17/06/2019 às 15h28min - Atualizada em 17/06/2019 às 21h28min

Toronto Raptors faz história, supera Golden State Warriors na Califórnia e conquista título da NBA

Canadenses contaram com excelente atuação coletiva para quebrar novo mando de campo e vencerem maior torneio de basquete do mundo pela primeira vez

Bernardo Nascimento - Editado por Taynã Melo
Jogadores do Toronto Raptors comemoram título inédito na NBA (Foto: Ezra Shaw/AFP/Getty Images)
Na última quinta-feira (13), o Toronto Raptors venceu o Golden State Warriors, sagrando-se campeão da NBA. Pela primeira vez na história, um time canadense consegue o feito. Os Raptors derrotaram os Warriors por 114 x 110, na casa do rival, em Oakland, fechando a série em 4 x 2. O fato curioso foi que apenas a primeira partida do confronto foi vencida pelo mandante, todos os outros duelos tiveram vitórias dos visitantes.
 
Como nos jogos anteriores, o duelo foi equilibrado. Porém, diferentemente das cinco outras partidas da final, as equipes se revezaram na frente do placar, com mais de 20 trocas de liderança e sem abrir grande vantagem. Além disso, o final foi dramático, com resultado em aberto até os segundos finais.
 
A festa em Toronto dependeu de uma grande atuação coletiva do Raptors. Kyle Lowry (26), Pascal Siakam (26), Kawhi Leonard (22) e Fred VanVleet (22) somaram mais de 20 pontos. Serge Ibaka saiu do banco e marcou 15 pontos em 22 minutos em quadra. O pivô espanhol Marc Gasol marcou apenas três pontos, mas compensou com nove rebotes, quatro assistências e presença na defesa.
 
De quebra, o Raptors impediu que o Warriors ganhasse o primeiro tricampeonato da NBA desde 2002, quando o Los Angeles Lakers superou o New Jersey Nets, levantando terceiro título consecutivo. Essa foi a quinta final seguida do Golden State.
 
Kyle Lowry inspirado no primeiro período
 
Personagem central do jogo 5 ao não converter o arremesso da virada no último lance, Kyle Lowry começou o jogo com tudo. O armador marcou os oito primeiros pontos do jogo com direito a duas cestas de três. Ao todo, somou 15 pontos no primeiro quarto, superando sua pontuação nos jogos 1, 2 e 4 da série.
 
Warriors assumem liderança, mas perdem Klay Thompson

O grande nome do time canadense na segunda parcial foi Serge Ibaka, que contribuiu com oito pontos e foi importante na defesa, como de costume. Pelo lado da equipe californiana, Andre Iguodala teve um desempenho inédito na série, marcando sete pontos.
 
O nome do terceiro quarto foi Klay Thompson. No entanto, mais uma vez o Golden State lamentou a lesão de um jogador importante num momento agudo da partida. Thompson, após uma bandeja no fim do terceiro quarto, trombou com Danny Green e caiu de mau jeito, lesionando o joelho. Naquele momento, o resultado era de 85 x 80 para os Warriors.
 
Com drama até o fim, Toronto se recoloca à frente para faturar troféu
 
No último quarto, com o placar apertado, o jogo seguiu com suas reviravoltas e diferenças de, no máximo, três pontos. Então brilhou a estrela de Fred VanVleet. O reserva de luxo do Toronto somou 12 pontos na parcial, nove deles em arremessos de três pontos, e comandou a virada. 
 
A temporada tinha que terminar de maneira espetacular e os últimos lances corroboraram com isso. O Warriors teve a chance de ouro de vencer o jogo e levar a decisão para o Jogo 7. Contudo, Steph Curry errou o arremesso decisivo. O rebote ficou com o Raptors, que tiveram uma falta, e apenas os lances livres serviram para fechar o placar: 114 x 110.
 
Finais da NBA: Toronto Raptors 4 x 2 Golden State Warriors

Jogo 1: TOR 118 X 109 GSW
Jogo 2: TOR 104 x 109 GSW

Jogo 3: GSW 109 x 123 TOR
Jogo 4: GSW 92 x 105 TOR
Jogo 5: TOR 105 x 106 GSW
Jogo 6: GSW 110 x 114 TOR

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »