22/05/2021 às 21h58min - Atualizada em 22/05/2021 às 21h53min

A antologia animada ‘Love, Death & Robots’ vai agradar até mesmo quem não gosta de animação, por seu suspense e genialidade

Juliane Alvarenga - Editado por Ana Terra
Considerada o Black Mirror da animação, Love, Death & Robots neste mês de maio ganhou sua 2ª temporada na Netflix. Ela conta com oito episódios de curta duração, com mínimo de 6 e máximo de 18 minutos, tendo um com a participação especial de Michael B Jordan.

Estreada originalmente em 2019 na plataforma, é vencedora de dois Primetime Creative Arts Emmy Awards. Conta com a produção de David Fincher (Clube da Luta), Tim Miller (Deadpool), Jennifer Miller e Joshua Donen (Garota Exemplar).

Reprodução: Netflix

Reprodução: Netflix


Amor, morte e robôs se trata de uma antologia em volta destes três elementos, sem uma ordem exata e com episódios distintos. Imagina uma realidade futurista e apresenta uma narrativa bem construída, que contam com reviravoltas emocionantes. Cada episódio tem suas particularidades, que passam pelos gêneros de ficção científica, fantasia, terror e comédia.

Sem dúvida alguma um dos maiores destaques da produção são as animações, alguns episódios apostam em um design realista que remete a um jogo de vídeo game, enquanto outros têm características semelhantes a HQs e alguns mais parecidos com produções infantis. Neste contexto, os visuais realistas são de cair o queixo e no geral, a estética é impecável.

Se você gosta destes gêneros, mas não quer se prender por muito tempo, esta é a pedida ideal para você. Confere o trailer:
 


REFERÊNCIAS
RODRIGUES, Hiccaro. ‘Crítica | Love, Death &Robots’. ESTAÇÃO NERD, 2021. Disponível em: <https://estacaonerd.com/critica-love-death-robots-2a-temporada/>. Acesso em: 18/05/2021.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »