01/07/2021 às 14h36min - Atualizada em 28/06/2021 às 10h51min

Conheça 10 descobertas e invenções feitas por mulheres

Muitas inventoras mudaram o universo da ciência e tecnologia com seus trabalhos, veja algumas delas

Kethilyn Mieza - revisado por Jonathan Rosa
Marie Curie, ganhadora de dois Prêmios Nobel e descobridora da radioatividade. (Foto: Reprodução / Revista Galileu)

Muitas pessoas ajudaram a sociedade a evoluir com suas descobertas e invenções. Algumas vezes construindo objetos que facilitam as nossas vidas ou até mesmo descobrindo elementos químicos que originaram novas criações. Contudo é raro nos perguntamos quem criou determinado material que estamos usando, como um filtro de café, por exemplo.

A verdade é que muitas dessas criações foram desenvolvidas por mulheres, que produziram ou descobriram coisas que hoje usamos com frequência,  mas ao longo da história tiveram pouco reconhecimento, já que esse universo da ciência era dominado por homens. Por isso, é importante destacar e dar mais visibilidade ao trabalho dessas mulheres que ajudaram a construir o mundo que temos hoje. Nessa matéria você vai conhecer dez dessas invenções e descobertas feitas por mulheres:

Filtro de Café


A alemã Amalie Auguste Melitta Bentz, foi a pessoa que criou o primeiro filtro de café de papel, diferente dos coadores de pano que eram usados na época e difíceis de limpar. Amalie fez uma série de experimentos até  chegar ao resultado final, usando um papel filtrante dentro de um recipiente de latão com furo. Com a invenção, Bentz precisou produzir o filtro de papel em série, e patenteou a criação em 1908.

Hedy Lamarr foi uma famosa atriz de Hollywood durante os anos 1930, que apesar de ser de origem austríaca, se naturalizou americana. A atriz foi a inventora da conexão wireless, uma tecnologia criada durante a Segunda Guerra Mundial, que possibilitou o envio de torpedos à distância sem interceptações de inimigos. A invenção também abriu portas para que, mais tarde, desenvolvessem tecnologias que usamos hoje, como Wi-Fi e Bluetooth.

Seringa

A americana Letitia Mumford Geer foi uma enfermeira que, em 1899, registrou a patente da primeira seringa para aplicação de substâncias por meio de um pistão, que na época apenas podia ser utilizada por médicos. A invenção de Letitia melhorou e facilitou a vida dos profissionais de saúde, e inspirou as seringas modernas que conhecemos hoje.

Limpador de Para-brisa

As dificuldades de dirigir com temporais, garoas ou neve foram amenizadas com a criação dos limpadores de para-brisa. A invenção foi da americana Mary Anderson, que a registrou no ano de 1903. Os limpadores funcionam por meio de um sistema automático e facilitam a vida dos motoristas nos dias de chuva ou outras situações do cotidiano.

Fraldas Descartáveis

Marion Donovan colecionou dezenas de patentes, e também foi responsável pela invenção das fraldas descartáveis à prova de líquidos, o que mudou totalmente a vida dos pais que tinham dificuldades para higienizar as fraldas de pano. Donovan teve a ideia inicial ao costurar uma cortina de chuveiro à fralda, fazendo com que não molhasse as roupas ou o berço do bebê.

Vidro Invisível

A física Katharine Burr Blodgett foi a criadora do vidro invisível, uma placa extremamente fina e com baixos níveis de distorção e reflexo. Com a invenção, foi possível revolucionar as tecnologias de câmeras e melhorar de forma significativa aparelhos como projetores, telescópios, entre outros. O filme “E o Vento Levou”, de 1939, foi o primeiro a utilizar vidro invisível em suas câmeras.

Sistema de Vigilância Doméstico

Em 1969, a inventora afro-americana e natural de Nova York, Marie Van Brittan Brown, obteve a patente para o primeiro sistema de vigilância para uso doméstico. O sistema funcionava com uma câmera que podia ser monitorada e movida por quatro buracos diferentes, assim transmitindo as filmagens para uma tela dentro da casa.

Marie Van Brittan Brown, inventou o primeiro sistema de vigilância para uso doméstico. (Foto: Reprodução / Google Patents)

Linha de Produtos Para Cabelo Afro

Madam C. J. Walker foi a pioneira no ramo de produtos para cabelo afro nos Estados Unidos. Depois de perder seu cabelo devido a uma doença, a empresária resolveu inventar uma linha de produtos para pessoas com cabelo afro, o que deu à ela o título de uma das primeiras mulheres norte-americanas a ficar milionária por consequência do próprio esforço.

Madam C.J. Walker, primeira milionária pelo próprio trabalho. (Foto: Reprodução / Collection of the Smithsonian National Museum of African American History and Culture, Gift of A'Lelia Bundles / Madam Walker Family Archives)

Corretivo Líquido

A secretária Bette Nesmith Garham foi a pessoa que inventou, em 1951, o que no Brasil chamamos de corretivo, branquinho e outras diversas denominações. O líquido, inicialmente chamado de mistake out, foi criado para corrigir erros ortográficos nos papéis, sem a consequência de sujar ou rasurar a folha. Até hoje, o corretivo líquido é muito usado, em especial durante os anos escolares.

Radioatividade

Marie Curie foi uma das primeiras mulheres a mudar a história e tomar mais espaço no meio científico, que era dominado pelos homens. A física descobriu a radioatividade a partir de seus estudos sobre urânio, e junto a Pierre Curie, seu marido, apresentou ao mundo os elementos químicos polônio e rádio. Marie Curie também foi a primeira pessoa a receber o Prêmio Nobel duas vezes, um em física e outro em química.

Marie Curie, descobriu a radioatividade. (Foto: Reprodução / Revista Galileu)

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »