30/10/2022 às 11h41min - Atualizada em 30/10/2022 às 11h15min

Gabigol brilha, e Flamengo conquista o tri da América

Atacante, que já tinha feito gols nas finais de 2019 e 2021, marca na vitória por 1 a 0 sobre Athletico-PR, no Equador

Ian Sousa - labdicasjornalismo.com
Flamengo festeja sua terceira Libertadores. Foto: Marcelo Cortes

O Flamengo conquistou o Tri Campeonato da Libertadores, neste sábado (29), ao bater o Athletico por 1x0. O gol do jogo foi marcado por Gabigol. Antes o clube venceu o torneio em 1981, contra o Cobreloa (Chile), e em 2019 superou o River Plate. Essa foi a quarta vez que o camisa nove rubro-negro deixa a sua marca em finais. O tento ainda fez o atacante se igualar a Luizão como maior artilheiro brasileiro do torneio continental. 

 

O Mengão ganhou seu décimo primeiro título com essa geração formada em 2019 e disputou a terceira final de Libertadores em quatro anos. A equipe torna-se o brasileiro com mais títulos acumulados no século XXI. De 2001 para cá, o Rubro-Negro agora soma 23 taças conquistadas entre competições estaduais, regionais, nacionais e internacionais. O Athletico Paranaense, por outro lado, chegou a sua segunda final da competição e amargou seu segundo vice campeonato.  Antes tinha perdido para o São Paulo, em 2005.

 

1° TEMPO 

 

A partida começou de forma equilibrada e estudada, com o clube paranaense marcando intensamente. Aos 11 minutos, após arremesso lateral, a bola sobrou para Alex Santana, o volante chutou por cima do gol. Aos 19 minutos Felipe Luis sofre falta no meio campo, o lateral não consegue continuar na partida e é substituído por Ayrton Lucas.  Aos 28 minutos, após entrada dura em Gabigol, Pedro Henrique é punido com cartão amarelo.

 

A partida segue morna e sem grandes chances para ambos os lados. Até que aos 44 minutos Pedro Henrique comete outra falta dura, dessa vez em Ayrton Lucas, leva o segundo amarelo, e é expulso.

 

Felipão decide não mexer antes do Intervalo, mas essa decisão custa caro. Everton Ribeiro nos acréscimos faz bela  tabela com Rodinei pela direita e cruza na área. Ele acha Gabigol livre na segunda trave, o atacante rubro-negro apenas empurra para as redes e abre o placar.

 

 2° TEMPO

 

O segundo tempo começou com domínio da equipe carioca, que rondava a área adversária, enquanto paranaenses pouco iam ao ataque. Aos seis minutos, Gabigol sai cara a cara com o goleiro, mas chuta em cima de Bento. Já aos 34 minutos, Rodinei cruza na área, defesa corta mal, e Arrascaeta mergulha de cabeça para defesa de Bento.

 

O Furacão parece  sem forças para reagir, no entant,o o panorama muda  com a entrada de  David Terans. Aos 36 minutos, o meia atacante uruguaio chuta da lateral, Santos dá rebote, e Canobbio cai após disputa com Ayrton Lucas, mas o árbitro não marca irregularidade. 

 

David Terans segue sendo o melhor do time do sul e aos 38 sofre falta de Rodinei na entrada da área. Mas, na cobrança, a bola fica tranquila para a defesa do goleiro Santos


O Flamengo parece querer que o jogo acabe logo. Aos 46 minutos, o rubro-negro carioca tem a última chance, após escanteio curto, Pedro recebe na área, entretanto manda a bola pra fora. A partir daí foi só esperar o fim do jogo e comemorar a conquista da glória eterna, mais uma vez.

PRÓXIMOS CONFRONTOS

Flamengo e Atheltico PR voltam as suas atenções para o Campeonato Brasileiro e voltam a campo na proxima quarta (2). O clube paranense enfrenta o Goias, em casa, às 16h (de Brasilia). Já o rubro-negro carioca enfrenta o Corinthians, no Maracanã, às 21h30.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »