12/01/2022 às 21h32min - Atualizada em 12/01/2022 às 21h21min

Real Madrid vence Barcelona na prorrogação e é finalista da Supercopa da Espanha

Clube merengue espera adversário para a decisão no próximo domingo; cotado para seleção brasileiro, Vinicius Jr faz um dos gols

João Vitor Figueiredo - labdicasjornalismo.com
Valverde marcou o gol que decretou a vitória merengue. (Foto:Ahmed Yosri / Reuters)

Barcelona e Real Madrid fizeram uma partida bastante movimentada no primeiro El Clasico de 2022. A equipe merengue venceu a partida por 3 x 2, jogo válido pela Supercopa da Espanha, mas que foi realizada na Arábia Saudita. Com esse resultado, o Real se classificou para a final da competição e espera no próximo domingo o vencedor de Bilbao x Atlético de Madrid.

O resultado foi definido na prorrogação, já que no tempo normal a partida terminou em 2 x 2. 
Vinicius Jr deu números iniciais a partida, mas Luuk de Jong empatou ainda no primeiro tempo. Na segunda etapa, Benzema colocou o Real na frente, mas Ansu Fati empatou no final da partida. Já na prorrogação, Valverde marcou e decretou a vitória do Madrid. 

 

PRIMEIRO TEMPO
 

As duas equipes entraram em campo com praticamente o que tinham de melhor disponível para a partida. No Real , Alaba foi baixa de última hora. Já pelo lado catalão, destaque para estreia de Ferran Torres, recém contratado, além do retorno de Daniel Alves em uma partida de El Clasico. A primeira finalização do jogo foi de Karim Benzema. Logo aos dois minutos, o camisa nove recebeu na esquerda e bateu colocado sem perigo para o goleiro Ter Stegen. Vinícius Júnior fez sua primeira aparição importante na partida aos 11 minutos. Ele recebeu lançamento de Modric, mas bateu fraco nas mãos do goleiro alemão. Aos 19, em contra-ataque rápido puxado pelo brasileiro, Asensio recebeu na entrada e bateu colocado,a bola passou rente a trave.

 

O Barcelona foi ao ataque, mas as tentativas foram sem sucesso. Aos 25, foi o Real Madrid que chegou ao gol, no talento de Vini Jr. Busquets vacilou,  Benzema roubou a bola e lançou o camisa 20, que ganhou na velocidade de Araújo e bateu sem chances para Stegen. Foi o segundo gol do brasileiro em El Clasicos. Atrás no placar, os catalães foram em busca do resultado. De Jong, em duas cabeçadas, fez Cortouis trabalhar. Depois de algumas jogadas mal sucedidas, o Barça conseguiu chegar ao empate. Após cruzamento na área, Militão tentou afastar a bola, mas ela bateu  em Luuk de Jong e morreu no gol. A bola desviou em Courtois e na trave antes de entrar. Comemoração dos catalães. O camisa 17, que teve a contratação contestada pela torcida, marcou pelo terceiro jogo consecutivo.

 

SEGUNDO TEMPO
 

O Barcelona veio pro segundo tempo com duas alterações. Pedri e Ez ABDE entraram nos lugares de De Jong e Ferran Torres. Mas a equipe não mudou só as peças, alterou sua postura em campo. Os primeiros vinte minutos da segunda etapa tiveram total controle do time de Xavi, que buscava a virada. Dembele tentou duas vezes, mas jogou para fora. Pedri, da entrada da área, assustou em finalização que passou perto da trave direita.

Com uma postura bem diferente da primeira etapa, sem conseguir controlar a partida como fez na primeira parte do jogo,  o Real Madrid só assustou o Barcelona na metade do segundo tempo. Benzema, até então apagado, recebeu dentro da área, girou em cima de Araújo  e bateu colocado na trave direita de Ter Stegen. Esse lance acendeu a equipe madrilenha, que chegou ao segundo gol. Dois minutos depois, Benzema recebeu na área novamente e fez Ter Stegen se esticar para evitar o gol. No rebote,
Carvajal cruzou, o goleiro alemão cortou pro meio e Benzema, livre, colocou o Real na frente do placar. 

 

Em desvantagem, Xavi resolveu colocar o time para frente, com as entradas de Depay e Nico nos lugares de  Daniel Alves e Gavi. O time do Barcelona continuou melhor na partida e foi recompensado. Após cobrança de falta, Ansu Fati, que também entrou no segundo tempo, empatou a partida em desvio de cabeça e levou o jogo para a prorrogação.

 

PRORROGAÇÃO
 

Se deixar o time muito ofensivo no segundo tempo ajudou o Barcelona a empatar a partida, na prorrogação isso poderia ser fatal. E foi. Com o time muito exposto bastou um contra-ataque rápido para o Real Madrid marcar. Casemiro lançou Rodrygo, que entrou na área e serviu para Valverde dominar e tocar no canto. 3 x 2 para os merengues.

 

Novamente atrás do placar, o Barcelona foi ao ataque. Busquets bateu de fora da área, Cortouis espalmou.  No rebote, Dembele tentou cruzar e obrigou o goleiro belga trabalhar mais uma vez.

 

A segunda etapa da prorrogação começou da mesma forma que terminou a primeira, com o Barcelona pressionando o Real Madrid, que esperava o contra-ataque. No final, a equipe de Ancelotti sustentou o placar e garantiu o resultado que leva o Real para a decisão da Supercopa.

 

PRÓXIMOS CONFRONTOS

 

O clube catalão volta a campo na próxima quarta-feira, 19, quando enfrenta o Ath. Bilbao pela Copa do Rey. Já o Real Madrid joga no domingo, 16, a final da Supercopa da Espanha e ainda aguarda o seu adversário.

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »