19/07/2021 às 20h29min - Atualizada em 19/07/2021 às 19h57min

Grupo referência em teatro de bonecos no Brasil disponibilizará espetáculos no YouTube

Até o fim de agosto, três montagens serão exibidas na plataforma

Vítor Neves - revisado por Jonathan Rosa
Espetáculo "Os Orixás" - Grupo Giramundo. (Reprodução/Divulgação: Marcelo Gandra).

Em comemoração aos 50 anos de existência, o Grupo Giramundo, referência em teatro de bonecos no Brasil, está disponibilizando espetáculos em seu canal oficial do YouTube. São três obras que ficarão disponíveis por quinze dias cada na plataforma, de forma gratuita, possibilitando a democratização do acervo criado pelos artistas. 

 

A ação teve início no dia 12 de julho, e o espetáculo de abertura foi “A Bela Adormecida”. Criada em 1971, a peça nasceu sem muita pretensão pelos artistas plásticos Álvaro Apocalypse, Tereza Veloso e Maria do Carmo Vivacqua Martins. Foi feita como uma espécie de brincadeira de família, entretanto, os três artistas foram convidados para algumas apresentações, por Júlio Varella, que na época era diretor do Teatro Marília. “A Bela Adormecida” ficará disponível até o dia 26 de julho.

Em comunicado a assessoria de imprensa do grupo disse:

para a primeira montagem, os bonecos foram construídos de forma simples, a partir da técnica de bastão, sendo modelados em papier collé, uma espécie de colagem. O texto foi adaptado por Álvaro Apocalypse a partir do conto de Charles Perrault e, como o Giramundo, em seu início, contava apenas com três integrantes, todas as cenas foram construídas para, no máximo, três manipuladores”.

A partir do dia 27 de julho, o espetáculo da vez será “Os Orixás”, que ficará disponível até o dia 10 de agosto. “A montagem trata sobre a gênese do mundo, da terra e do homem e a riqueza do panteão africano, seus deuses e heróis, sua mitologia e sua cosmogonia”. O espetáculo foi montado oficialmente em 2001 e assim como os outros, vem sendo atualizado ao longo dos anos.

Na última peça, a música criada por Sérgio Pererê, que propõe uma viagem ao universo das divindades africanas, foi totalmente refeita e regravada com um time de atores e cantores negros.

Para encerrar o ciclo de apresentações, do dia 11 ao dia 25  de agosto, o escolhido foi “As Aventuras do Dr. Botica”, uma história única e divertida com abordagem focada em valores universais, como por exemplo, a amizade, o compromisso, a tolerância e a inclusão. 

 

O espetáculo foi inspirado nas cores e na estética dos brinquedos, trazendo o lúdico para a cena, aproximando-se do universo do público e dialogando com o audiovisual. Para alcançar o toque surreal e divertido dos personagens, o grupo não utilizou escalas convencionais na hora de conceber os bonecos. Por conta disso, todos os animais retratados possuem praticamente as mesmas dimensões.

Além dos espetáculos, o grupo também possui outros três projetos que estão sendo desenvolvidos durante a pandemia. O primeiro é a gravação e o lançamento do filme “O Pirotécnico Zacarias”, o segundo é o projeto de documentação do acervo do grupo, ambos os projetos contam com patrocínio da Cemig. Por último, o Grupo está preparando para os próximos meses, uma espécie de circulação do Miniteatro Ecológico por sete estados brasileiros, com o patrocínio da Petrobras.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »