24/04/2022 às 22h52min - Atualizada em 24/04/2022 às 21h29min

Verstappen vence GP da Emilia-Romagna de Fórmula 1 sem muitas dificuldades

Piloto da Red Bull teve final de semana perfeito, conseguindo um grand-chelem

Ana Carolina Gomez - Editado por: Alan Martins
Os pilotos Verstappen, Pérez e Norris no pódio do GP da Emilia-Romagna de 2022 Foto: Lars Baron - Fórmula 1/Fórmula 1 via Getty Images
 

Max Verstappen venceu o circuito na Itália, que ocorreu neste domingo (24), e mostrou que mesmo com as falhas das outras corridas, a Red Bull vem com tudo para disputar com a Ferrari os títulos, de piloto e o de construtores. Esse final de semana foi extraordinário para a equipe, porém foi desastroso para a equipe italiana, o piloto espanhol Carlos Sainz abandonou a corrida na primeira volta e Charles Leclerc rodou sozinho na volta 54 e terminou a corrida em sexto lugar.

  

A CORRIDA


Após a chuva na sexta e a pista seca no sprint de sábado, voltou a chover no circuito antes da corrida começar, fazendo todos os pilotos largarem com pneus intermediários, que foram trocados ao longo da prova já que a chuva não voltou a aparecer. 

 

Ambos carros da Red Bull iniciaram a corrida bem, Verstappen conseguiu manter sua posição e Pérez ocupou o lugar de Leclerc, que ainda caiu para a quarta colocação, após ser ultrapassado por Norris

 

A corrida para o outro piloto da Ferrari não começou bem, logo na primeira volta, os carros de Sainz e do Ricciardo tocaram, o espanhol rodou, saiu da pista e acabou atolado na brita, com isso ele teve que se retirar do GP enquanto que o australiano foi parar em último. Então teve o início do safety car, que só chegou ao fim no final da volta quatro. Verstappen abriu vantagem na liderança e foi protegido por Pérez, em segundo.

 

Na sétima volta, o bicampeão mundial Alonso, teve que abandonar a corrida, após ter um contato de leve com o piloto Mick Schumacher, porém o piloto espanhol perdeu um pedaço da carenagem na lateral do carro. Na oitava volta, Leclerc conseguiu ultrapassar Norris, porém a dupla da Red Bull já estava distante. 

 

Russell começou a corrida em 11°, mas logo subiu posições e conseguiu assumir o quinto lugar antes da volta 14, enquanto o seu companheiro de equipe, Hamilton, era apenas o 11° e estava sofrendo atrás de Lance Stroll

 

Com a pista secando, as equipes foram trocando os pneus intermediários por médios a partir da décima oitava volta. Após um blefe da Ferrari, Pérez foi para o box trocar o pneu, e foi seguido por Verstappen e Leclerc. O mexicano conseguiu voltar para a segunda colocação, depois de ultrapassar o piloto da Ferrari logo após da saída do monegasco dos boxes.

 

Já a Mercedes fez um pit stop ruim para o Hamilton e ainda levou uma fechada do Ocon nos boxes. O piloto francês levou cinco segundos de punição. Porém, o britânico caiu para 14°. 

 

A asa móvel foi liberada pela direção na metade da prova, mas Hamilton continuou sofrendo na 14° posição, sem conseguir ultrapassar o Gasly. Na volta 41, o piloto inglês levou bandeira azul para abrir passagem para o líder Verstappen

 

Na volta 50 Leclerc foi trocar novamente os pneus. A estratégia da Ferrari fez com que a Red Bull também parasse o Pérez para a troca de pneus, o mexicano ainda voltou na frente. Na volta 51 seu companheiro de equipe também parou para trocar de pneus.

 

Na volta 54 a equipe italiana deu adeus à briga. Leclerc seguiu o Pérez , mas rodou sozinho, quebrou o bico e teve que ir para o box. O monegasco voltou em nono, mas conseguiu se recuperar e terminou a corrida em sexto. 

 

A classificação final foi: Verstappen em 1°, Pérez em 2°, Norris em 3°, Russel em 4°, Bottas em 5°, Leclerc em 6°, Tsunoda em 7°, Vettel em 8°, Magnussen em 9°, Stroll em 10°, Albon em 11°, Gasly em 12°, Hamilton em 13°, Ocon em 14°, Zhou em 15°, Latifi em 16°, Schumacher em 17°, Ricciardo em 18°. Alonso e Sainz não terminaram a corrida. Com a classificação de Verstappen e Pérez, a Red Bull consegue encerrar o jejum de mais de cinco anos sem dobradinha.

 

Próxima corrida

A próxima corrida acontecerá no domingo do dia 8 de maio, no esperado GP de Miami, em nova pista nos Estados Unidos. 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »