30/06/2019 às 16h08min - Atualizada em 30/06/2019 às 16h08min

Seleção peruana segura pressão uruguaia e passa nos pênaltis

Uruguai fez três gols que foram anulados no tempo normal; os classificados encaram o Chile, em Porto Alegre

Murillo Ciotti - Editado por Paulo Octávio
globoesporte.com
RICARDO MAZALAN (AP) e REUTERS/Sergio Moraes

Godín lamenta a chance perdida ainda no primeiro tempo contra o Peru

A seleção peruana sofreu, mas passsou pelo Uruguai e conseguiu uma vaga nas semifinais da Copa América. Los incas levaram três gols que foram anulados, seguraram o empate em zero a zero e passaram nos pênaltis. Suaréz foi o único que errou a cobrança e saiu de campo chorando.  Após a classificação de Brasil, Argentina e Chile, os peruanos foram os últimos  a  se classificar. Eles já garantiram ao menos a decisão de terceiro lugar.
 
1° TEMPO
 
Os primeiros 45 minutos foram melhores para os uruguaios, que criaram as melhores chances. Com 14’ passados, após cruzamento de Valverde, Suárez sobe com liberdade, mas exagera na força do cabeceio. O meia Nández também tenta com um chute cruzado dentro da área, mas a bola fica fácil para o goleiro após a batida desviar na zaga. Aos 23’, Suárez recebe bom lançamento, e o peruano Gallese dá rebote. Pressão continua. Cavani estava mal posicionado e isola a bola enquanto a bandeira já assinalava impedimento. Minutos depois, Nández cabeceia mal e a bola se perde pela linha de fundo.

Aos 28’, saiu o primeiro gol irregular. Depois de um cruzamento rasteiro de Nández, a zaga peruana rebate e a bola sobra nos pés do De Arrascaeta, que bate de primeira e balança as redes. O bandeirinha da partida já marcava o impedimento do meio campista, e com a confirmação do VAR, o gol é invalidado. Aos 36’, Arrascaeta ainda lançaria para Cavani, mas ele novamente parou no arqueiro do Peru.
 
2° TEMPO
 
No minuto inicial da segunda etapa, Valverde arrisca de longe em cobrança de falta e dá trabalho para Gallese. Com 8’, a seleção peruana não aproveitou a boa oportunidade. Em passe no meio da área, o atacante Guerrero não consegue chegar na bola. Quatro minutos mais tarde, Luis Suárez salva chute mal executado e lança para o veterano Godín, que isola. O camisa 9 também acha Edinson Cavani, que acaba marcando para os celestes. Ou tentando. A bandeira é mais uma vez erguida ao perceber a posição irregular do atacante. O mesmo tenta se redimir com um chute de fora da área, porém, a batida sai sem força e fica fácil para o goleiro.

Aos 27’, o último gol da Seleção do Uruguai que viria a ser anulado. Cáceres tem espaço para realizar o cruzamento, e Suárez estava lá de novo. Dessa vez, o uruguaio empurra para a rede com o joelho esquerdo. Sem tempo para comemorações, o impedimento milimétrico é certificado pelo árbitro de vídeo. Com ambas as seleções já sem forças próximo dos minutos finais, a partida seria decidida nos pênaltis com o placar zerado.
 
PENALIDADES

A decisão começara nos pés dos uruguaios. O camisa 9, Suárez, maior artilheiro da história de sua seleção (58 gols), foi o encarregado da primeira cobrança. O atacante não pega firme na bola, e Gallese defende. Os demais companheiros, Cavani, Stuani, Bentancur e Torreira anotaram os gols. No lado peruano, Paolo Guerrero, Ruidíaz, Yotún e Advíncula seguraram a vantagem. Edison Flores foi o último e o responsável por marcar e levar o Peru à penúltima fase da Copa América.

Suárez aos prantos após eliminação da celeste nos pênaltis

 PRÓXIMO CONFRONTO
 
Após despachar os uruguaios, a Seleção do Peru tem compromisso contra o Chile pelas semifinais da competição. Jogo será na próxima quarta-feira ,(03), às 21h30 (horário de Brasília), na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »