04/04/2021 às 22h07min - Atualizada em 04/04/2021 às 22h04min

Podcasts como uma nova forma de comunicação

2019 foi o ano dos podcasts

Ricardo Oliveira - Editado por Letícia Agata
Foto: Pixabay

O entretenimento é uma forma de conexão não convencional, principalmente em tempos de pandemia. Partindo da ideia de que o isolamento social é um momento de reinvenção, explica-se o porquê do aumento do consumo de podcasts. 

 

A fim de fugir do convencional, eles nos proporcionam uma experiência diferente dos vídeos que já estamos familiarizados, além da versatilidade de programas e possibilidade de realizar atividades enquanto ouvimos um episódio sem comprometer dados de internet, e escolhendo o momento certo para pausar e retomar, sem perder nada. 

 

Muito semelhante a um rádio, o formato existe desde 2004, mas começou a tomar gosto popular em 2019, ano em que foi nomeado “O ano dos podcasts”.

 

Como consequência da pandemia do COVID-19, diversos criadores viram nesse momento a oportunidade de investimento em projetos autorais, reforçando o protagonismo da comunicação, seja ela em qualquer forma.

 

Um estudo feito pela plataforma de streaming,Deezer”, entre os anos de 2018 e 2019, constatou que o consumo de podcasts cresceu cerca de 67% no Brasil, sendo que 5% dos ouvintes consomem mais de uma hora, o que explica o aumento na demanda de produções.

 

Para os próximos anos a tendência é que esses números aumentem, aprimorando a forma de produzir e consumir podcasts, tornando parte da rotina, seja para se informar ou apenas curtir um papo descontraído.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »