08/02/2021 às 14h32min - Atualizada em 08/02/2021 às 14h30min

Com Aron Rodgers MVP e Peyton Meanning eleito ao Hall da Fama, NFL Honors anuncia os vencedores de 2020

Tradicional prêmio da NFL é sempre divulgado um dia antes do Superbowl e faz parte das festividades da grande final da liga

Lucas de Almeida Andrade - Editado por Juan Camilo
Aron Rodgers foi eleito pela terceira vez o MVP da temporada. Foto: Justin Edmonds/Getty Images/AFP
Aconteceu na noite do último sábado (6), o anuncio dos vencedores do NFL Honors da temporada 2020. O tradicional prêmio é dado para jogadores e técnicos pelos seus desempenhos individuais durante o ano. A divulgação dos premiados acontece sempre um dia antes do Superbowl como parte das festividades da final do campeonato.  

A divulgação dos vencedores foi feita de forma online via redes sociais da NFL. Além do reconhecimento pelo desempenho dentro de campo, foram apresentados os oito novos membros que entraram para o Hall da Fama da liga, pelos feitos históricos de jogadores já aposentados. 

O principal prêmio da noite foi para Aron Rodgers, quarteback do Green Bay Packers, que foi condecorado com o MVP (Most Valuable Player), ou seja, o prêmio de jogador mais valioso da temporada. Rodgers comandou sua equipe para uma campanha de 13 vitórias e três derrotas na temporada regular. Nos playoffs o time foi derrotado na final de conferência.

O quarteback teve números expressivos tendo lançando para 44 touchdowns, completado mais de 70% dos passes e teve apenas cinco interceptações. Esta foi a terceira vez que o jogador recebeu o prêmio de MVP, anteriormente ele foi condecorado em 2011 e 2014. 

Um prêmio que costuma passar desapercebido, mas na atual temporada teve grande repercussão foi o Comeback Player of the Year, cujo o reconhecimento é dado para o jogador que teve uma grande reviravolta após anos ruins ou temporadas prejudicadas por lesões. O laureado foi o quarteback de Washington, Alex Smith, que voltou a ser titular na liga em 2020. Smith teve uma grave lesão na perna a duas temporadas, correu risco de morte durante a recuperação e mesmo assim conseguiu voltar a jogar futebol americano. 

Já em relação ao Hall da Fama foram escolhidos oito nomes para ingressarem no salão das grandes personalidades da liga. A classe de 2020 foi capitaneada pelo ídolo do Indianapolis Colts e Denver Broncos, o ex quarteback Peyton Meanning. Dono de dois títulos de Superbowl, um em cada equipe, Meanning é tido por muitos especialistas como um dos maiores quartebacks da história da liga.  

A classe de eméritos ainda conta com nomes dos ex-jogadores Calvin Johnson, Charles Woodsoon, Alan Faneca, John Lynch e Drew Pearson. O ex-técnico Tom Flores e o já falecido dirigente Bill Nunn também foram homenageados. Em agosto de 2021 ocorrerá uma cerimônia onde os bustos dos escolhidos serão introduzidos no museu na liga. 

Seguindo com as escolhas individuais, o técnico do Cleveland Browns, Kevin Stefanski, foi escolhido como o melhor da temporada por ter levado a equipe aos playoffs depois de 19 anos e por ter conseguido a primeira vitória na fase eliminatória para os Browns depois de 24 anos. Aron Donald do Los Angeles Rans e Derrick Henry do Tennessee Titans foram escolhidos como melhor jogador defensivo e melhor jogador ofensivo, respectivamente. 

Dentre os novatos da liga o quarteback Justin Herbert do Los Angeles Chargers levou o prêmio de calouro ofensivo do ano. Já do lado defensivo o prêmio de calouro do ano foi para Chase Young de Washington. Por fim, o quarteback do Seattle Seahawks, Russel Wilson, foi agraciado com o troféu Walter Payton, que reconhece o jogador que mais se destacou por causas sociais.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »