20/06/2021 às 22h44min - Atualizada em 20/06/2021 às 22h13min

Santos domina partida e vence o São Paulo pelo Brasileirão

O jogo marcou o reencontro do técnico Fernando Diniz com o São Paulo, clube que ele dirigiu até o começo de 2021

Julia Robita Torres - labdicasjornalismo.com
Marinho comemorando seu gol diante o São Paulo (Foto: Divulgação/ Twitter Santos FC)
O Santos recebeu o São Paulo, na Vila Belmiro, pela 5ª rodada do Brasileirão, e venceu por 2x0, com gols de Marinho e Gabriel Pirani. O jogo foi marcado por muitas faltas e pouca inspiração ofensiva das equipes, mas teve o domínio do time santista, o que refletido no placar. Com o resultado, o Santos ocupa agora a nona colocação do Campeonato Brasileiro, enquanto o São Paulo é o primeiro time na zona de rebaixamento, na 17ª colocação.
 
PRIMEIRO TEMPO

O jogo começou com as equipes pressionando a saída de bola adversária, o que ocasionou uma série de erros de passes e alguns sustos defensivos. Os 20 minutos iniciais foram de muita briga por espaços, faltas e pouca construção. O São Paulo tentava jogadas de bolas longas, enquanto o Santos apostava nas jogadas iniciadas desde o campo defensivo. A partida tinha poucas chances e, até aquele momento, nenhuma das equipes tinha conseguido finalizar ao gol.

A primeira chance real de gol aconteceu aos 26 minutos, quando Camacho lançou para Jean Mota, que dominou e tocou para Marinho, livre de marcação, receber pelo meio. O atacante santista dominou e finalizou no canto direito de Volpi para abrir o placar para os donos da casa. O lance contou com grande falha defensiva da equipe são-paulina, que já demonstrava insegurança e confusão desde o começo da partida.

Aos 32 minutos, Marcos Guilherme cruzou para Kaio Jorge, que chegou batendo de primeira, mas a bola saiu pela linha de fundo. O jogo seguia no mesmo panorama: equipes se estudando, parando ataques com faltas e arriscando pouco ao gol. Aos 40 minutos, Luciano sente a coxa esquerda e pede substituição. O atacante sai de campo chorando e com muitas dores.

Aos 43 minutos, aconteceu um erro grave na saída de bola são-paulina. Bruno Alves tocou para Liziero, que sem perceber a aproximação de Kaio Jorge, tentou um recuo curto para Volpi, mas entregou a bola de presente para o adversário. O atacante santista roubou a bola e tocou para Gabriel Pirani apenas finalizar  e ampliar o placar.
 
SEGUNDO TEMPO

As equipes voltaram para o jogo sem alterações e logo aos três minutos aconteceu um novo erro da saída de bola Tricolor. Jean Mota toca para Marinho na entrada da área, o atacante só é parado pela defesa adversária com falta. Na cobrança, Kaio Jorge bate forte e obriga Tiago Volpi a fazer boa defesa. A resposta veio aos nove minutos, quando Éder cruzou a bola na área e após desvio da defesa, a bola sobrou para Igor Vinicius que finalizou para o gol. Pará conseguiu salvar em cima da linha, mas no rebote Igor marcou o gol. O bandeirinha já assinalava o impedimento de Éder no início do lance, o que foi confirmado pelo VAR, e o gol foi anulado.

Aos 15 minutos, Gabriel Sara chega atrasado e faz falta em Marinho. Na cobrança, o atacante chuta forte e acerta o travessão de Volpi.  Kaio Jorge pega a sobra e tenta o cabeceio, mas o goleiro são-paulino consegue a defesa. Aos 21 minutos, após disputa com Pirani, Liziero sofre falta rente a linha da grande área e pede pênalti, mas o arbitro assinala falta. Na cobrança, Rigoni cobra mal e joga pela linha de fundo. Apesar da melhora, se comparado ao primeiro tempo, o São Paulo seguia sem conseguir criar jogadas de perigo ao gol adversário. O técnico Hernán Crespo apostou nas entradas de Benítez e Galeano para alterar o cenário da partida, porém sem sucesso. Já o Santos conseguia criar chances, mas sem tanta efetividade e controlou o resultado até o fim sem sofrer grandes sustos.
 
PRÓXIMOS CONFRONTOS

As duas equipes seguem com as atenções voltadas para a sexta rodada do Campeonato Brasileiro. O São Paulo recebe o Cuiabá, no Estádio do Morumbi, na próxima quarta-feira (23) às 19h (horário de Brasília). Já o Santos visita o Grêmio, na Arena do Grêmio, na quinta-feira (24), às 21h30 (horário de Brasília).

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »