17/11/2021 às 11h19min - Atualizada em 15/11/2021 às 12h51min

Anos depois, trilogia Eu Sei o Que Vocês Fizeram no Verão Passado ganha série pela Amazon Prime

Com a mesma premissa, série original traz mais diversidade e aborda novas temáticas

Ana Beatriz Magalhães - editado por Luhê Ramos
Madison Iseman em cena de Eu Sei o que Vocês Fizeram no Verão Passado | Foto: Reprodução/Amazon Prime Pictures
O subgênero do terror conhecido como “slasher” agrada quem adora ver mortes sangrentas e violentas. Elas se somam ao longo da história e, geralmente, são causadas por um assassino misterioso que usa alguma arma de corte. Esse estilo de filme de terror é muito popular e costuma marcar a vida de uma geração específica.

Mas não por causa da qualidade e sim por ficarem na memória das pessoas. “O Massacre da Serra Elétrica”, “Halloween” e “Sexta feira 13” são exemplos de obras dessa categoria e são venerados anos depois de seus lançamentos.
 
No entanto, muitos consideram “Eu Sei o Que Vocês Fizeram no Verão Passado”, dirigido por Jim Gillespie em 1997, o suspense slasher mais memorável do cinema moderno, junto da franquia ‘Pânico’ – ambos roteirizados por Kevin Williamson. O filme renovou o subgênero nos anos 1990 e virou um marco no cinema popular, sendo até responsável por determinar produções semelhantes nos anos seguintes.
 
A narrativa recebeu mais dois filmes e, 24 anos depois, a Amazon Prime renovou a ideia com uma série de oito episódios.

O livro e os Filmes

“Eu sei o que vocês fizeram no verão passado” foi baseado em um livro escrito em 1973, pela Lois Duncan. Na obra, quatro adolescentes atropelam um garotinho após uma noite de farra e decidem fazer um pacto de nunca revelar o que realmente aconteceu naquela noite. O assassino tem relação com a criança atropelada. 

Já o primeiro filme, lançado em 1997, aborda uma premissa diferente. Nele, os jovens atropelam um pescador em vez de uma criança e, em um momento de desespero, resolvem não prestar socorro e se livrar do corpo. Mas, tanto no livro quanto no filme, um ano depois, o fantasma deste passado não tão distante retorna para atormentar e perseguir esses jovens.

De uma maneira geral, o livro apela muito mais para o infanto juvenil. Quase como um conto moral, ele parece ser bastante bobo para quem espera algo semelhante aos filmes. Poucas mortes acontecem, o final abusa do romantismo e os personagens são cômicos.

A série, disponível na Amazon Prime, retomada a ideia de "grupo de jovens, saindo de uma festa, atropela uma pessoa e foge", e a trama se desenvolve a partir desse fato. Por não ser um filme, a produção se aprofunda no drama e na personalidade dos personagens. Tanto que, cada episódio foca no passado de cada um e é deixado de lado o suspense.
 
Nos oito episódios, tudo é desenvolvido e gira em torno da identidade do assassino. Algumas questões são aprofundadas - questões nas quais os filmes não citaram, como a desigualdade social. Porém, também, levanta assuntos com as quais Kevin Williamson nem sonhava em 1997, como o efeito das redes sociais na saúde mental dos personagens e em suas relações.

Os personagens

Alison e sua irmã gêmea Lennon, Riley, Margot, Johnny e Dylan são apresentados. Eles se conhecem desde pequenos e estão prestes a ir para faculdade. O relacionamento deles é mais dinâmico do que no dos filmes e eles são mais conectados, tendo camadas a serem exploradas.
 
Cada um dos jovens tem personalidade muito diferentes, mas a obra segue o estilo americano encontrado em outras produções. Por exemplo, a série tem o típico grupo formado pela influenciadora popular que vive para suas redes sociais (Margot), a garota ousada e sem escrúpulos (Lennon), completamente diferente de sua irmã, que é tímida e vive sob sua sombra (Alison).
 
Além delas, tem a mais humilde (Riley), que esconde a paixão pelo melhor amigo e nerd (Dylan). Já o bonitão e simpático Johnny começou a viver um romance com seu antigo treinador do colégio. Ou seja, é facil identificar essas personalidades em diversas outras séries e filmes clichês americanos, em que "fórmula" se repete.
 
Ademais, o longa de 97, por exemplo, foca mais nos quatro personagens principais e suas vidas, que foram viradas de cabeça para baixo após o acidente. Já a trama da Amazon, os adultos também desempenham um papel importante na narrativa, que se torna mais abrangente e explora outras situações.
 
O elenco conta com uma diversidade maior de gênero e raça e a sexualidade é bem explorada, sem qualquer limite ou constrangimento televisivo. A importância das redes sociais e sua participação na vida dos adolescentes também influenciam o desenvolvimento da trama e mostram que existem novos meios de aterrorizar jovens em crise.

Para aqueles que acreditam que filmes clássicos de terror são inalcançáveis, a série talvez não agrade muito. No entanto, é possível ter uma experiência agradável ao assistir ao novo título, mas é preciso deixar a nostalgia de lado e abraçar uma nova ideia, mesmo que fantasiada de uma narrativa já conhecida.

Confira o trailer: 
Trailer Oficial de 'Eu Sei o que Vocês Fizeram No Verão Passado' (Reprodução: Amazon Prime - Youtube)

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »