06/10/2021 às 21h45min - Atualizada em 04/10/2021 às 20h53min

Um ano sem Eddie Van Halen

Saiba um pouco sobre um dos maiores guitarristas da história

Gustavo Domingos - editado por Luhê Ramos
Foto: Manuel Nauta/NurPhoto/NurPhoto via AFP/Arquivo
Edward Lodewijk Van Halen, mais conhecido como Eddie Van Halen, foi um dos maiores guitarristas de todos os tempos. Juntamente com seu irmão Alex Van Halen, fundou em 1974 a banda que levou o sobrenome de ambos, o Van Halen.

Nessa quarta-feira (6), completará um ano da morte do guitarrista. Assim, como uma das maiores referências do hard rock e do heavey metal, traremos um pouco da vida, história e legado que esse gênio deixou para o mundo.

Infância e formação da banda

Eddie Van Halen nasceu em Amsterdã, na Holanda, mas ainda criança se mudou com a família para a Califórnia, nos Estado Unidos. Durante a infância, Eddie tocava teclado e bateria, já seu irmão mais velho Alex tocava guitarra. No entanto, tempos depois, ambos perceberam que eram melhores com o instrumento do outro. Assim, o caçula dominou os acordes da guitarra e o primogênito doutrinou a bateria.

Em 1974, Eddie, Alex, David Lee Roth (vocais) e Michael Anthony (baixo) fundaram a banda Van Halen, a qual levava o sobrenome dos irmãos. O primeiro disco foi lançado em 1978, com o título de Van Halen. Como resultado, álbum foi aclamado pelo público, especialmente pelo solo de guitarra na música “Eruption”.

A técnica do tapping

No final dos anos 70, Eddie criou um dos mais marcantes solos da história do rock. Em "Eruption", o guitarrista popularizou o tapping, uma técnica em que as duas mãos são usadas no braço da guitarra. Outros solos inesquecíveis do músico acontecem em "Panama", "I'm the one", "Ice cream men", "You're no good", "Hot For Teacher" e "Jump".
Eddie Van Halen solo na música Eruption - Reprodução: Youtube/Hazardteam

Conflitos internos, separação e o uso excessivo de drogas

Apesar do grande sucesso, Eddie Van Halen mantinha uma vida muito conturbada. O guitarrista abusava do consumo de drogas, o que gerou várias brigas na banda e em seu próprio casamento.

Após o sucesso do disco 1984, David Lee Roth deixa a banda por conflitos com Eddie. Posteriormente, Sammy Hagar assumiu o vocal, mas deixou o grupo em 1996 por discussões com o guitarrista. Nesse mesmo ano, Roth gravou duas músicas com os Van Halen, sendo "Can't Get This Stuff No More" e "Me Wise Magic".

Entretanto, a participação do vocalista clássico ficou apenas nessas músicas. Assim, Gary Cherone permaneceu nos vocais do grupo até 1998. Eddie passa então por um momento turbulento, separa-se após anos de casamento e recebe o diagnóstico de câncer na língua. O grupo entrou em um hiato que só acabaria em 2001, quando o guitarrista comunicou que estava curado.
 
Em 2004, para realizar uma grande turnê, Sammy Hagar retornou aos vocais e Michael Anthony seria novamente o baixista da banda. Posteriormente, em 2007, David Lee Roth retorna para o grupo e o filho de Eddie, Wolfgang assume o baixo. Nesse ínterim, o guitarrista conseguiu largar o vício do álcool e das drogas.

Parcerias e a criação da guitarra Frankenstrat 

Além de brilhar em sua banda, Eddie tem diversas participações com outros artistas. A mais conhecida é em "Beat it", um dos maiores hits de Michael Jackson. Em 1998, tocou o solo da música “Lost Boys Calling” de Roger Waters. Entre seus outros projetos paralelos de destaque o último foi em 2009, quando ele tocou duas faixas no disco "Authentic", do rapper LL Cool J.
 
Ainda mais, Eddie não apenas brilhou na guitarra, mas fez história com seu próprio instrumento. Dessa forma, o artista criou as guitarras Frankestrat. Em suma, elas eram construídas por ele mesmo utilizando um corpo em madeira de amieiro ou tília (dependendo de cada modelo), braço em madeira de ácer, captador Gibson PAF, retirado de uma Gibson ES-335 e rebobinado à mão pelo próprio Van Halen, e ponte Floyd Rose. 

Morte e Legado

Em 6 de outubro de 2020, Wolfgang Van Halen anunciava a morte de seu pai. Após uma longa luta contra o câncer na garganta, Eddie veio a falecer com 65 anos. No entanto, o que o guitarrista fez durante sua carreira marcou a história da música.
 
Em 2012, Eddie Van Halen foi eleito o melhor guitarrista de todos os tempos, por uma votação promovida pela revista Guitar World, que contou com quase 500 mil votos. Ainda mais, em 2015, ficou na 8ª posição de melhor guitarrista de todos tempos pela revista Rolling Stone.

Ademais, o artista revolucionou o rock com seus arranjos e improvisos. Foi um guitarrista impressionante que colocava seu coração no som de sua Frankenstrat. É impossível falar da história da música sem citar este gênio, chamado Edward Lodewijk Van Halen.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »