01/06/2022 às 20h30min - Atualizada em 01/06/2022 às 20h25min

Brasil enfrenta a Coreia do Sul em amistoso

É a primeira vez que a equipe de Tite joga contra uma seleção de fora da América do Sul desde novembro de 2019

Igor Oliveira - labdicasjornalismo.com
Em 2019 as duas seleções se enfrentaram e o Brasil saiu vencedor por 3x0. Foto: Karim Sahib/AFP
A Seleção Brasileira enfrenta a Coreia do Sul, em amistoso disputado em Seul nesta quinta-feira (2), às 8h (horário de Brasília). Primeiro confronto desta data FIFA a partida é uma boa oportunidade para alguns jogadores com menos tempo de jogo aumentarem suas chances de estar na Copa do Mundo, já que entre lesões de última hora e atletas desgastados pela final da Champions League, Tite deve fazer algumas mudanças no time titular.

Além de ajudar Tite a escolher os convocados para a Copa, o amistoso é uma boa oportunidade de enfrentar outra seleção que estará no Catar e de quebra jogar contra um adversário de fora da América do Sul, já que a última vez que o Brasil jogou contra uma equipe de outro continente foi quando venceu a própria Coreia em novembro de 2019. Na ocasião Philippe Coutinho encerrou um jejum de cinco anos sem um gol de falta da seleção canarinho, entretanto desde então a Seleção não marcou nenhum gol dessa maneira.

BRASIL

No último treino antes da partida, Neymar sofreu um trauma no pé direito em lance com o volante Danilo e o zagueiro Léo Ortiz e passou a ser dúvida. Após o camisa dez deixar o treinamento, Tite testou Vinicius Júnior e Philippe Coutinho entre os titulares. Ederson lesionou a coxa e foi cortado, dessa forma Weverton será o titular contra a Coreia. Outro desfalque da Seleção é o zagueiro Eder Militão, que chegou em Seul apenas nesta quarta-feira, após seu primeiro teste para covid-19 ter apresentado resultado inconclusivo.

A princípio, Tite não utilizaria nenhum dos jogadores que participaram da final da Liga dos Campeões no último sábado, mas após conversar com Casemiro, o treinador mudou de ideia e decidiu colocar o volante do Real Madrid entre os titulares no lugar de Bruno Guimarães. O desgaste pela final da Champions, foi o motivo dado pelo treinador da Seleção para não definir um substituto de Neymar caso o jogador do PSG não consiga atuar, já que segundo Tite, Vinicius Júnior é a primeira opção, mas ele será avaliado para saber se tem condições de entrar em campo.

Provável escalação: Weverton, Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Alex Sandro; Casemiro e Fred; Raphinha, Richarlison, Lucas Paquetá e Philippe Coutinho (Vinicius Júnior ou Neymar)

COREIA DO SUL

A seleção treinada pelo português Paulo Bento, que treinou o Cruzeiro em 2016, não contará com o zagueiro Kim Min Jae e o meia Lee Jae-Sung. Classificada para a Copa do Mundo, a Coreia é uma possível adversária do Brasil nas oitavas de final da competição, já que está no grupo H e a seleção brasileira no grupo G.

Principal jogador da seleção coreana, Heung-min Son falou sobre a expectativa de enfrentar o Brasil: “O Brasil tem muito bons jogadores e penso que se dermos nosso melhor neste jogo podemos ter um bom resultado. Mas são muitos jogadores de nível mundial no Brasil. Estamos ansiosos por esse jogo. O importante é fazermos bom jogo, colocando todos os nossos esforços para agradar aos torcedores “, disse o artilheiro da última Premier League.

Provável escalação: Seung-gyu; Tae-hwan, Kwon Kyung-won, Young-gwon e Kim Jin-su; Chang-hoon, Hwang Hee-chan, Jung Woo-young, Sang-ho e Heung-min Son; Hwang Ui-jo

HISTÓRICO DE CONFRONTOS
As duas seleções se enfrentaram seis vezes na história. São cinco vitórias brasileiras e uma coreana.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »