07/02/2021 às 13h07min - Atualizada em 07/02/2021 às 12h58min

Uma resenha sobre o podcast "Calcinha Larga"

Vanessa Costa - Editado por Luhê Ramos
Calcinha larga é um podcast lançado em maio de 2020. Apresentado pela escritora Tati Bernardi, a youtuber Hellen Ramos (conhecida também como Hel Mother) e a roteirista Camila Fremder, a proposta é abordar temas cotidianos na visão feminina. Os episódios sempre contam com a presença de uma quarta voz - a convidada da semana. Elas conversam sobre maternidade, relacionamentos, vida profissional e feminismo em tom bem humorado e sincerão. 

Em sua terceira temporada, o podcast aborda as amizades. Diferente da primeira que abordou maternidade e a segunda relacionamentos e sexo, o slogan dessa nova temporada “É um espaço pra gente fazer novas amizades e perdoar as velhas”.

Por quase duas horas ou mais, o trio narra aventuras do passado ou do dia a dia com quadros como “Eu não engulo” com exemplos de situações que não toleram, "Dica na mão calcinha no chão” indicações sobre livros, filmes, séries, "Favor ou folga" julgamentos sobre os pedidos dos amigos, “Mãe normal ou mãe de merda?” colocam na berlinda situações com os filhos para serem julgadas se é uma atitude normal é uma falha.

Tenha você mais ou menos de trinta anos, filho ou não, Calcinha Larga é sobre ser mulher da maneira mais verdadeira possível. Ouvir Tati, Hellen e Camila é quase como uma conversa de banheiro na balada, as três vozes desmitificam o universo feminino e jogam fora sem cerimônia a romantização sobre o ser mulher. Os temas acabam aproximando de famosas ou bem sucedidas de mulheres comuns que passam pelos mesmos perrengues.


Em 2020, o programa apareceu em diversas listas de indicações, de influenciadoras e páginas que abordam feminino e feminismo, cultura e maternidade e formas de driblar o isolamento social. As apresentadoras já são famosas na web, cada uma com mais de 100 mil seguidores no Instagram e projetos paralelos.

Tati, é escritora, roteirista, estuda psicanalise, podcaster no "Meu inconsciente coletivo" - novo projeto do jornal Folha de São Paulo com o Spotify -, casada e mãe da Rita, de 3 anos de idade. Hellen é jornalista, youtuber, criadora do canal "Hel Mother" com mais de 160 mil inscritos no Youtube, fala sobre maternidade real, é mãe solo do Caetano de 6 anos. Camila é escritora, roteirista, podcaster no “É nóia minha?” e mãe do Arthur com 2 anos, vive um novo romance após o divórcio do casamento de dez anos.


Atualmente são 39 episódios no ar e convidadas ilustres, colocadas contra a parede para “falar a real”. Entre elas esteve a escritora Maria Riberiro, a atriz Débora Falabella, a apresentadora Bela Gil, a influenciadora digital Veronica Oliveira (@faxinaboa), a jornalista Andreia Sadi. Dentre os títulos dos episódios, os que mais despertam a curiosidade são “Nunca, vou fazer isso, ops.. já fiz”, “Sexo normal ou sexo de merda?”, “Sem passar pano para babaca", "Grávida e transona" e "Favor ou folga?".

   
Onde ouvir: na plataforma de streaming Spotify com conta paga ou gratuita
No Instagram @calcinhalarga @tatibernardi @ahelramos @cafremder.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »