31/07/2019 às 20h08min - Atualizada em 31/07/2019 às 20h08min

Isaquias é ouro no Pan-Americano; Vagner Souta e Ana Vergutz são bronze

Equipe brasileira de canoagem fez bonito nos jogos

Josineide Barbosa - Editado por Paulo Octávio
Isaquias competindo no C1-1000- Foto: Fabio Canhete/Canoagem Brasileira/Divulgação
O principal nome da canoagem brasileira conquistou a medalha de ouro no C1 1.000m, em Lima, no Peru. Após o mal súbito que acometeu seu parceiro de prova Erlon Souza, no último sábado, Isaquias Queiroz  conquistou sua única medalha na edição do Pan-americano de Lima, nesta segunda-feira (29). O canoísta encerrou sua participação no lugar mais alto do pódio. Os paranaenses Vagner Souta e Ana Paula Vergutz conquistaram a medalha de bronze.

Medalhistas do Brasil na canoagem, no Pan de Lima- Foto: Divulgação/CBC

 
Na prova mais aguardada da canoagem de velocidade, Isaquias fez o tempo de 3min47s631 e garantiu seu bicampeonato. Enquanto o cubano Fernando Jorge chegou quase um segundo depois e ficou com a prata. A medalha de ouro foi disputada remada a remada, mas o brasileiro sempre esteve na liderança. O canadense Drew Hodges completou o pódio. As águas estavam a favor do time Brasil. No K1 1.000m, versão da prova no caiaque, Vagner Souta (3m35s960) conquistou a medalha de bronze . O argentino Augustin Vernice (3m31s995) ficou com o ouro e o canadense Marshall Hughes (3m35s907) foi prata. O paranaense chega a marca de três medalhas nos jogos após garantir sua primeira medalha individual. Ele já havia ganhado prata no K2 1.000 , com dois remadores, e bronze no K4 1.000 (quatro remadores), em Toronto, no ano de 2015. 

No feminino, Ana Paula Vergutz também ficou com o bronze. A atleta fez a marca de 1m54s294 no K1 500. A mexicana Beatriz Briones concluiu a prova com o menor tempo (1m52s552), enquanto a canadense Adréanne Langlois registrou 1m53s332 e garantiu a prata.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »