04/11/2021 às 22h05min - Atualizada em 04/11/2021 às 21h09min

Contemplação da Bioluminescência: uma experiência de viagem memorável

Conheça quatro lugares ao redor do mundo que são verdadeiros espetáculos luminosos

Thalita Vizioli - Editada por Victória Silva
Getty Images

Dentre as cinco principais motivações para viajar, em pesquisa feita com viajantes de todo o mundo, a Booking.com listou em 3° lugar a vontade de vivenciar experiências diferentes daquelas do cotidiano.

Assim, após viajar na busca pelo extraordinário, a ex-comissária de bordo, Caca Souza, relatou, em seu canal do YouTube , a sensação ao observar milhares de vaga-lumes nos manguezais de Kuala Selangor na Malásia: “...é indescritível! A sensação que eu tinha era que eu flutuava em órbita na via láctea... Foram poucos minutos, mas minutos incríveis que guardo na minha memória, no meu coração.”.

A bioluminescência, fenômeno presenciado por Caca, é a emissão de luz fria e visível por organismos vivos. Durante a sua ocorrência a energia química é transformada em energia luminosa, servindo principalmente para finalidades de comunicação biológica.

Essa característica pode ocorrer em diferentes ecossistemas, assim também em variados locais do planeta. Para saber quais são eles, acompanhe e conheça os lugares em que a bioluminescência irá transformar a sua experiência de viagem:
 

Cavernas Waitomo – Nova Zelândia

Os vaga-lumes Arachnocampa Luminosa, nativos da Nova Zelândia, fazem do sistema de cavernas de Waikato uma verdadeira galáxia subterrânea.

As cavernas foram exploradas pela primeira vez em 1887 pelo chefe maori local Tane Timor acompanhado pelo agrimensor inglês Fred Mace, e desde a abertura para turistas, em 1889, tem sido uma das principais atrações naturais da Nova Zelândia.

O passeio as Waitomo Caves contempla o gosto dos mais passivos até o dos mais aventureiros viajantes, pois os vaga-lumes podem ser observados durante uma caminhada, um passeio a barco, e até mesmo enquanto experiência o rafting, um rapel ou uma tirolesa.

Parque Nacional das Emas – Brasil

Entre as 1600 espécies de animais e 500 tipos de plantas nativas do cerrado goiano, encontram-se na área preservada, mais de 20 milhões de cupinzeiros, que transformam-se em grandes luminárias naturais, durante épocas de alta umidade e temperaturas elevadas (outubro a dezembro).

O efeito da bioluminescência no Parque da Emas, ocorre devido a saída das larvas do vaga-lume Pyrearinus termitilluminans, que após se abrigarem o ano inteiro nos pequenos túneis do cupinzeiros, saem emitindo luz para atrair e capturar insetos para se alimentarem.
 

Parque Kampung Kuantan Firefly – Malásia

O rio Selangor em Kuala Selangor na Malásia é o cenário do espetáculo luminosos realizado por diversas espécies de vagalumes, sendo a Peropteryx a mais comum na região.

Decorrente do cortejo sexual entre os milhares de vaga-lumes, o piscar das luzes produzidos pelos insetos acontece no período de 3 piscadas por segundo, sendo as do macho as mais intensas.

A contemplação desse fenômeno é realizada todas as noites durante um passeio a barco,  junto à equipe do parque.
 

Baía do Mosquito – Porto Rico

Nomeada como a mais iluminada do mundo, a Baía do Mosquito em Porto Rico, possui a maior concentração de bioluminescência natural, essa, fruto de dinoflagelados unicelulares fotossintéticos da espécie Pyrodinium bahamense, que emitem luz em resposta ao estímulo mecânico produzido pelo movimento das águas do mar.

Para preservar os microrganismos responsáveis pelo espetáculo noturno, desde 2014 não é mais permitido nadar nas águas da Baía, mas esse ainda pode ser observado durante um passeio a barco, acompanhado por guias oficiais.


REFERÊNCIAS:
 
CASANOVA, Evelin Arantes; PIMENTA, Jéssica Maia Alves; SOARES, Afrânio José Soriano; SOUZA, Marielen Arguelho. EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA COMUNIDADE: PROPOSTA DE TRILHAS NOTURNAS INTERPRETATIVAS DANDO ENFASE NO FENOMENO DA BIOLUMINESCÊNCIA. In: Anais do Semex. n. 11 (2018). Aquidauana, Mato Grosso do Sul. Acesso em: 30 de out. de 2021.
 
LUGARES que brilham: 10 lugares com bioluminescência. Andarilho Cultural. 2 dez. 2020. Viagens. Disponível em: <https://andarilhocultural.com/lugares-que-brilham-no-escuro/> . Acesso em: 30 out. 2021.
 
ONDE encontar bioluminescência no Brasil. Desviantes. 19 de set. de 2014. Blog. Disponível em: <https://desviantes.com.br/blog/post/onde-encontrar-bioluminescencia-no-Brasil/>. Acesso em: 30 de out. de 2021.
 
Vaga-lumes de Kuala Selangor (Parque Kampung Kuantan Firefly). Viator, a tripadvisor company. Disponível em: <https://www.viator.com/pt-BR/Kuala-Lumpur-attractions/Kuala-Selangor-Fireflies-Kampung-Kuantan-Firefly-Park/>. Acesso em: 30 out. 2020.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »