21/07/2021 às 10h48min - Atualizada em 21/07/2021 às 10h45min

Atlético empata, mas garante vaga nas quartas da Libertadores

Everson brilha, pega dois pênaltis e faz o gol da classificação; Boca provoca confusão após o jogo

Mickaelly camilly - labdicasjornalismo.com
Goleiro Everson comemora a classificação; ele foi eleito o melhor em campo. Reprodução/TwitterFred Ribeiro
Everson falhou no gol do Boca Juniors, que foi anulado, mas foi considerado o herói do jogo após ter feito duas defesas na penalidades e por ter convertido a sua cobrança, a última da série. Em jogo quente e com final emocionante, o Atlético MG empatou com o time argentino por 0 a 0 no jogo da volta pelas oitavas da Libertadores, que aconteceu nesta terça feira (21). Como o placar da partida anterior foi repetido, a decisão para os pênaltis, e o Galo garantiu a vitória por 3 a 1. Classificado, o time brasileiro enfrenta o vencedor de River Plate e Argentinos Juniors na próxima fase.

PRIMEIRO TEMPO 

O Galo  propôs ações no começo do jogo. Já aos três minutos, Tchê Tchê fez o passe para Zaracho que bateu fraco em cima do goleiro Rossi. O time estava com a posse até metade da primeira etapa, porém o Boca cresceu e chegou com Briasco, que finalizou cruzado, e o goleiro Everson fez sua primeira defesa aos 20’. Boca buscou oportunidades através das bolas longas, mas não criou chances perigosas. Aos 32, novamente com impedimento, o Atlético partiu com perigo, após um lançamento, Savarino que recebeu e finalizou cruzado para fora. Já em seguida, Tchê Tchê teve boa chance em jogada de Hulk, porém bola ficou em cima da defesa. No encerramento da primeira etapa, Boca Juniors obrigou Everson a fazer mais uma defesa em um lance de Sebastián Villa, que bateu firme da entrada da área.

SEGUNDO TEMPO 

No início, time do Miguel Angel adotou postura mais ofensiva e transformou o jogo em uma partida típica de Libertadores. Aos 12’, os jogadores do Boca partiram para cima de Hulk depois que ele deu uma trombada com Izquierdoz.

O clima esquentou e explodiu aos 17 com o gol anulado do Boca.  Everson errou na saída e cortou para o meio da área, assim a bola ficou com Weigandt, que finalizou de primeira e mandou para dentro do gol. Arbitragem entendeu que Weigandt estava impedido. Durante a análise  no VAR, a confusão  entre os dois times causou expulsões

Após o tumulto, o Galo chegou com Savarino, aos 28, e estava sendo pressionado pelo Boca, que levou perigo em um lance de falta e também na chegada de Pavón com chute forte na trave direita. Aos 31’, Hulk avançou individualmente, mas foi puxado. Sem novos lances de perigo, o jogo terminou sem gols no tempo normal, e a decisão nos pênaltis classificou o time brasileiro.


Após o final da partida, as delegações entraram em conflito nos corredores do Mineirão. Os membros da equipe argentina partiram para cima da delegação do Atlético e seguranças e atiraram grades de proteção, bebedouros e até garrafas d'água. A confusão foi encerrada com a PM, que usou spray de pimenta. Alguns atletas e integrantes do Boca tiveram que prestar depoimentos. Por isso,  eles perderam o voo da volta e pediram adiamento do jogo contra Banfield.

PRÓXIMOS CONFRONTOS 

O Atlético recebe o Bahia, em casa, pelo Campeonato Brasileiro, no domingo (25), às 11h (horário de Brasília). Já o Boca visita Banfield pelo Campeonato Argentino, no sábado (24), às 20h15, no estádio Florencio Sola.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »