15/10/2021 às 09h37min - Atualizada em 15/10/2021 às 09h19min

A presença do True Crime na Indústria Audiovisual

Contaremos como o gênero cinematográfico tem tomado conta das produções audiovisuais começando por "A Menina que Matou os Pais" e "O Menino que Matou os Meus Pais"

Maria Vasconcelos - Revisado por Márcia Nascimento
Pôster de divulgação dos filmes sobre o caso Von Richthofen. (Fonte: Divulgação Amazon Prime)
O True Crime, ou Crimes Reais, é conhecido atualmente como um gênero literário que está tomando conta das produções audiovisuais com mais força. A definição retrata crime reais em séries e filmes que são apresentados para todo o mundo em plataformas de streaming diferenciadas.

Tais produções têm despertado o interesse do público cada vez mais, já que contam com a realidade, retratada na ficção pelos atores presentes nas produções e também retratadas por trechos e provas do caso real, para mesclar e trazer verdadeiramente o caso na produção audiovisual.

De acordo com a criminóloga e autora do livro “Casos de Família”, Ilana Casoy, a vontade de assistir as produções sobre True Crime se dão, pois os telespectadores sentem a curiosidade de entender como funciona a mente humana que comete tais crimes. Em uma entrevista, Casoy dispara: “Percebi que o público que gosta desse tipo de assunto ficou mais exigente e anseia por análises de comportamento das pessoas envolvidas com aquele crime – quem comete, investiga e reflete sobre eles, sem o velho maniqueísmo de polícia boa, bandido mau.”

Filmes, séries e documentários sobre True Crimes

A Menina Que Matou os Pais/O Menino Que Matou os Meus Pais

Em 2002, um crime cometido em São Paulo chocou o Brasil. A jovem Suzane Von Richthofen, seu namorado, Daniel Cravinhos e seu cunhado Cristian Cravinhos, assassinou seu pai Manfred Von Richthofen e sua mãe Marísia. Dezoito anos depois, o caso é revisitado sob o ponto de vista de Daniel, que revela seus motivos para participar do assassinato.

 
A Menina Que Matou Os Pais - O Menino Que Matou Meus Pais | Trailer Oficial. (Reprodução: Ingresso.com - YouTube)

Elize Matsunaga - Era Uma Vez um Crime

Elize Matsunaga quebra o silêncio sobre ter assassinado e esquartejado o marido, Marcos Matsunaga, em 2012. O próximo trailer traz os depoimentos da ré, familiares e colegas do ex-casal, além dos especialistas que acompanharam as investigações.

 
Elize Matsunaga: Era Uma Vez Um Crime | Trailer oficial. (Reprodução: Netflix - YouTube)
 
Mamãe Morta e Querida

Mommy Dead and Dearest é um documentário americano de 2017, dirigido por Erin Lee Carr, conta o assassinato de Dee Dee Blanchard, pelo qual sua filha, Gypsy Rose Blanchard, e o namorado do cigano Nicholas Godejohn foram acusados. Ele estreou na HBO em 16 de maio de 2017.

 
Mommy Dead and Dearest | Trailer oficial. (Reprodução: HBO Documentary Films - YouTube)

Por último, o livro "Casos de Família: Arquivos Richthofen e Arquivos Nardoni", de Ilana Casoy, traz relatos chocantes de dois casos brasileiros, de Nardoni e Richthofen, que abalaram o país, o livro é bem conceituado por seus leitores e conta com grandes características.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »