26/09/2019 às 17h33min - Atualizada em 26/09/2019 às 17h33min

Prêmio The Best coroa Messi e Rapinoe como os melhores jogadores do mundo

Os brasileiros Alisson e Marcelo foram os representantes do Brasil na seleção da FIFA

Carlos Augusto dos Santos - Editado por Paulo Octávio
Foto: AFP
Lionel Messi e Rapinoe foram os destaques do The  Best, premiação da FIFA destinada aos melhores jogadores da temporada 2018/2019. Pela sexta vez na carreira, o argentino foi eleito o melhor jogador do mundo entre os homens. A celebração ainda premiou Klopp como melhor técnico, e o brasileiro Alisson venceu na categoria melhor goleiro. O Brasil ainda subiu ao palco mais uma vez para receber o prêmio de melhor torcida, que foi dado a Silvia Grecco, mãe do garoto Nickollas. Grecco acompanha seu filho nos estádios e narra os jogos para ele, que possui autismo leve e deficiência visual.   

Novamente o mundo do futebol se rende Lionel Messi. El Pibe teve 46 votos e bateu Cristiano Ronaldo e Van Dijk. Agora o jogador se iguala a brasileira Marta, que também levou o troféu em seis oportunidades. Na temporada, o camisa dez do Barcelona venceu o Campeonato espanhol e Supercopa da Espanha.  Pela seleção argentina foi terceiro lugar da Copa América. No discurso, o jogador  enalteceu o coletivo.   

“Eu sempre digo que o prêmio individual é secundário, o mais importante é o coletivo. Mas hoje é especial para mim, tive a oportunidade de estar ao lado da minha mulher e de dois dos meus filhos. O Thiago já veio aqui mas era muito pequeno, hoje vê-los ali não tem preço”, disse  


Messi com o seu sexto prêmio e melhor jogador do mundo  -  Imagem: FIFA  

Na disputa entre as mulheres, Rapinoe  sagrou-se a melhor do mundo pela primeira vez. Ativista na luta contra racismo e homofobia, ela pediu mais igualdade entre homens e mulheres no futebol.    

 
“Se todo mundo se posicionasse contra o racismo como todas essas pessoas se posicionaram, se todos se posicionassem contra a homofobia como as jogadoras LGBT fazem para jogar futebol. Se realmente queremos mudanças, precisamos de todo mundo se posicionando contra o racismo, contra a homofobia, pela igualdade de pagamentos. Temos grandes oportunidades, temos grande sucesso, uma grande plataforma. Temos a oportunidade de usar esse jogo lindo para realmente mudar esse mundo para melhor”, afirmou.  


Megan Rapinoe discusando no The Berst  -  Imagem: Marco Bertorello - AFP  

Outros vencedores  

O garoto palmeirense Nickollas venceu na categoria de melhor torcedor. O jovem foi tema de reportagem da  TV Globo. Repórter Marco Aurélio Souza  avistou, nas arquibancadas do estádio do Allianz, o garoto e sua mãe, Silvia Grecco, que narra as partidas e acompanha o filho sempre.  Greco causou emoção e arrancou aplausos de pé da plateia.   

“Eu gostaria de compartilhar este premio com o senhor Justo Sánchez, que também tem uma linda história de amor com o filho dele. Nickollas, aqui na frente estão muitaspessoas, muitos jogadores e muitos ídolos, estamos aqui representado o nosso time, Palmeiras, e todos os torcedores do Brasil e do mundo, todos aqueles que trocem pela pessoa com deficiência. O futebol pode transformar a vida dessas pessoas, e o simples gesto de narrar os jogos para o meu filho, tivemos a oportunidade de uma jornalista da TV Globo, Marco Aurélio Souza, nos vir com os olhos do coração”. 


Nickollas e Silvia com premio FIFA Fan Awards  -  Imagem: Reuters   

SELEÇÃO FEMININA :   

Goleira: Sari Van Veendaal (Holanda).  Defensores: Lucy Bronze (Inglaterra), Nilla Fischer (Suécia), Kelly O’Hara (EUA) e Wendie Renard (França) . Meio Campo: Julie Ertz (EUA), Amandine Henry (França) e Rose Lavelle (EUA). Ataque: Alex Morgan (EUA) Megan Rapinoe (EUA) e Marta (Brasil)  

SELEÇÃO MASCULINA  

Goleiro: Alisson (Brasil). Defensores: De Lig( (Holanda), Sergio Ramos (Espanha), Van Dijk (Holanda) e Marcelo (Brasil) . Meio Campo: Modric (Croácia), De Jong (Holanda), Hazard (Belgica) . Ataque: Mbappé (França), Messi (Argentina) e Cristiano Ronaldo (Portugal). Técnico Jurgeen Klopp  

PRÊMIO PUSKAS  

Dániel Szóri, húngaro de 18 anos, com gol de bicicleta desbancou Messi.    


Canal FIFATV

FAIR PLAY:

Marcelo Bielsa.  O meia polonês Mateusz Klich fez o gol enquanto jogadores do Aston Villa pediam para que seu atleta fosse atendido. Apesar do placar favorável, Bielsa indicou que os comandados do Leeds deveriam permitir o gol da equipe de Birminghan. Apesar da boa ação, Leeds não conseguiu vaga na elite do campeonato inglês.  

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »