13/06/2021 às 15h50min - Atualizada em 13/06/2021 às 15h11min

Como a animação Raya e o último dragão trabalha a confiança a empatia em sua narrativa

Raila Costa - Editado por Fernanda Simplicio
Fonte: Disney + / Reprodução: Google

Lançado em maio deste ano  a animação Raya e o último dragão, uma produção da Walt Disney Animation Studios que  apresenta uma trama repleta de ensinamentos que aparecem ao decorrer das cenas que são repletas de aventuras. A personagem  principal, Raya,  é uma garota determinada que tenta recuperar a humanidade que havia se transformado em  uma espécie de estátua de pedra por conta dos Druun,  um tipo de praga que se multiplica rapidamente. 
 

A narrativa se passa em Kumandra, localizada no sudeste asiatico, ficando mais perceptível tal característica por conta dos traços faciais  dos personagens.  A história inicia com a Raya sentada em seu animal de estimação chamado Tuk Tuk, que rola pelo território, ajudando a sua dona  na procura por Sisu, a última dragão, que segundo a estória ao tentar salvar o mundo  com seu irmãos, que até então eram os últimos dragões vivos no momento que haviam sobrevivido ao ataque contra o os Druun.  Na tentativa de trazer todos de volta, os irmãos se uniram  e  concentram toda sua magia em uma  joia, que  a entregaram à Sisu que destruiu as pragas. Todas as pessoas voltaram à vida, com exceção dos dragões. Dessa maneira, da Sisu sobrou apenas a jóia, apesar de haver uma  lenda  dizendo que ela escorreu pelo rio no ato de concentrar a magia. Contudo o território foi dividido, pois as pessoas entraram em guerra para poder disputar  a joia do dragão que continha o último resquício de magia. Sendo assim, a população se tornou cada vez mais egoísta, portanto sentimento como empatia, que resulta no zelo pelo próximo foi cada vez mais sendo deixado de lado.
 



No entanto, em uma tentativa de unificar as terras restaurando o território de Kumandra, o Chefe Benja, pai da protagonista, convocou todos os reinos para juntar os territórios e acabar com a desunião.  Desse modo, é possível notar  como o  pai da Raya  tinha esperança e confiança nas pessoas e queria  que as nações tivessem empatia e esperança em recuperar a paz e confiança uns nos outros. E foi justamente pela  Raya   confiar em Namaari, que a joia do dragão foi quebrada, à vista disso os Druun foram libertados,  neste momento cada reinado roubou um pedaço da peça que contém a magia. Depois de tal ato, todos fugiram. Alguns foram atingidos pela praga, o Chefe Benja também não escapou dessa. Cheia de tristeza e contando com o apoio de seu companheiro  Tuk Tuk, a protagonista procurou maneiras de tentar restaurar todo prejuízo, e para que isso fosse possível ela encontrou a Sisu, a dragão tão poderosa.

Durante a  busca por outros fragmentos da joia, Sisu ensina a todo momento que para conseguir salvar a humanidade é necessário a esperança, pois ela gera perspectivas de futuro para que não desista do que acredita e quer, atrelada à confiança. Isto porque ao longo da animação  a Raya faz amizades com os companheiros de aventura, que sentiram empatia por entender o que  ela está passando. A perda de pessoas importantes são características comuns entre eles de tal forma que se unem para um bem comum. Desta maneira,  resulta em um laço de amizade muito forte a ponto de dar a vida um pelo outro, assim como os dragões fizeram pelas pessoas. Outra coisa  que vale a pena ser ressaltada é a Sisu aconselhando a protagonista a   confiar mais nas pessoas, mesmo se ela tenha errado já que todos podem mudar a evolução é sempre bem vinda, aprendizado fundamental que resultou no final feliz.

Diante disso é importante trazer algumas dessas reflexões da animação para a vida. Aprendizados como:  sobre perdoar quem pode ter te machucado ou traído sua confiança, acreditar na possibilidade de mudança, ter esperança em dias melhores mesmo quando tudo parece estar perdido,  ser companheiro e amigo. Essas atitudes podem melhorar o mundo. 



 

REFERÊNCIAS: 

 

 

Raya e o Último Dragão | A Prova de que a Confiança e a Empatia Podem Salvar O Mundo. D’Gamer & nerd, 2021. Disponível em: < https://dgamerenerd.com.br/raya-e-o-ultimo-dragao-a-prova-de-que-a-confianca-e-a-empatia-podem-salvar-o-mundo/> . Acesso em: 10 de junho de 2021.

 

Raya E O Último Dragão | Trailer Oficial Dublado. Youtube, 2021. Disponível em:  <https://www.youtube.com/watch?v=Yh-XpUlDjJk>. Acesso em: 10 de junho de 2021.

 

Raya e o último dragão. Adoro cinema, 2021. Disponível em: <https://www.adorocinema.com/filmes/filme-265028/> . Acesso em: 10 de junho de 2021.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »