15/10/2021 às 10h33min - Atualizada em 09/10/2021 às 17h37min

“Equilíbrio” - mostra artística está disponível na Japan House SP

A obra inédita da dupla Daisy Balloon, na América Latina, está instalada no térreo da instituição e chama atenção por sua complexidade e beleza.

Giovanna Macedo - Revisado por Isabelle Marinho
Vista geral da exposição "Equilíbrio", de Daisy Balloon. (Foto/Créditos: Danielle Macedo)

De 28 de setembro a 28 de novembro, a Japan House SP apresenta uma nova instalação composta por mais de 9 mil balões, feita pela dupla japonesa Daisy Balloon, conhecida por impactar o público visualmente com suas artes criativas. “Equilíbrio”, assinada pelos designers Rie Hosokai, artista especializado em balões; e Takashi Kawada, diretor de arte e designer gráfico, é uma obra inédita na América Latina que se refere aos ciclos da natureza e composta de cores e luzes, que quando incidem nos balões formam um efeito semelhante ao da aurora boreal.


A produção artística que mostra diversas formas de balões, foi confeccionada com a Yokohama Balloon Co. Ltd. e possui onze metros de comprimento e mais de três de altura. A exposição oferece ao visitante uma experiência imersiva impactante, pois é permitido andar entre os balões de acordo com um percurso orientado pela JHSP. 

Curadora da mostra e diretora cultural, Natasha Barzaghi, ressalta o objetivo da obra: “A proposta é sensorial e para inspiração e contemplação livre. Contudo, a dupla suscita em sua apresentação uma consciência coletiva de apreciação da natureza, nessa busca pelo tão almejado Equilíbrio”.

 

Há alguns metros da entrada da instituição é possível ver resumos sobre a obra, escritos por Natasha, também pela dupla japonesa. Além disso, contém recursos de acessibilidade, como pode-se observar fora da instalação, onde é exposto um mapa sensorial do percurso disponível com amostras de balões de “Equilíbrio”.
 

 

Iman Mahmoud, arquiteta e moradora da cidade de São Paulo, foi à exposição na Paulista e encontrou uma mensagem poética na obra: “me fez remeter à linguística japonesa que, enquanto simples, encontra poesia na sua montagem. É como se usássemos balões; algo simples, sem fórmula mágica, para enfeitar um espaço, mas que, com a destreza da escolha da fórmula certa, da maneira mais delicada transforma o espaço em poesia”.
 

Também, a arquiteta comentou sobre suas sensações ao observar o cuidado com a cenografia: “nos transporta para um lugar mágico!”. “A passagem pela onda de balões, como sua intervenção no espaço de forma fluida, nos causa uma sensação de estar dentro de um lustre que espalha suas cores e elas transpassam por nós”, expõe Iman sobre a mágica e delicada exposição.
 

“Por meio desta obra, desejamos criar uma oportunidade para pensarmos e discutirmos os ensinamentos que a natureza poderá nos transmitir”, ressalta Daisy Balloon. A exposição, de entrada gratuita, está disponível no térreo da Japan House SP, localizada na Avenida Paulista, 52 – Bela Vista, São Paulo, e vai até o dia 28 de novembro.

Agende sua visita (opcional) pelo link
e aproveite.

 


 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »