22/06/2019 às 23h23min - Atualizada em 22/06/2019 às 23h23min

Scaloni esconde Argentina para jogo decisivo contra o Catar

Vencedor do confronto precisa secar Paraguai, Equador e Japão para conquistar a vaga ao menos como melhor terceiro

Paulo Octávio - Editado por Amanda Cruz
Técnico Lionel Scaloni durante coletiva realizada nesse sábado. Foto: Richard Ducker/CA2019
Em crise pela má campanha na Copa América, Argentina decide sua vida contra o Catar, na última rodada da primeira fase em Porto Alegre, neste domingo (23). O vencedor do confronto garante vaga nas quartas de final só se o Paraguai não bater a Colômbia. Empate favorece o time do Oriente Médio (que joga pela Ásia) e elimina os argentinos.

CATAR X ARGENTINA

Com ataque inoperante, Messi pediu para o técnico Lionel Scaloni mudar a equipe e colocar Aguero e Dybala para atuar no ataque a seu lado. Porém, Scaloni pretende escalar Martinez, recuperado de uma pancada no glúteo, e formar pela primeira vez o “tridente ofensivo”. “Fomos melhores com dos atacantes [contra o Paraguai]. Tínhamos mais gente na área”, justificou o craque. Desejo do dez argentino é para que sua equipe faça muitos gols e conquiste sua classificação já no final do jogo contra seleção asiática. Scaloni não abriu treinamento deste sábado (22) para imprensa e nem confirmou escalação. Porém, jornal Olé informou que De Paul deve entrar em campo no lugar de Rodriguez e Acuna. A intenção do treinador é que a seleção tenha mais força no ataque e uma equipe mais equilibrada no meio de campo.

A Argentina terá vaga garantida às quartas de final só se vencer e o Paraguai não bater a Colômbia. Se os hermanos e paraguaios vencerem, a albiceste precisa garantir o triunfo por boa diferença para que Equador e Japão não superem saldo de gols e ataque da albiceleste - equatorianos e japoneses jogam na segunda. Com a derrota ou empate nossos vizinhos estarão eliminados.

Essa é a segunda vez em dois anos que nossos vizinhos sofrem para passar da primeira fase de um grande torneio. Na Copa do mundo da Rússia, argentinos precisavam da vitória contra Nigéria na última rodada. O time chegou a empatar e ficar eliminado, mas Rojo marcou a quatro minutos do fim e carimbou a passagem para às oitavas. E até a seleção feminina sofreu. Na quarta, pela Copa feminina, elas empataram com Escócia em três a três, no último lance, e torciam por empates nos jogos de quinta. Mas, Chile e Camarões venceram e acabaram com o sonho.


Provável Argentina: Armani, Casco, Pezzella (Foyth), Otamendi, Tagliafico, Lo Celso, Paredes e De Paul. Messi, Aguero e Martinez. Técnico: Lionel Scaloni

Já o Catar, atual campeão da Ásia, tem na Copa América mais interesse de treinar o time e fazer propaganda da próxima Copa do mundo. Mas a seleção do Oriente Médio vem fazendo uma boa campanha: arrancaram empate com Paraguai e seguraram a Colômbia, que pressionaram e venceram "só" de 1 a 0. Mas o técnico Félix Sánchez precisa mudar porque o lateral esquerdo Hassan e volante o Madibo estão suspensos por terem levado dois cartões amarelo. Caso saiam vencedores - o Paraguai vença os cafeteros e haja empate entre Equador e Japão - Catar pode até enfrentar o Brasil. Se isso acontecer, os asiáticos nem precisarão viajar, pois enfrentarão a amarelinha na Arena do Grêmio, mesmo palco do jogo deste domingo.

Provável Catar: Al Sheeb, Hisham, Khoukhi e Salman; Pedro Miguel, Boudiaf, Hatem, Al Haydos e Ali Afif. Akram Afif e Ali. Técnico: Félix Sánchez

HISTÓRICO DE CONFRONTO

A única partida entre Argentina e Catar aconteceu no dia 16 de novembro de 2005. Os sul-americanos venceram o Amistoso por 3 a 0, em Doha.  Os jogadores Riquelme, Julio Cruz  e Ayala fizeram os gols da partida.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »