02/03/2022 às 16h50min - Atualizada em 01/03/2022 às 20h05min

Rafaela Sanches: "O Lorenzo foi um presente de Deus e continua sendo"

A influencer conta como equilibra a vida profissional com a maternidade

Vanessa Morais - Revisado por Flavia Sousa
Rafaela em foto de família com seu esposo Lucas e seu filho Lorenzo (FOTO: Reprodução/ Instagram: @rafasaanches)
Rafaela nasceu no dia 2 de junho de 1995, filha de Ricardo Sanches e Selma Paiva Sanches, casada com Lucas da Silva e mãe do pequeno Lorenzo Sanches, é formada em Design de moda pela UniCesumar e pós-graduada em comunicação em marketing de moda na Unifama. Rafaela nunca resolveu se tornar influencer, foi algo que aconteceu, algo que fluiu já que era bem presente em suas redes sociais e tinha amizades com pessoas conhecidas e influentes, e foi algo natural. Ao longo dos anos ela já gravou com diversos cantores como Fiduma & Jeca, participou da gravação do dvd de Thiago & Graciano, clipe da Mariana & Mateus entre outros.

Confira logo abaixo a entrevista com Rafaela Sanches em que ela revela detalhes da sua profissão e da maternidade.

Qual conteúdo você apresenta atualmente em suas redes?

RS 
— Atualmente o conteúdo das minhas redes sociais são o Lorenzo, a maternidade, a rotina dele e o meu 'life day', gradualmente eu pretendo voltar com os provadores e falar também sobre moda.
  

Como funciona a contratação até a rotina de um video clipe?

RS — 
Já gravei vários clipes, tem clipe que eu suponho que é desde 2009 que foi o meu primeiro se eu não me engano, foi a música Bonito e gostosão do Pedro Henrique & Fernando. O meu primeiro trabalho de clipe eu trabalhava para uma agência e a equipe dos cantores procurou a agência e ela mandou um casting das modelos e dentre elas eu fui selecionada e foi depois da gravação desse primeiro clipe que eu comecei a ser vista por outros cantores, então eu comecei a ser chamada direto e não mais pelo escritório. Voltando, depois que você é escolhida pelo casting eles passam um roteiro para nós de como vai ser o vídeo clipe, de como vai ser a música, de como são as cenas, de como são os figurinos. Geralmente as gravações duram 24 horas, é bem extenso e é bem cansativo a gravação de um clipe, não é rápido como nós vemos dois minutos no YouTube, já teve um clipe que gravei, eu fiquei dois dias gravando o clipe direto e inclusive cheguei a dormir dentro da van.

Já teve algum cantor que você já gravou e imaginava ele de um jeito e foi totalmente o oposto?

RS — 
Todos que conheci foram extremamente simpáticos e super legais, mas tinha alguns que eu pensava ser muito enjoadinho, mas pessoalmente foram fantásticos.

Como era sua rotina antes e agora depois de ser mãe?

RS — 
Antes eu não tinha uma rotina, vivia para trabalhar no Instagram, fazer provador, divulgações, visitar loja, fazer clipe, desfile, trabalhar em shopping de atacado, eu sempre fiz de tudo um pouco, eu estudava fazendo minha faculdade ainda. Agora eu sou mãe mesmo, ser mãe é um trabalho em tempo integral,eu amo ser mãe e ser a nova Rafaela que eu sou, me supero e me surpreendo cada dia mais nas capacidades e habilidades que eu fui desenvolvendo ao ser mãe.

 

Como funciona as suas parcerias em seu Instagram?

RS — 
Geralmente [são] as pessoas que entram em contato comigo no Instagram, Whatsapp ou algum conhecido. Quando eu fiz o chá revelação do Lorenzo eu entrei em contato com o pessoal do salgado, do doce, do bolo, dos balões, da decoração e propus uma parceria para divulgar o evento.

Como foi se adaptar à rotina do Lorenzo? 

RS — 
Não foi nada fácil, depois que eu entendi que eu teria que me adaptar a rotina do Lorenzo e não ele a minha rotina, às coisas ficaram mais fáceis e mais tranquilas porque eu tenho a consciência do dia e da noite, o Lorenzo não, ele é só um menino e assim é bem mais difícil, ele começou a conhecer o mundo agora e eu respeito.

Você já exerceu a profissão da qual você é formada?

RS — 
Já exerci a profissão de Design de moda, como estilista em uma marca masculina e antes desse trabalho, fui responsável pelo marketing de moda de uma empresa. Ambas as experiências me acrescentaram muito, mas devido ao salário e condições de trabalho eu preferi seguir outro rumo.

Como era a Rafaela há cinco anos e como é a Rafaela de agora? 

RS — 
Mudou tudo! Há cinco anos eu estava curtindo a vida total e não me arrependo de nada, agradeço pela Rafaela de cinco anos atrás ter viajado e curtido muito tudo. Hoje eu sou uma mãe 100% realizada, a Rafa de cinco anos atrás jamais imaginaria ela casada e com filho.

Como foi a descoberta da sua gravidez e a reação da sua família?

RS — 
Foi uma surpresa, eu não estava esperando estar grávida, porque eu tomava anticoncepcional há dez anos, uso contínuo. O Lorenzo foi um presente de Deus e ainda continua sendo, meu neném é uma benção. De primeiro é o susto, a preocupação de como vai ser as coisas, como vai ser o trabalho, como será a vida por parte do financeiro, mas depois encaramos de uma melhor forma e entendemos ser benção na nossa vida que é o que já está sendo deste então.



Como foi a adaptação da sua gravidez com o seu trabalho?

RS 
 No Instagram eu comecei a fazer trabalhos com roupas de gestante, falar sobre o enxoval do Lorenzo, às coisas que estava comprando, falar da maternidade tanto minha quanto dele. No começo eu senti uma certa dificuldade, como toda mudança gera um desconforto, acredito que eu fiz com muita facilidade e o melhor que pude, trabalhei o máximo que deu durante a gravidez e claro, tudo respeitando meu momento.

Conselho para as mamães de primeira viagem.

RS — 
Respeitem seu corpo durante a gravidez, quando você está bem e também quando você não está bem, isso é necessário. Respeite seu corpo, seu momento, suas emoções, você vai errar e vai está tudo bem, é errando que se aprende, não se cobra tanto e que nem sempre o seu melhor vai ser o melhor para o neném.

Como se deu a escolha do seu curso? Você sempre teve essa aptidão para a moda?

RS —
 Eu sempre gostei, a minha vida inteira sempre foi voltada para a moda, desde pequenininha. Eu tinha quatro anos e quando minha mãe ia colocar alguma roupa em mim eu falava "Não, este não é o meu estilo", eu não me via fazendo outra coisa. Eu até  tentei, ainda estava no colegial quando passei em Biomedicina, mas depois estudando a fundo e observando a grade do curso não era nada que meu coração vibrava, então eu fui para uma profissão em que não seria um trabalho, mas sim seria uma coisa de está fazendo o que eu gosto.

Uma peça de roupa que você considera indispensável do seu guarda roupas

RS —
 O jeans, seja ele short, saia, colete, calça, eu considero uma peça coringa que vai com tudo e que funciona com tudo.

Você segue a moda a risca ou inventa a sua própria moda?

RS —
 Não, eu não sigo a moda a risca e penso que ninguém segue a moda a risca. Você deve selecionar aquilo que cabe a você e faz parte de você, é o seu estilo, observar o que esta a moda e adaptar ao seu corpo. A moda está em alta e você vê que não se encaixa naquilo, não se força, eu suponho que a pessoa bem vestida é aquela que se sente confortável com aquilo que ela vestiu e não com a roupa mais cara ou com a que tá em alta.
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »