29/10/2022 às 22h59min - Atualizada em 29/10/2022 às 22h48min

Novela "Todas as Flores" resgata o clássico folhetim

Produzida pelo Globoplay, a trama é sucesso no streaming e nas redes sociais

Gean Rocha - editado por Larissa Nunes
Todas as Flores é a primeira novela original Globoplay. (Foto: Reprodução/Globo)
Criada e escrita por João Emanuel Carneiro, com direção artística de Carlos Araújo, a novela tem Regina Casé, Sophie Charlotte, Letícia Colin, Fábio Assunção, Caio Castro e Humberto Carrão nos papéis principais. O folhetim terá 85 capítulos, divulgados cinco por semana, todas as quartas-feiras e divididos em duas temporadas.

Na pele de Maíra, uma deficiente visual, nos deparamos com um banho de talento e sensibilidade de Sophie Charlotte. A atriz protagoniza a história de João Emanuel Carneiro ao lado de Letícia Colin, que vive a sua inescrupulosa irmã Vanessa, e Regina Casé, a mãe das duas, a vilã sem noção Zoé.


"Todas as Flores" teve um impacto de cara ao apresentar as narrativas de todos os núcleos logo no primeiro capitulo com dinamismo na medida, mas esse método já foi usado por João Emanuel em “Avenida Brasil” sucesso escrito pelo autor em 2012.

A fotografia, o texto, a direção, o elenco, a trilha sonora são um combo perfeito e garantia de sucesso. Uma trama irresistível com vilãs bem marcadas e protagonistas bem desenhados com maestria pelo autor.

Leia mais: ‘Travessia’, inspirada em caso real de fake news, destaca a importância cultural das novelas
70 Anos das telenovelas brasileiras, um marco na história do país
Como os temas sociais são abordados nas telenovelas brasileiras

Cotada para substituir Pantanal no horário nobre da Globo, a trama de João Emanuel Carneiro foi remanejada para o streaming. Na pressa de bater a HBO Max, que até então pretendia lançar sua primeira novela na plataforma, a emissora avaliou que o folhetim seguiria os passos de "Verdades Secretas 2" e teria uma boa performance na internet.


 
Depois do primeiro capitulo que foi liberada para assinantes e não assinantes do Globoplay ficou difícil compreender como "Todas as Flores" não virou a aposta da Globo para o horário nobre, a novela tem elementos fundamentais para prender o público. Uma mocinha ingênua, mas com certa malícia, e uma dupla de vilãs bem escritas pelo autor.

Além disso, a novela tem pontos fortes: um núcleo de samba, com presença de astros da música como Xande de Pilares e Mumuzinho, um segredo bem guardado por Judite, vivida pela Mariana Nunes, e uma história de injustiça envolvendo o mocinho interpretado por Nicolas Prattes.

"Todas as Flores" têm alta voltagem e forte apelo que traz o clássico do folhetim, com direção primorosa e ingredientes necessários para uma novela de sucesso.



 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »