25/11/2021 às 01h13min - Atualizada em 25/11/2021 às 01h07min

Empate mantém São Paulo e Athletico ameaçados pelo Z-4

Tricolor tenta, mas não consegue derrotar a retranca do Furacão; os dois times torcem contra o Bahia, nesta sexta, para que distância da zona do rebaixamento não diminua

Igor Oliveira - labdicasjornalismo.com
Gabriel Sara foi um dos destaques do tricolor na partida. Foto: Marcos Ribolli / GE
São Paulo e Athletico Paranaense empataram em 0x0 no Morumbi, em partida válida pela 34ª rodada do Brasileirão. Com o resultado, as duas equipes continuam empatadas com 42 pontos na tabela, o Furacão leva vantagem no número de vitórias e está na 12ª posição enquanto o Tricolor é o 14º. Os clubes estão a cinco pontos do oitavo colocado, Internacional, -- que hoje iria para pré-Libertadores -- e a cinco da zona do rebaixamento, vantagem que pode cair para dois caso Bahia vença o Grêmio neste sexta (26).

PRIMEIRO TEMPO

Jogando diante mais de 40 mil torcedores, o São Paulo tomou as ações da partida desde o início. Logo aos seis minutos Calleri acertou um bom passe por elevação para Rigoni finalizar, mas Santos fez boa defesa com o pé esquerdo. Quatro minutos depois, Rigoni pegou de primeira após bola rebatida pela zaga e levou perigo ao gol athleticano. No lance seguinte Rigoni finalizou mais uma vez da entrada da área e obrigou Santos a se esticar todo para fazer a defesa.

O jogo seguia tranquilo para a arbitragem até que em uma bola dividida, Reinaldo entrou com a sola da chuteira no tornozelo de Renato Kayzer. Apesar da grande reclamação por parte da equipe paranaense o árbitro Leandro Vuaden mostrou apenas o cartão amarelo para o lateral. Já Kayzer até tentou continuar no jogo, mas precisou ser substituído alguns minutos depois. Em seu lugar entrou Pedro Rocha.

O Tricolor continuou ditando o ritmo do jogo, mas pecava no último passe e acabava tendo que insistir nos cruzamentos. Em uma dessas bolas levantadas na área, Gabriel Sara desviou na primeira trave e por pouco Arboleda não completou para o gol.

Vindo do título da Copa Sul-Americana no último sábado, o Athletico parecia estar satisfeito com o empate, tanto que o goleiro Santos recebeu o cartão amarelo ainda no primeiro tempo devido a cera na reposição de bola.

SEGUNDO TEMPO

Logo aos dois minutos da segunda etapa, o São Paulo teve sua melhor chance na partida, Rigoni roubou a bola próximo ao círculo central e avançou em direção ao gol, ao entrar na área ele deixou um adversário no chão e bateu de perna esquerda no canto de Santos, o argentino só não contava que Marcinho estava bem posicionado para tirar a bola quase em cima da linha.

A primeira finalização do Athletico na partida veio apenas aos dez minutos do segundo tempo, quando Christian bateu de fora da área sem levar muito perigo ao gol de Tiago Volpi. Quatro minutos depois após cobrança de falta na intermediária, Léo e Arboleda apareceram cara a cara com Santos, mas o goleiro mostrou reflexo para realizar a defesa.

No lance seguinte a zaga paranaense recuou mal a bola e Santos precisou sair da área para dar o chutão, Pablo que havia acabado de entrar apareceu para dividir com o goleiro, mas a bola saiu em tiro de meta. Após essa jogada a partida perdeu intensidade, com o São Paulo dominando a posse de bola, mas com muita dificuldade para criar jogadas de perigo ao gol rubro-negro.

Aos 30 minutos, Rigoni deu um bom passe de calcanhar para Sara que bateu para fora. Pouco depois, Orejuela cruzou pela direita e Pablo cabeceou por cima do gol. Já no final da partida Pedro Rocha passou por dois marcadores na esquerda, levou para o meio e finalizou sem direção.

PRÓXIMOS JOGOS

O São Paulo recebe o Sport no próximo sábado (27) às 21h30. Já o Athletico permanece na capital paulista onde enfrentará o Corinthians no domingo (28), âs 16h. Ambas as partidas serão válidas pela 36ª rodada do Brasileirão.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »