02/05/2022 às 18h41min - Atualizada em 24/04/2022 às 14h24min

Band: a nova Globo do século XXI

Sandro Gardel - Revisado por Isabelle Andrade
Logo Band e Globo. (Foto: Reprodução/ Na Telinha).

Não é de hoje que a Rede Bandeirantes (BAND), vem crescendo o olho na disputa pelo terceiro lugar no IBOPE. De lá para cá a emissora dos “Saads” vem fazendo grandes contratações de “demitidos” de outras emissoras, nomes estes que chegam até ser inusitados como Zeca Camargo, Faustão e Lívia Andrade.

Mas o que de fato vem gerando grande surpresa, é o interesse da emissora em voltar a produzir dramaturgia, sim voltar, para você que não se recorda a Band já produziu novelas, e não estou falando de “Quase Anjos”, “Isa TKM”, a primeira novela foi “Sua vida me pertence” na época (1951) a dramaturgia era transmitida ao vivo, pois não existia videoteipe (usada para registros de imagens), “Os adolescentes (1982)”, “Florisbela” (2006)” e “Água  na boca (2007)”, mas com o o tempo a emissora deu preferência por exibir novelas portuguesas e turcas.

Mas, será que a Band esta preparada?

Preparada ou não, a emissora vem fazendo investimento pesado. Cotado, Aguinaldo Silva é um dos maiores nomes renomados quando o assunto é novela e audiência. Autor de vários sucessos da Globo, o recém demitido esta na mira da BAND, segundo informações o autor é cotatado para escrever séries nacionais nos estúdios Vera Cruz.

LEIA MAIS: 
A revolução do Spotify na indústria musical e a criação dos Charts

Portanto, a produção de séries seria uma maneira de produzir dramaturgia sem recorrer a tradicional telenovela. Embora a Band recorrer a produção de folhetins, devendo não se preocupar tanto com o seguimento da Globo, seria para a concorrência bárbaro.

Tiro no próprio pé

Indubitavelmente a emissora dos Saads vem fazendo contratações inusitadas de grandes nomes, alguns deles passaram por um bom tempo. Conhecida por pegar sobras da concorrência, como por exemplo, o programa Pânico da Rede TV, que passou a fazer parte da grade em 2012, e coincidência ou não, anos depois a Band fez a mesma coisa contratando todo o elenco de “Encrenca” da Rede TV, porém ganhando o nome de “Perrengue na Band”, outra grande contratação que gerou grande surpresa foi a de Gorete Milagres, conhecida pela personagem “Filó” de “Oh, coitado”, a atriz vai integrar o elenco humorístico que vai ao ar todos os sábados.

Fiasco de audiência

Mas será que a emissora não aprendeu com os erros, sim erros, vale  lembrar que não é de hoje que a Band já levou “altos” tiros no próprio pé. Em 2014, Luiz Bacci, assinou um contrato de 42 meses, chegando a cumprir somente dez meses, na época o jornalista foi contratado para apresentar “Ta na Tela, com Luiz Bacci”, entretanto o fiasco de audiência que o programa alcançou foi mais vantajoso recorrer a multa rescisória de contrato. Quem não se lembra do “Muito +”, comandado pela loira Adriane Galisteu em 2012, o programa exibia um conteúdo de variedades contando com a participação de Leo Dias, Rita Batista, Lysandro Kapila, Gominho, Daniel Carvalho, Mônica Apor, Raphael Mendonça e Mica Rocha, mas não vingou.

Por fim, a emissora dos Saads tem que ir com calma, nem todos os artistas que fizeram sucesso no passado em outras emissoras, devem entregar a mesma audiência, nos dias atuais grande parte do público não assiste mais televisão, justamente pela falta de respeito que muitas delas tem com o público, “hoje você esta assististindo um determinado programa, amanhã ele já não esta mais no ar”, é válido lembrar que muitos desses artistas contratados pela Band não deu certo na emissora justamente pelo excesso de imagem, como Lívia Andrade e Zeca Camargo era usados para tapar buraco e isso não entra em pauta o talento de cada um.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »