passam a elaborar um jogo de videogame para maiores de idade. A série lida com questões sociais importantes nos dias de hoje como depressão, esquizofrenia entre outros transtornos dissociativos. Aos poucos Satou aprende a lidar com suas emoções e a ser reerguer novamente. Sua história parece boba pela descrição, mas é válido ressaltar que ela tenta mostrar a visão de uma pessoa depressiva, esquizofrênica tentando viver à medida do possível com todas as suas paranoias, confusões mentais e a distorção da realidade. A construção do personagem mostra sua vida afetada pelos seus transtornos e como ele lida com cada um deles.

Nenhum filme / série será capaz de dar todo o suporte necessário e nem será possível mostrar o que se passa na cabeça de cada pessoa com transtorno, porém uma visão não caricata ajuda a dar mais relevância sem zombar do assunto. Não posso deixar de citar que ela também é uma comédia então tem sim seus momentos de humor para equilibrar a trama.
 
Persépolis uma história em quadrinhos escrita por Marjane Satrapi e que ganhou filme em 2006. Conta a vida de sua própria autora, Marjane, uma menina iraniana de oito anos que sonha em ser profetisa. Tudo isso se desmorona quando o seu país é invadido e entra em guerra. Marjane se vê obrigada a deixar o país a pedido de seu pai, para morar na França. Recém refugiada precisa lidar com uma nova cultura, paixões adolescentes e conflitos internos. Podemos acompanhar a luta de uma mulher forte, que não se deixou levar pelas afrontas impostas por novos costumes exigidos em sua terra natal. A saudade da família, principalmente de sua querida avó, que era sua melhor amiga e suas conquistas ao longo do caminho. Mesmo em meio as decepções, Marjane se manteve de pé e é aprova de luta e resistência.
Only Yesterday ou Memórias de Ontem é um filme do estúdio Ghibli que retrata a vida de Taeko Okajima, uma mulher de 27 anos que trabalha em um escritório burocrático e que sempre desejou viajar para o campo, mas nunca pôde. Taeko viveu sua infância em Tokyo, cidade onde nasceu e cresceu e por não ter parentes no interior, sua família acabava passando as férias em casa. Esse filme já não aborda fantasia e sim os desejos de uma garotinha que até então, não tinha descoberto outros lugares. Ao crescer, Taeko finalmente realiza seu sonho e podemos ver sua satisfação e descoberta do novo. O incrível desta obra é poder ver que mesmo depois de adulta seu tão almejado sonho não morreu e que aquela garotinha ainda estava viva nela.

Referências:
AVILA, Gabriel. Aggretsuko 3° Temporada. Omelete, 2020. Disponível em: <https://www.omelete.com.br/netflix/criticas/aggretsuko-3a-temporada>. Acesso em: 3 de abril de 2021.
CARVALHO, Gabriel. Top 10 – As Melhores Séries Animadas Para Adultos. Plano Crítico, 2018. Disponível em: <https://www.planocritico.com/author/gabriel-carvalho/>. Acesso em: 3 de abril de 2021.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »