05/06/2019 às 07h29min - Atualizada em 05/06/2019 às 07h29min

Namoros e amizades virtuais

Jogos estão sendo a principal ponte para o surgimento dessas relações

Vitória Xavier - Editado por Bárbara Miranda
Antigamente, a amizade virtual era vista como um tabu, porém atualmente está sendo cada vez mais comum as pessoas preferirem se relacionar dessa maneira. “Acho que é mais fácil se abrir, dialogar e conhecer pessoas novas. Acaba sendo um refúgio para quem não consegue fazer amizades, por conta de uma auto estima baixa ou por ter outros problemas", comenta Eliana, de 22 anos.

Tal preferência está dando espaço para web namoros, que como o próprio nome já dá a entender, são namoros a distância que ocorrem através da internet.
 
Por meio de um formulário realizado foi possível perceber o quanto isso vem se tornando cada vez mais comum, 100% das pessoas afirmaram que costumam fazer amizades virtualmente, e entre elas a grande maioria apontou conhecer pessoas em situações de namoros virtuais, ou que elas próprias estão ou já estiveram em um.


FONTE: Pesquisa feita atrás do "Formulários Google"

Grande parte também apontou os jogos onlines como o principal meio para fazerem essas amizades. Eliana Farias é um dos casos de pessoas que começaram o seu namoro através de jogos, no caso dela foi o FPS Overwatch.




 
















FONTE: “Tseng e Berserk” - Apelido dos dois nos jogos. Foto: Arquivo pessoal.

"A gente se conheceu jogando, eu caí umas três vezes na mesma partida que ele e seus amigos, após isso, passei a jogar junto com o grupo e fui criando uma amizade, até hoje eu ainda converso com alguns. Com o meu namorado, a conversa foi fluindo bastante, passamos a conversar até pelo whatsapp, e no fim, acabamos namorando, mesmo sabendo da distância entre a gente.”

A distância é algo que atrapalha?

"Sim, um pouco. Por conta da saudade e a falta de ter alguém ao lado, mas dá pra conseguir manter um relacionamento, na base da confiança e tendo carinho um pelo outro, tanto é que já estamos a 2 anos juntos, visando terminar os nossos objetivos, como a faculdade e conseguir ter o nosso canto para morarmos juntos."

Já teve a oportunidade de conhecê-lo? Como foi a sensação?

"Era para ele ter viajado para me ver, mas algumas coisas não deram certo, então eu saí do Amapá e fui até São Paulo. Minha mãe me apoiou, mas meu pai ficou com o pé atrás e algumas pessoas me taxaram de louca, falando que minha mãe precisava me pôr na linha, devido a esse relacionamento a distância."

"Apesar disso, a sensação ao vê-lo foi maravilhosa: minha perna tava bamba, meu coração acelerou e quando eu senti o abraço dele foi maravilhoso, pois me fez se sentir segura."


FONTE: Namoro virtual. Gif: via internet.

Taissa Fernanda de 22 anos também possui uma história que surgiu nos jogos, porém no caso dela, é de uma amizade que dura há 11 anos:

“Eu já conheci bastante pessoas onlines, porém a pessoa mais marcante é com certeza a que eu considero como "irmã". Nos conhecemos no meu primeiro MMORPG, Perfect World, na época tínhamos em torno de 10 a 11 anos e sempre sonhamos em nos conhecer pessoalmente.”

“Após 10 anos esse sonho se tornou realidade, foi bem divertido, a gente se encontrou em São Paulo, ela saiu do interior e foi para a capital e eu de Santa Catarina, nos encontramos no bairro da Liberdade e passamos a tarde juntas com  uma outra amiga nossa, que eu também conheci naquele dia.”

“Eu tento explicar que para mim é a mesma coisa que uma amizade normal, eu sei que a amizade dela e a forma com que ela se sente são verdadeiras, óbvio que gostaria que a gente se visse mais, porém , ainda estamos planejando isso. A maioria dos meus amigos entende, e quem não entende eu tento explicar.”


FONTE: namoro e amizades virtuais. Imagem: Site “Ela e Ele”.

Há também pessoas que se juntam para manterem amizades virtuais, como é o caso de grupos no Facebook, Whatsapp, ou até mesmo pelo Discord, que é um aplicativo bastante usado por pessoas que costumam jogar juntas. Thiago Linhares é dono de um grupo como esse e contou um pouco sobre como é a interação entre as pessoas:

Por que você resolveu criar esse servidor?

"Desde que comecei a jogar, via a necessidade de me comunicar com os outros jogadores, o que acabou dando em conversas e formando amizades para se manter também fora dos jogos."

"Participei de vários outros servidores de Discord, porém algumas coisas não me agradavam, como administradores que se achavam superiores ou pessoas que ficavam em salas que proibiam a entrada de outras pessoas. Portanto resolvi criar um no intuito disso não existir lá e todo mundo poder chamar quem quiser, quando quiser. Atualmente ele conta com mais de 100 pessoas."

As pessoas possuem coisas em comum?

"Apesar de gostarem de jogar ou assistir alguma coisa juntos, todo mundo é bem diferente em vários aspectos, a maioria é bem única e isso é divertido de ver, existem até pessoas que moram totalmente distantes da outra, um exemplo disso é de alguns membros que já moraram ou ainda moram no Japão."

Você conhece gente desse servidor que começou um web namoro?

"Sim, eu mesmo tenho um web namoro que começou por conta de um jogo e agora levo minha namorada em todo servidor que vou, existem também relacionamentos quase inacreditáveis de uma pessoa que mora no Brasil e outra no Japão e que agora as duas pessoas estão no Brasil quase sempre se visitando, mas também existem pessoas que começaram um relacionamento e duraram muito pouco, questão de semanas ou poucos meses."

Relações por meios virtuais podem ajudar muita gente tímida, porém isso pode acabar não sendo muito saudável, quando chega a extremos, como foi o caso ocorrido em 2018 no Japão, quando um Japonês, Akihiko Kondo, casou com uma boneca virtual da “Hatsume Miko” (uma cantora holográfica bastante conhecida no país), a cerimônia custou em torno de 60 mil reais.


FONTE: Akihiko Kondo posa ao lado de sua 'esposa' Foto: Behrouz Mehri / AFP.

Outro caso que pode ser usado como exemplo é no filme “HER”, que conta sobre um homem que se apaixona por um sistema operacional, o filme vale muito a pena por nos fazer refletir sobre vários aspectos da vida e o quanto podemos estar nos distanciando de interações humanas. Confira o trailer:



Logo, fica claro que é importante saber dividir bem as coisas e não se privar totalmente do mundo real. Sim, relacionamentos onlines podem ser reais, como foi possível observar através dos relatos, porém é necessário tomar cuidado para não passar dos limites, e com quem você se relaciona, já que nem sempre é possível saber quem está do outro lado do computador.

REFERÊNCIAS:

SUZUKI,miwa. Homem gasta R$ 66 mil em casamento com boneca virtual no Japão. Estadão,  Nov 2018. Dísponivel em:<https://emais.estadao.com.br/noticias/comportamento,homem-gasta-r-66-mil-em-casamento-com-boneca-virtual-no-japao,70002608070>. Acesso: Jun 2019. 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »