28/06/2021 às 02h00min - Atualizada em 28/06/2021 às 01h42min

Versões e teorias bizarras por trás de desenhos animados que você provavelmente não conhece

Juliane Alvarenga - Editado por Ana Terra
A maioria das animações acabam se inspirando em contos antigos que passam de geração a geração. Com algumas adaptações, às vezes mudam, ocultam e/ou alteram alguns elementos das histórias originais, enquanto outras produções ganham diversas teorias que refutam a proposta original. Acontece que algumas destas histórias que são amadas e apreciadas por tantas crianças, têm origens perturbadoras que muita gente não conhece. A Disney ganha destaque neste contexto. Você já deve ter ouvido muitas histórias bizarras em filmes e animações infantis, mas será que você conhece estas teorias? Vem com a gente!

“Vocês estão prontas crianças?” “Estamos capitão!” “ooooh” ... e assim começava, a diversão estava garantida com Bob Esponja Calça Quadrada e ele ganha o primeiro lugar na lista, tão estranho, tão único, tão... esponjoso!

A esponja que mora dentro de um abacaxi, tem um caramujo como animal de estimação, vive altas aventuras no fundo do Oceano Pacífico, na cidade subterrânea da Fenda do Bikini e trabalha como cozinheiro no Siri Cascudo, é um dos desenhos que mais tem teorias e especulações feitas pelos próprios fãs. Conhecido por ser um desenho engraçado e alegre, algumas dessas teorias conseguem através de metáforas trazer um olhar totalmente diferente para a história e seus personagens.

O primeiro ponto é que claramente seres marinhos que falam, andam e comem hamburguer de siri não podem ser considerados ‘normais’. E com isso muitas teorias vão se formando, algumas parecem absurdas, mas são intrigantes. O humor do desenho sempre foi mais adulto com metáforas e referências.

Alguns fãs acreditam que as criaturas da série são resultadas de provas nucleares. Isto porque estaria ligado com os acontecimentos das Ilhas Marshall que hospedaram 23 testes nucleares dos Estados Unidos, entre os anos 1940 e 1950, onde havia um recife de corais chamado Atol do Biquíni, detonado pelas bombas. Neste contexto, a teoria sugere que os personagens não são apenas animais marinhos, mas sim criaturas modificadas.  

Outra teoria que também é bastante popular entre os fanáticos, é que os personagens principais representam os sete pecados capitais. Gary representa a gula, porque só se importa com comida; Patrick é a preguiça; Sandy é o orgulho; Plankton é a inveja, porque ele está sempre procurando um jeito de roubar a receita do hambúrguer de siri; o Seu Sirigueijo é a avareza, porque ama dinheiro; e Lula Molusco é a ira porque tem zero humor para lidar com as brincadeiras de Bob Esponja e Patrick. Enquanto o Bob Esponja poderia representar a luxúria, porque tem uma paixão desenfreada por basicamente qualquer coisa.

De desordem mental, especulações de estarem sob efeitos de drogas à quem acredite que o Bob Esponja seja na verdade uma espécie de deus, o fato é que, o senhor Calça Quadrada é um sucesso até hoje.


‘Phineas e Pherb’ é outro desenho que não sai da moda. A atração mostra as aventuras de Phineas, Ferb, Perry o Ornintorrinco, Candance e o Dr. Heinz Doofenshmitz em altas situações pouco prováveis. Nas histórias os irmãos estão de férias e querem aproveitar ao máximo, então estão sempre criando coisas novas para se divertir ou enlouquecer sua irmã, que sempre está dedurando tudo que eles fazem.

Aparentemente uma família normal, afinal, quais irmãos não têm problemas? Mas uma teoria aponta que na realidade Phineas nasceu com problemas de retardo mental, enquanto seu meio-irmão Ferb sofria de hiperatividade, transtorno de TDH, e que ambos eram irmão de uma garota que tinha esquizofrenia chamada Candance Flynn, que viveu em uma casa, em 1993.

Com os pais divorciados, Candance ficou sob os cuidados de sua mãe que não lhe dava atenção e sempre achava que tudo que a menina dizia não passava de loucura, não acreditava em nada. Pelo contrário, a mãe procura ajuda de um especialista que receita remédios para acalmar a menina, mas que acabaram piorando seu estado mental.

Cansada de que não acreditassem no que ela contava, a menina começa á relatar tudo em um diário sobre as aventuras de seus irmãos. Um tempo depois ela foi encontrada morta em seu quarto com uma carta de suicídio escrita na última página dos relatos. Posteriormente a mãe dela vendeu estas histórias escritas no diário para a Disney Chanel.


Hora da Aventura também é um desenho rico de teorias. A história se passa numa terra chamada Ooo, que seria o planeta Terra após uma guerra apocalíptica, chamada a grande guerra dos cogumelos pela semelhança das explosões nucleares e os cogumelos. Devido a Radiação houve muitas mutações e seres estranhos começaram a aparecer.

Uma das teorias mais interessantes e sombrias é de que Finn seria um garoto muito solitário, que só tinha a companhia do cachorro Jake. Quando seu fiel amigo morre, ele tenta o suicídio, mas em vez disso fica em coma, num estado de sonho permanente em que Jake sempre está presente. Que triste, não?

Há muitas outras teorias, uma mais interessante que a outra, se você é fã desse assunto – como eu, vai passar horas pesquisando e querendo contar tudo para alguém. Não deixe de comentar aqui qual é seu desenho bizarro favorito!

 
REFERÊNCIAS: 
JUSTO, Gabriel. ‘10 histórias bizarras por trás dos filmes da Disney’ CAPRICHO, 2020. Disponível em: <https://capricho.abril.com.br/entretenimento/10-historias-bizarras-por-tras-dos-filmes-da-disney/>. Acesso em 22 de junho de 2021.

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »