13/03/2020 às 23h07min - Atualizada em 13/03/2020 às 23h07min

Histórias de mulheres brasileiras

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, a literatura mostra vários exemplos sobre participações femininas

Carolina Fim Feliciano - Editado por Rafael Campos
Ao longo da história do Brasil diversas transformações ocorreram e vários personagens marcaram época. No contexto de uma sociedade patriarcal, a maioria das figuras memoráveis ainda são homens. O Dia Internacional da Mulher, lembrado anualmente no dia 08 de março, é um momento de reflexão, no qual se inicia o debate sobre o que é ser mulher, seus direitos, lutas, frustrações e conquistas. Confira agora indicações de biografias de mulheres com diferentes perfis que reinventaram as próprias vidas e impactaram a sociedade em vários momentos.
  1. Sobrevivi...Posso Contar                                                                                                           
    O livro conta a história de Maria da Penha, escrito pela própria, fala sobre violência doméstica e direito das mulheres. A autora e protagonista revela detalhes dos abusos sofridos que tiveram repercussão internacional. Desde 2006, a lei n 11.340, também conhecida como Lei Maria da Penha, criminaliza esse tipo de violência.
     
  2. Maria Bonita: Sexo, violência e mulheres no cangaço                                                         
    Maria Bonita foi mais que “a mulher de Lampião”, foi uma mulher muito fora do tempo em que viveu. O livro da autora Adriana Negreiros, fala sobre a vida de Maria no cangaço. Primeira mulher a entrar em um grupo de cangaceiros, teve uma vida totalmente atípica das mulheres dos anos 20.
     
  3. Prólogo, ato, epílogo                                                                                                              
    Escrito por Fernanda Montenegro e Marta Goes, a autobiografia de Fernanda acompanha sua história que acompanha a evolução do teatro brasileiro. A obra também relembra a importância da valorização da cultura e da arte. Os 90 anos de Fernanda Montenegro trazem inspiração para os amantes de teatro.
     
  4. Quarto de Despejo: Diário de uma favelada                                                                      
    Carolina Maria de Jesus traz em seus diários um olhar honesto sobre o cotidiano da favela, a extrema pobreza vivida por ela, uma mulher negra, mãe solteira de três filhos que trabalha dia e noite como catadora e lavadeira para sustentar a família. Escritos entre 1955 e 1960, a situação de abandono social que a protagonista vive comove o leitor.
     
  5. Aprendizados: Minha caminhada para uma vida com mais significado                                     
    O livro de Gisele Bundchen, retrata a vida da modelo nos bastidores da indústria da moda, sabotagens em desfile e o desenvolvimento de ataques de pânico. A top model revela como lidou com os problemas pessoais e profissionais, e a despedida das passarelas para se tornar dona de casa.

 
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »