29/07/2021 às 17h39min - Atualizada em 13/06/2021 às 09h01min

O que esperar dos festivais de música no futuro?

Adiados devido a pandemia, surgem inúmeras dúvidas se o Lollapalooza e o Rock in Rio terão a mesma essência de antes

Gabriel Ferreira - Revisado por Damáris Gonçalves
https://exame.com/bussola/previsto-para-2022-rock-in-rio-reforca-cultura-em-meio-a-pandemia/
Foto: Divulgação
Com previsões de serem realizados neste ano, os eventos de cultura organizacional como o Rock in Rio e Lollapalooza tiveram que ser adiados em decorrência da pandemia do novo coronavírus. Mas devido a indecisão das vacinas aqui no Brasil, surge a seguinte dúvida: “O que podemos esperar desses eventos musicais daqui pra frente?”
 
Existem várias formas para responder essa questão, ainda mais se tratando de eventos que já foram palcos de inúmeros artistas consagrados ao redor do mundo. Os festivais atraíram multidões de pessoas e marcaram a carreira de vários músicos. Ao ouvir algumas pessoas que estiveram presentes tanto no Rock in Rio quanto no Lollapalooza, foi possível compreender a opinião dos fãs sobre o futuro dos musicais.
 



A estudante de jornalismo Hellen Almeida conta sobre a sua experiência de estar no Rock in Rio. "Meu primeiro Rock in Rio foi o de 2019 (o último), foi simplesmente incrível! Lá é surpreendente, organizado e divertido", relembra. Ao questioná-la sobre o futuro do festival, Hellen afirma que não sabe exatamente como será, mas espera que toda a população esteja vacinada para o evento. Caso a vacina não chegue para todos, ela espera restrições nos transportes, distanciamento de locais, medição de temperatura nas entradas com direito ao álcool em gel.
 

"Enxergo eventos como o Rock In Rio um acalento para o coração após o isolamento, mas acredito que assim como qualquer outro aspecto da nossa vida anterior a pandemia, não será 100% o mesmo, mas não quer dizer que não será divertido" , finaliza a estudante.

 


Já a Desirée Assis, também é estudante de jornalismo, fala sobre a sua experiência de ter ido ao Lollapalooza em 2018 e a dimensão do evento. “Então, apesar do espaço, acaba que fica bastante ocupado pela quantidade de pessoas que compra o ingresso. Aliás, não poderia esperar menos do evento, que costuma ser maior ou da mesma proporção que as edições anteriores e isso já conta como um alarme para poder assistir” , relata.
 
A estudante chegou a comprar os ingressos para ir ao festival em 2020, mas devido a pandemia, o entretenimento teve que ser adiado. "Será mesmo que as pessoas irão deixar de ir ao festival? Eu cheguei a comprar os ingressos em 2020 e não pude ir por conta da pandemia. O que significa que os ingressos estão comigo e o Lollapalooza não teve um uma política de reembolso, né? Então assim, por enquanto não tenho esse direito de ter meu dinheiro de volta, tive informações que o evento vai acontecer no final de 2022 seguindo as normas" , conta. Desirée segue esperançosa no eventual retorno, pois acredita que boa parte da população estará imunizada e eventos como este acontecerão novamente.
 



 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »