10/06/2021 às 15h56min - Atualizada em 10/06/2021 às 15h44min

Turquia e Itália dão o pontapé inicial da Eurocopa 2020

Jogando em Roma, as seleções protagonizam a primeira partida do torneio continental, após 21 anos desde o último jogo entre as equipes na competição

Wagner Gabriel Batista Maciel - labdicasjornalismo.com
Ozalam e Fiori disputam a bola na partida Itália 2 x 1 Turquia, Euro 2000 - Foto: BBC Sport

Iniciando a 16ª edição da Eurocopa, Turquia e Itália se enfrentam no Estádio Olímpico de Roma, na próxima sexta-feira, às 16h (Brasília). A partida terá a presença de 16 mil torcedores, sendo 3 mil da Itália, 3 mil turcos e 10 mil escolhidos pela Uefa. As equipes não se encontram pela competição desde o ano 2000, quando a Azzurra bateu os turcos por 2 a 1, com gols de Antonio Conte e Filippo Inzaghi. A seleção turca, atualmente treinada por Senol Güneş , terá que buscar opções de ataque com Yilmaz e Calhanoglu, para surpreender os italianos, que não perdem uma partida desde 2018, em uma derrota por 1 a 0 para Portugal, na Nations League.

 

TURQUIA

 

O início do trabalho de Güneş na seleção turca gerou resultados positivos à equipe, principalmente  no ano de 2021. Desde março, quando conseguiram uma vitória sobre a Holanda, por 4 a 2,  as Estrelas Crescentes não perderam uma única partida. Foram seis jogos disputados, somando quatro vitórias e dois empates. Esta será a primeira Eurocopa de Senol Güneş a frente da seleção principal. Na principal campanha da seleção na Euro, em 2008, os turcos chegaram às semifinais do torneio, mas foram batidos pela Alemanha por 3 a 2. Naquela ocasião, o treinador era Fatih Terim.

 

Líder da seleção nacional turca em 76 jogos, um dos mais relevantes trabalhos de Güneş foi em 2002, quando o treinador guiou sua nação em campo até as semifinais da Copa do Mundo, quando o Brasil os bateu por 1 a 0 e se encaminhou para o pentacampeonato. Questionado pela imprensa italiana sobre a geração de 2002 e o atual elenco turco, Güneş declarou: “[a seleção do] o passado fez história, agora podemos fazer o futuro.” O experiente técnico afirma ver a Itália como um dos favoritos ao título e disse: “nós queremos mostrar nosso futebol contra esse tipo de equipe”.

 

Possível escalação de acordo com a UEFA: Uğurcan Çakır; Zeki Çelik, Merih Demiral, Çağlar Söyüncü, Umut Meraş; Okay Yokuşlu, Ozan Tufan, Hakan Çalhanoğlu, Cengiz Ünder, Kenan; Burak Yılmaz

 

Itália 

 

Campeã da Euro pela última vez em 1968, a seleção de Roberto Mancini busca a glória da Europa pela segunda vez em sua história. A chance de erguer a taça esteve perto em 2012, mas a equipe se deparou com uma poderosa Espanha e perdeu por 4 a 0 na decisão. Entretanto, contando com uma geração bem qualificada, a seleção emerge como favorita no grupo A, que conta com Turquia, Gales e Suíça. A equipe também possui um desempenho positivo nos últimos jogos, pois não perdem uma partida desde setembro de 2018. A partir de então, foram 27 jogos, 22 vitórias e apenas cinco empates.

 

Para o treinador Mancini, a presença da torcida no primeiro jogo é muito importante, ainda que sejam apenas 16 mil torcedores no estádio. Os torcedores irão presenciar a mistura de gerações de jogadores italianos, sendo esse um dos pontos fortes da equipe: a  junção de veteranos como Chiellini e Bonucci jogando com os jovens Chiesa e Donnarumma. Entretanto, o treinador não subestima as outras equipes de sua chave e afirmou ao site da UEFA: “ A Turquia tem um time forte, pois os jogadores são bons tecnicamente e fisicamente fortes. Eles melhoraram muito. Será da mesma forma jogando contra Suíça e Gales.”

 

Possível escalação de acordo com a UEFA: por conta de uma lesão no joelho de Veratti, a seleção de Mancini estará na seguinte formação: Donnarumma; Florenzi, Bonucci, Chiellini, Spinazzola; Barella, Jorginho, Locatelli; Berardi, Immobile, Insigne

 

Retrospecto do confronto 

 

Este será o segundo encontro entre Turquia e Itália na história da Eurocopa. O primeiro e único foi no ano 2000, quando os turcos perderam por 2 a 1 para a seleção italiana treinada por Dino Zoff. Naquela edição, os turcos caíram nas oitavas de final para Portugal. Já a Itália, com seu elenco que contava com Totti, Maldini e Del Piero, foi até a fase final e enfrentou a França de Deschamps e Zidane. A partida terminou em 1 a 1 e, no gol de ouro, Trezeguet marcou para a França e deu o título à sua nação. 

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »