27/06/2022 às 17h52min - Atualizada em 24/06/2022 às 17h26min

Animais Fantásticos: roteiro mais ou menos

Com roteiro confuso e falta de incremento, só os Potterhead's para salvar

Marina Magalhães Prizan - editado por Larissa Nunes
Pôster do filme. (Foto: Reprodução / Buscapé)

Não! Não vamos criticar a trajetória de 25 anos de J.K Rowling, se bem que hoje dada as polêmicas, podíamos... mas o assunto é sobre os filmes mesmo, não os filmes da série Harry Potter, e sim Animais Fantáticos.
    

Animais Fantásticos e onde habitam

Começo animado para toda apresentação de uma série ou franquia de filme. Conhecemos Newt Scamander e seus famosos monstrinhos, que moram dentro de sua mala, como disse, tinha tudo para dar certo. Explorar as viagens do magieologista deveria ser o ponto, e também diria o porque de tão cativante personagem, foi expulso de Hogwarts. Mesmo assim o filme ficou bonito, vamos dizer que foi entregue Animais Fantásticos e onde habitam, já que eles habitam dentro de uma mala que mais parece o lugar de onde vieram.


                  Trailer oficial do filme Animais Fantásticos e Onde Habitam. (Reprodução: Youtube / Ingressos.com)
 
 

O grande problema do roteiro, o que me fez pensar, que não é a J.K quem os escreve, são os fatos de não ter desenvolvimento que explode como o Newt foi injustiçado; expulso de Hogwarts, e alguém andarilho sem justificativa. Tudo bem ele estuda animais e foi o primeiro "porco para o abate" de alvo Dumbledore. Mas, para que um "fã service" de Harry Potter, se podem contar o teor da expulsão e com imagem de cenas?

O personagem é curioso, veio catalogar criaturas mágicas, e fez estrago. A culpa foi dele, ele só estava querendo corrigir o fato de terem aberto a mala, e é surreal que por causa de um erro que não conhecemos, ele é detido; as criaturas são confiscadas e do nada acharam  melhor detê-lo ? E do nada, de novo, acharam o Grindelwald.

UAÍ CARA! A  falta de nó é grande, e nos entregam o final... um final completamente teorizado. Daqueles que faz a gente "rezar" para não está errado, mas o segundo filme diz que SIMMM, você está!

Animais Fantásticos: os crimes de Grindewald

A troca de olhares entre Jacob e Queenie, como final da primeira parte da série de filmes não valeu a teoria que era possível. No final do primeiro filme, Newt, usa seu animal de grande porte e que voa, para espalhar uma poção de esquecimento em toda a comunidade trouxa,(quem não é bruxo) sobrando então para Jacob Kowalski, o amigo trouxa. Só que uma coisa que não faz sentido, logo no começo da primeira parte da sequência, o mageologista, o salva da mordida de um animal mágico, que residia dentro de sua mala. Como pessoa que é, Jacob pergunta, se tem outros tipos de poção como aquela que ele estava misturando para acabar com a esquisitice dele; ele explica, que sim, existe.

E que é uma poção que faz você esquecer só o que foi ruim. Essa poção, é a poção que o bruxo usa no final do filme, ou seja, para Jacob nada vivido até aí foi ruim. E o segundo filme destrói o óbvio, se não for por isso, por que Jacob iria ter uma padaria com pães, bolos e doces em formato das criaturas que ele viu? No começo de
 Os Crimes de Grindewald
ficamos sabendo que a Quennie contou tudo e ele simplesmente aceitou.


Trailer do filme Animais Fantásticos - Os Crimes de Grindewald. (Reprodução: Youtube / Kalel Pessanha)
 

Fora essa parte, o filme intitulado Os Crimes, não teve nenhum pelo menos não praticado pelo vilão da história. A tal da perversidade foi praticada pelos seus seguidores.

Animais Fantásticos: os segredos de Dumbledore

O terceiro causa mais revolta! O nome é: Os segredos de Dumbledore, certo?. Mas conhecemos apenas um, que ainda por cima não é do personagem, e um segredo óbvio pra todo fã de Harry Potter revelado em 2007, que é a sua homosexualidade. Okay, isso nunca tinha ido para os filmes por 11 anos, aqui finalmente acertaram. Mas volto á dizer, o término do último não coincide com o começo deste. Eu, como redatora deste artigo, me decepcionei apesar de terem entregue o que o Newt Scamander faz da sua vida com a cena mais linda e revoltante do filme inteiro.

Ele é tipo a 
Luisa Mell da J.K Rowling. Fez ''o parto'' de um Qilin, um animal que ao fazer a reverência diante de um ser humano te diz se ela merece confiança e se é incapaz de praticar algo perverso. Com essa história, a gente até esquece de como foi o término de Os Crimes de Grindewald, ''passando um pano'' legal por terem sumido com a galera que entrou em hogwarts para tomar chá.

Animais Fantásticos: Os segredos de Dumbledore, só é melhor pela ''vibe Harry Potter'' de frases dignas para qualquer vida humana, e por ter amarrado os sentidos da história de maneira muito melhor. Porém o ponto auge da injustiça, foi com a atriz brasileira Maria Fernanda Candido.

Gente, a mulher é um talento desperdiçado nesse filme, ela é uma atriz de reconhecimento e o papel que a deram foi forte o suficiente para ela só ter uma fala? E ainda por cima uns cortes bruscos de cena a desvalorizaram. No entanto, com apenas dois carões, ela conseguiu mostrar que sua personagem, merecia uma história, mais destaque no filme e mais tempo de tela.

Rowling prometeu o Brasil no filme antes da pandemia da Covid-19, teve dois anos para ajeitar já que o filme foi adiado e depois pausaram as gravações, podiamos conhercer flashs de 
Vicência Santos. Nem que os personagens e Dumbledore interagissem com tal ou falassem sobre seus projetos e de sua índole. Era só questão de um pouco mais de criatividade para quem ''alimenta'' e ''expande'' esse universo, para além de Harry Potter, não é dificil.


Trailer do filme Animais Fantásticos - Os segredos de Dumbledore. (Reprodução: Youtube / Ingresso.com)
 
Depois dessa, ou demite a Rowling do roteiro ou o David Yates, responsável pela direção do filme. Ainda com esse papelão de cortes, demite o pessoal da pós-produção, os editores de montagem do filme, porque os coitados ficaram perdidos. Contudo conseguiram entregar uma história melhor que a antessesor.

Agora a bilheteria, devemos a Maria que deu Ibope, a Harry Potter sempre nostálgico que oferece embranças, e é uma história que não fugiu de perrengue também. Mas não é por isso que Animais Fantásticos deveria continuar com esse legado, não que a gente escreveria uma história melhor, mas pelo menos teria se conhecido a profundidade e o porque de certo personagens estarem alí.

É demais pedir a volta da Maria? E o enterro do personagem do Azra miller, (o Credence)? (o cara não vai voltar para a série mesmo). Tem link aí para vocês saberem o porque.

Mas voltando: E a cobra do Voldemort? Onde é a espécie humana tão leal, do vilão derrotado por Harry Potter foi parar? Se ela, no filme do crime, que não teve crime, entrou no castelo? Alô, edição? Se continuar assim, só amor de fã pra segurar o Newt no cinema!

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »