01/04/2022 às 23h16min - Atualizada em 01/04/2022 às 19h56min

A herança do teatro nos cinco continentes

Thalita Vizioli - Editada por Victória Silva
Foto: artyville

"O teatro é uma ferramenta para a vida". O slogan que acompanha a Oficina de Atores Abel Santana, em Vitória, no Espírito Santo, conduz àqueles que convivem com a arte, a assumi-la para além dos palcos, na medida em que o teatro os instrumentaliza para o cotidiano. 

 

A narrativa encenada, com o nome em que se popularizou, “theatrum”, surgiu na Grécia. Essa, por ser uma civilização extremamente organizada, que marcou não apenas a sua própria história, mas a do mundo todo, deixou um forte registro de que seria a inventora do teatro. Porém, muitos historiadores chegaram à conclusão de que as artes cênicas seriam uma forma de comunicação inata do ser humano, logo, existente muito antes dos gregos, relata o dramaturgo Abel Santana, fundador da escola que carrega o seu nome.

Foram diversas as civilizações, em diferentes tempos e modos, que desenvolveram o teatro. Ele surge a partir da necessidade de se contar narrativas através de expressões, fosse para homenagear divindades e heróis em rituais religiosos, nas manifestações mais primitivas, ou para a atual indústria do entretenimento. Tornando-se uma ferramenta de comunicação universal, que em conjunto com outras artes, como a música e a dança, coloca em cena, a sociedade, os costumes e as práticas de um povo, permitindo que se conheça diferentes arquétipos culturais.

Viajar é um investimento em todos os níveis, mas em contraponto às viagens de compras, Abel evidencia que em uma visita a aparelhos culturais, o enriquecimento é interior, uma vez que arte e a cultura preenchem vazios imensuráveis.

Apesar da efemeridade dos espetáculos, é possível conhecer suas heranças ao longo do mundo, em visita a teatros que contemplam a história das civilizações que os formaram. 

África
 



Fundado em 1976 em Johanesburgo, por Mannie Manim, o Market Theatre tornou-se internacionalmente conhecido como o “Teatro da Luta” da África do Sul, por acreditar na mudança social pela arte, a começar pela produção de peças anti-apartheid, as quais incluem Woza Albert, Asinamali, Bopha, Sophiatown, You Strike the Woman You Strike a Rock e Born in the RSA. Por essas, recebeu 21 prêmios internacionais de teatro e mais de 300 prêmios sul-africanos são testemunhos eloquentes da coragem e qualidade artística de seu trabalho.

América


A Avenida Broadway, com o sucesso da inauguração do primeiro teatro de Nova York em 1750, tornou-se sinônimo de excelência artística, e cenário do maior conglomerado de casas teatrais profissionais do mundo, atraindo mais de 13 milhões de pessoas todos os ano. Atualmente, o distrito da Broadway abrange 40 teatros da West 41st Street à West 53rd Street, entre a Sixth e Ninth Avenue, no centro da cidade de Nova York. Apenas quatro desses teatros estão realmente localizados na Broadway.

Inicialmente, os espetáculos burlesco, as óperas e os dramas shakespearianos comandavam os palcos, mas ao longo de toda sua trajetória, os gêneros e as temáticas teatrais acompanharam as historicidade do país, do “American Way of Live” à Grande Depressão, e hoje, aos famosos musicais da indústria cultural. 

Ásia



O Grande Teatro de Pyongyang é um símbolo de recomeço para a capital coreana. Ele foi inaugurado em 1960, durante a reconstrução da cidade após a Guerra da Coreia. Ao contrário da maioria dos novos edifícios construídos logo após a guerra, o Grande Teatro de Pyongyang foi construído em estilo tradicional coreano. Telhados curvos cobertos de telhas verdes contrastam fortemente com os edifícios de estilo soviético que predominavam na paisagem arquitetônica de uma Pyongyang reconstruída.
O teatro é conhecido por apresentar os shows das óperas revolucionárias, as quais combinam canções e danças patrióticas. As óperas mais famosas incluem Sea of ​​Blood, que encena a luta cruel de uma família coreana e a vitória sobre os japoneses no nordeste da China; e A Flower Girl, espetáculo que conta a história de uma pobre vendedora de flores. Esta ópera foi transformada em filme em 1972 e teve enorme sucesso em países socialistas/comunistas, particularmente na China. 

Europa 


 

Construído entre 1580 e 1585 por Andrea Palladio, no interior de uma fortaleza medieval, o Teatro Olímpio, localizado em Vicenza, Itália, é considerado Patrimônio Mundial pela UNESCO. 

O primeiro edifício teatral do Renascimento, é também o primeiro teatro coberto do ocidente, mas a intenção de sua estrutura é retratar os teatros romanos. O espaço destinado à plateia é formado por uma arquibancada em meia-elipse. O palco é um quadrado delimitado por uma fachada decorada com elementos clássicos e esculturas que representam os membros da Academia Olímpica, a cobertura é decorada com um afresco simulando o próprio céu, e no centro do palco destaca-se um arco do triunfo. No Teatro Olímpico são realizadas produções teatrais e musicais: o "Settimane musicali al Teatro Olimpico", o Festival "Omaggio a Palladio", "Vicenza in Lirica" ​​e os espetáculos clássicos "Coversazioni" no outono.

Oceania 

Elevado ao título de Patrimônio Mundial pela UNESCO em 2007, ficando ao lado do Taj Mahal, das antigas Pirâmides do Egito e da Grande Muralha da China como um dos lugares mais destacados da Terra, o Opera House de Sydney foi o lar de muitos dos maiores artistas e apresentações do mundo, desde sua abertura em 1973.


Sobre a Baía de Sydney, na Austrália, a arquitetura de Jørn Utzon uniu influências antigas e modernistas. Hoje é o destino turístico mais procurado na Austrália, recebendo mais de 8,2 milhões de visitantes por ano e um dos centros de artes cênicas mais movimentados do mundo, apresentando mais de 2.000 shows 363 dias por ano para mais de 1,5 milhão de pessoas, segundo o site do próprio teatro. 

 

REFERÊNCIAS:

 

A origem do teatro no mundo. Abel Santana. Disponível em: . Acesso em:25 mar. 2022. 

 

Conheça os mais incríveis monumentos teatrais pelo mundo. Positivo Turismo. Disponível em: . Acesso em: 26 mar. 2022. 

 

História do teatro: tudo sobre a origem e evolução da arte da encenação. Conhecimento Científico. Disponível em: .Acesso em: 25 mar. 2022.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »