21/08/2019 às 22h45min - Atualizada em 21/08/2019 às 22h45min

SINAL – uma nova ferramenta

O sistema direciona os dados para os telefones dos agentes rodoviários em um raio de até 100km

Tadeu Marques - Editor: Ronerson Pinheiro
Foto/Reprodução: Infonet.com.br

Com o intuito de minimizar as ações dos criminosos nas estradas e no meio urbano, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) disponibiliza uma nova ferramenta para os motoristas conhecida como Sistema Nacional de Alarmes (SINAL). Na plataforma, é possível que os condutores registrem informações de veículos roubados ou furtados. A novidade, é que o novo sistema direciona os dados direto para os telefones dos agentes rodoviários em um raio de até 100km do local da ocorrência ou por onde o veículo venha a trafegar.

“Todo policial recebe as informações direto no telefone funcional. A partir daí, se torna mais eficaz a questão da fiscalização e se o policial se deparar com veículos nas características recebidas, facilita na abordagem”, explica o agente, Fernando Souza.

O estudante de Medicina, Matheus Nogueira, 22, conta que teve o carro roubado na porta da universidade em que estuda, no bairro Estoril, região Sul de Belo Horizonte e que imediatamente acionou o sistema da PRF. “Eu estava saindo da aula para o almoço e ao chegar até o local em que tinha deixado o veículo tive a triste surpresa de que ele havia sido roubado. No momento não pensei duas vezes e acionei o SINAL, cadastrei as informações e cerca de três dias depois o carro foi recuperado. Um alívio!”, conta.

Interligação

No site da Polícia Rodoviária Federal (PRF), ao cadastrar as informações e transferidas aos telefones funcionais dos agentes, o SINAL interliga os dados aos radares chamados de Optical Character Recognition (OCR), que fazem o reconhecimento de caracteres e leitura de placas. Conhecidos como “pardais” pela maioria dos motoristas, os radares OCR, estão espalhados em algumas rodovias e cidades.

Saiba como funciona

A Polícia Rodoviária orienta a seguir os três passos em caso de subtração do veículo. “Faz o registro no SINAL através do site www.prf.gov.br/sinal , liga para a Polícia Rodoviária Federal pelo número 191 ou Polícia Militar pelo 190 para informar o roubo e realiza o Boletim de Ocorrência”, explica Fernando. A Polícia alerta que o registro no sistema não substitui o B.O na Polícia Civil. 


Editora-chefe: Lavínia Carvalho

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »