25/04/2021 às 08h33min - Atualizada em 25/04/2021 às 08h39min

Chadwick Boseman: Retrato de um Artista | Conta toda sua trajetória e contribuição para à sétima arte

O documentário ficará disponível por trinta dias no serviço de streaming Netflix

Mariana Tabatiano - Editado por Fernanda Simplicio
Fonte: Netflix / reprodução: Google
Produzido pelo serviço de streaming Netflix, o documentário está em cartaz desde sábado (17). O projeto, intitulado Chadwick Boseman: Portrait of an Artist (Chadwick Boseman: Retrato de um Artista), tem a duração de vinte e um minutos e ficará disponível por apenas trinta dias na plataforma. Dirigido pelo multiartista etíope-americano Awol Erizku, o curta homenageia a brilhante carreira do astro. Segundo a sinopse oficial da Netflix a produção promete um olhar íntimo sobre a arte incomparável do ator indicado ao Oscar e o processo de atuação que guiou as suas performances transformadoras.

Com a participação de grandes nomes como Viola Davis (Um Limite Entre Nós; Histórias Cruzadas), Spike Lee (Faça a Coisa Certa; Infiltrado no Klan), Denzel Washington (O Livro de Eli; Dia de Treinamento), George C. Wolfe (A Voz Suprema do Blues; A Vida Imortal de Henrietta Lacks), Branford Marsalis (Jogue a Mamãe do Trem; Vítimas de uma Paixão), Phylicia Rashad (Para Garotas de Cor; Creed: Nascido Para Lutar), que dividiram sets de filmagens com ele, dão depoimentos breves e emocinantes sobre a construção de uma representatividade social para a população afro-americana e nos levam aos bastidores para explorar o compromisso extraordinário de Boseman com o seu trabalho. O documentário pretende não só homenagear o astro, mas também mostrar toda sua contribuição à sétima arte. 



Chadwick Boseman está concorrendo ao Oscar 2021 de Melhor Ator pelo seu papel no filme da Netflix, A Voz Suprema do Blues. O ator já recebeu os prêmios póstumos por sua atuação no SAG Awards, Gotham Awards, Critics Choice Awards e Globo de Ouro.

Chadwick nasceu em 1976 no estado da Carolina do Sul, Estados Unidos, e começou sua carreira no audiovisual em 2003, com 27 anos, com uma ponta no seriado All My Children. Depois fez diversos curtas e outras pontas em séries como CSI: Investigação Criminal, Law & Order, ER: Plantão Médico. Em 2008 fez uma participação em seu primeiro filme, o longa No Limite – A História de Ernie Davis. Em 2013, conseguiu o papel principal em 42: A História de uma Lenda, onde viveu o jogador de baseball Jackie Robinson ao lado de grandes atores como Harrison Ford. Em 2016, Chadwick entrou para o Universo Cinematográfico Marvel como o então príncipe de Wakanda, T’Challa, o Pantera Negra, no UCM fez quatro filmes, incluindo o filme solo Pantera Negra, que conta a história do herói. Após uma longa batalha contra o câncer de cólon, Boseman morreu aos quarenta e três anos em agosto do ano passado.



REFERÊNCIAS:
GALVÃO PEDRO. Fate: Netflix lança documentário sobre Chadwick Boseman. ESTADO DE MINAS, 2021. Disponível em < https://www.tecmundo.com.br/cultura-geek/215488-netflix-divulga-trailer-documentario-chadwick-boseman.htm > Acesso em 18 de Abril de 2021.

FREIRE GABRIELA. Fate: Netflix divulga trailer de documentário sobre Chadwick Boseman.  TECMUNDO, 2021. Disponível em < 
https://www.tecmundo.com.br/cultura-geek/215488-netflix-divulga-trailer-documentario-chadwick-boseman.htm > Acesso em 18 de Abril de 2021.
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »