22/10/2020 às 21h44min - Atualizada em 22/10/2020 às 21h35min

Cemitério clandestino é encontrado em Curitiba

Polícia Civil, Bombeiros e Guarda Municipal encontraram a ossada no meio do mato na região do Caximba

Lorenzo Rivero - Editado por: Lavínia Carvalho
Foto: Fábio Almeida/RBS TV
Na manhã de segunda-feira (19), a Polícia Civil identificou um possível cemitério clandestino em Curitiba. Após uma denúncia anônima, a Polícia Civil, Bombeiro e a Guarda Municipal foram até o local averiguar.

O possível cemitério é localizado em Caximba, na região Sul de Curitiba. De acordo com a Polícia Civil, o local é usado por Associações criminosas, que usam o local para despachar os corpos. A ossada foi localizada com a ajuda do Cães farejadores do Corpo de Bombeiros.

Segundo o Delegado titular da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Victor Menezes, o local já era conhecido pela polícia: “Já era de conhecimento da polícia que uma região da Caximba poderia ser utilizada como cemitério clandestino. Isso ocorreu na primeira década dos anos 2000 e isso aconteceu novamente no início do ano de 2019. No início deste mês de outubro houve nova notícia anônima, dando uma posição aproximada de onde poderiam ser encontrados alguns cadáveres”, explica.
 
Após a ossada ser encontrada, os trabalhos de busca no local começaram. Foi solicitada a ajuda dos cães farejadores e o auxilio de escavações feitas com pás, mas até o momento apenas uma ossada foi encontrada.

O delegado do DHPP, ainda confirmou que por meio de fotos o instituto Médico Legal, foi comprovado que a ossada encontrada eram ossos humanos. O IML ainda não confirmou se os ossos encontrados são de apenas um corpo ou mais. A Polícia espera contar com a ajuda da comunidade para encontrar o suspeito dos crimes cometidos.

A perícia criminal foi solicitada no local. O delegado explicou que é preciso pedir o exame de DNA para saber quem estava enterrado no cemitério clandestino e descobrir qual foi o crime cometido. O local foi isolado e as buscas continuam sendo realizadas no local.

Uma pesquisa levantada pelo Record TV aponta que, apenas em São Paulo, 19 cemitérios clandestinos foram descobertos na cidade nos últimos três anos. Os corpos que foram enterrados nos locais costumam ser de pessoas ligadas ao “Tribunal do Crime”.

Há exatamente 30 anos o Brasil conhecia o cemitério construído em 1969, durante a gestão de Paulo Maluf na prefeitura paulistana. Uma das provas de um grande sistema de ocultação de cadáveres. Esse local foi conhecido como Vale de Perus.
 
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »