19/09/2022 às 02h41min - Atualizada em 19/09/2022 às 01h02min

Palmeiras supera desvantagem numérica e vence o Santos

Com gol de voleio de Merentiel, Alviverde mantem boa vantagem na liderança do Brasileirão

Tiago Silva - Editado por Paulo Octávio
Miguel Merentiel comemora o gol da vitória do Palmeiras sobre o Santos. Fonte: Cesar Greco/Palmeiras/R7.
O Palmeiras venceu o Santos, por 1 a 0, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro, no último domingo (18), no Allianz Parque. Equipe chegou ao terceiro ano seguido sem derrota para o Peixe. O gol da partida foi de Miguel Merentiel, aos 32 minutos, quando sua equipe já estava com um jogador a menos. Com o resultado, o Verdão manteve a liderança do campeonato com uma vantagem de nove pontos para o Fluminense, segundo colocado provisório da rodada. Caso Internacional vença o Atlético GO nesta segunda (19), a diferença do Verdão para o vice seguirá em sete pontos. Já o Alvinegro Praiano é o 11º na tabela, com 34 pontos.

A partida ficou marcada pela primeira relação do jovem Endrick ao elenco principal. Por conta da expulsão de Danilo no segundo tempo, a desvantagem numérica e o empate persistente até os 31 minutos, o jovem de 16 anos não estreou como jogador profissional. Já  Orlando Ribeiro fez seu primeiro jogo como treinador de uma equipe profissional. Ele atua interinamente desde a demissão de Lisca e vai comandar a equipe até que a diretoria contrate um novo técnico.

O ritmo do primeiro tempo foi lento e sem imposições ousadas, o segundo tempo foi mais agitado e com mais criações de jogadas. Piquerez, Bruno Tabata e Mayke foram necessários para a criação de jogadas, e entrada de Merentiel no segundo tempo foi essencial para a vitória do Palmeiras. Enquanto o Santos teve Soteldo como principal arma ofensiva e de criação, Eduardo Bauermann como referência defensiva, porém sentiu o baixo desempenho de Lucas Braga em momentos importantes.

1º TEMPO

O início do jogo foi de domínio santista que teve mais posse de bola e atitudes para chegar na área palmeirense. A primeira chance de perigo da partida aconteceu aos 22 minutos, quando Soteldo acionou Lucas Braga. O camisa 30 do Santos arriscou de fora da área e Weverton espalmou para escanteio.

A reação do Verdão aconteceu dois minutos depois a partir de Bruno Tabata, que encontrou Gustavo Scarpa pela direita. O meia cruzou na área e Dudu, de cabeça --  com desvio de Madson --, finalizou muito perto do gol de João Paulo.

Um minuto depois, foi a vez do camisa sete do Palmeiras cruzar pela direita para Gustavo Gómez. O capitão alviverde cabeceou para fora, mas também próximo ao gol santista.

Aos 38 minutos, Bruno Tabata cruzou pelo lado esquerdo e, na sobra do desvio, Rony chutou para Eduardo Bauermann afastar e proteger o goleiro do Santos.

2º TEMPO

O ritmo de jogo de ambas as equipes aumentou e, consequentemente, o número de finalizações - apesar de apenas três delas irem a gol, sendo duas do Palmeiras, e uma do Santos. O Peixe não conseguiu a precisão necessária para marcar o gol nas diversas oportunidades, enquanto o Palmeiras superou a desvantagem numérica -- com as apostas nas mudanças táticas e substituições de jogadores realizadas pelo treinador Abel Ferreira -- para marcar o gol da vitória.

O Santos abriu a segunda etapa com uma jogada perigosa de Soteldo, aos dois minutos. O camisa dez do Alvinegro recebeu a bola de Felipe Jonathan, driblou Zé Rafael e arriscou o chute de fora da área. 

Aos 14 minutos, o meia venezuelano arrancou pelo meio e foi parado com falta por Danilo. O camisa 28 do Palmeiras deu um pisão  no tornozelo do jogador santista e recebeu o cartão vermelho direto.  

Apesar da desvantagem, as mudanças táticas ajudaram o Palmeiras a não recuar e a não perder o poder ofensivo. O resultado veio aos 22 minutos, quando Rony aproveitou a sobra de um escanteio e, dentro da área, encheu o pé. Bauermann evitou o gol ao afastar a bola de cabeça.

Dois minutos depois, Dudu recebeu o passe de Merentiel, arrancou num cerco de cinco marcadores e arriscou o chute de fora da área. João Paulo espalmou.

Aos 28 minutos, o Santos criou uma jogada de perigo com Madson e Ângelo em cada lado do campo. O camisa 11 do Peixe encontrou Soteldo na meia-lua, e o venezuelano chutou muito próximo ao gol de Weverton.

Um minuto depois, o Palmeiras respondeu com uma jogada criada por Mayke, que arrancou pela direita ao tabelar com Rony e cruzou para Merentiel, de bicicleta, mandar para a linha de fundo.

O gol da vitória do Verdão saiu aos 31 minutos com Merentiel, que aproveitou a sobra, no escanteio, e chutou de voleio sem chances para João Paulo. Foi o segundo gol do atacante uruguaio com a camisa do Palmeiras, e o segundo no Campeonato Brasileiro.

Apesar do gol sofrido, o Santos manteve a pressão sobre a equipe do Palmeiras, buscou o empate a partir da vantagem numérica de jogadores em campo. A última chegada santista ao ataque foi com Marcos Leonardo, que tentou de cabeça aos 34 minutos, porém a bola foi para fora.

A última chance do Palmeiras no jogo foi aos 42 minutos, quando Atuesta e Mayke tabelaram na grande área, e o meia colombiano encobriu o travessão.

O treinador Abel Ferreira foi expulso nos acréscimos ao reclamar de um cartão amarelo dado para Gustavo Gómez.

PRÓXIMOS JOGOS

Por conta da Data FIFA, ambas as equipes voltam a campo apenas na última semana do mês de setembro para a 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Palmeiras visita o Atlético Mineiro no dia 28, às 21h45 (horário de Brasília), no Mineirão. Já o Santos recebe o Athletico Paranaense um dia antes (27), às 21h30, na Vila Belmiro.











 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »