12/02/2020 às 17h45min - Atualizada em 12/02/2020 às 17h45min

Resenha: Para Todos Os Garotos Que Já Amei: P.S.: Ainda amo você

Novo filme baseado nos livros de Jenny Hun

Luhê Ramos - Editado por Letícia Agata
cartaz de P.S.: Ainda amo você
Na última quarta-feira, 12 de fevereiro, Para Todos Os Garotos Que Já Amei ganhou sua tão esperada sequência: P.S. Eu ainda te amo. O primeiro filme, com apenas “Para Todos Os Garotos Que Já Amei” como título traduzido, se tornou um sucesso mundial após seu lançamento na plataforma de streaming Netflix, em agosto de 2018. 
 
Também chamado de “Para Todos Os Garotos Que Já Amei 2”, “P.S.: Ainda amo você” pretende ser mais um sucesso da franquia. Apesar de muitas pessoas apenas assistirem aos filmes e não saberem disso, o filme é  baseado em livros homônimos. O primeiro dos livros de Jenny Hun foi lançado em 2014. No total são três deles. Isso faz com que os fãs tenham esperança de que um novo longa da trilogia seja produzido futuramente. 
 
Inspirado nos livros do gênero drama romântico e ficção juvenil, o filme com roteiro clichê agrada a maioria dos adolescentes que curtem o gênero. Para Todos Os Garotos Que Já Amei é uma divertida história de romance adolescente. Lara Jean Song Covey (Lana Condor) é uma estudante de Ensino Médio que tem uma típica vida de personagens do gênero cinematográfico. LJ, como é chamada por alguns e Lara Jean, por outros, tem uma melhor amiga, Christine (interpretada por Madeleine Arthur), uma rival, Gen (Emilija Baranac), e paqueras. Ela vive com seu pai e suas duas irmãs. 
 
Lara Jean, quando está apaixonada, gosta de escrever cartas de amor a essas pessoas, porém, ela não as manda; apenas as deixa guardadas dentro de uma caixa em seu guarda-roupa. Em “Para Todos Os Garotos Que Já Amei”, essas cartas acabam sendo enviadas aos devidos destinatários e a vida de Lara ganha o agito que nunca teve. Alguns dos garotos que receberam dão respostas e vão até ela, outros não. No total são cinco cartas de amor escritas por Covey. 
 
No novo filme, “Para Todos Os Garotos Que Já Amei: P.S.: Ainda amo você”, sua vida recebe um novo agito: a carta que não havia ganhado retorno algum recebe, finalmente, uma resposta e o garoto em questão entra novamente na vida de Lara Jean. Isso faz com que depois de todo o esforço para concertar as coisas e finalmente se encontrar numa situação estável, Covey tenha que viver altas emoções novamente. 
 
Um filme divertido, intrigante, um pouco clichê, cheio de romances e emoções. A continuação de “Para Todos Os Garotos Que Já Amei” chega e bate a marca das expectativas. A trilha sonora mantém o nível de qualidade do longa anterior e o roteiro também. Os espectadores aguardam, por hora, a confirmação de um terceiro e último filme da franquia. 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »