17/08/2019 às 13h17min - Atualizada em 17/08/2019 às 13h17min

Nadal vence Medvedev e é campeão pelo segundo ano seguido

Pela primeira vez na carreira, o espanhol Rafael Nadal conseguiu defender um título fora do saibro

Victor Cavalcante - Editado por Paulo Octávio
Eric Bolte-USA TODAY Sports

Além de defender a conquista no piso duro,  Rafael Nadal  garantiu a defesa da vice-liderança do ranking ao alcançar a final.  Nadal também se tornou o recordista de finais de Masters 1000, agora com 51, e ampliou a liderança no número de títulos e levantou sua 35ª taça deste nível. Os números da partida mostram que Nadal cometeu 13 erros diante de 22 e anotou 12 winners frente a 10 (metade com aces). O espanhol ainda se saiu muito bem na rede, com 11 pontos em 13 investidas. E no saque, Nadal teve 72% de acerto do primeiro serviço e 82% de sucesso nesses pontos. Se fosse eliminado nas semifinais, o espanhol seria ultrapassado pelo suíço Roger Federer

Como se esperava, a partida começou com longas trocas de bola. Bastou Medvedev diminuir a eficiência no primeiro saque, logo no quarto game, para devoluções profundas complicarem sua vida e dar a quebra ao espanhol. O russo então mudou de tática e forçou subidas à rede. Quase perdeu outro serviço, mas se sustentou. Nadal, no entanto, não abriu nenhuma oportunidade e fechou o set muito aplicado com o saque;  ele acertou 81% do primeiro serviço e venceu 77% desses lances.


O jovem Medvedev, de 23 anos, parece ter sentido o peso de disputar sua primeira final de torneio de nível Masters 1000. Em nenhum momento o russo se sentiu confortável no jogo e sofreu com os fortes ventos de Montrea para controlar o jogo. Ainda assim, ele subirá uma posição no ranking com o vice-campeonato e será o oitavo melhor do mundo a partir de segunda-feira Ele perdeu  o serviço na abertura do set e ficou passou a arriscar de tudo, mudou até a posição para dar o primeiro saque, como se estivesse disputando duplas. Mas pouco adiantou. Nadal chegou a 4/0 venceu 22 dos 27 pontos disputados até então no set. Medvedev Lutou para salvar dois break-points antes de ceder à solidez de Nadal, que sacou em seguida para uma vitória incontestável. Placar final foi de 6/3 e 6/0 depois de 71 minutos de confronto.

Ele [Medvedev] estava jogando muito bem durante toda a semana. Então, no início do jogo eu precisei me segurar (contra um break point) no primeiro game. Esse início de uma final costuma ser bem difícil para todo mundo. Mas, eu já joguei muitas vezes assim e sei que o começo pode ser traiçoeiro especialmente contra um jogador que disputava sua primeira final de Masters 1000. Mas, eu joguei uma partida muito sólida, a melhor da minha semana” – resumiu Nadal.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »