14/10/2019 às 14h52min - Atualizada em 17/10/2019 às 11h45min

Unicarioca sofre ameaça de ataque no Rio

Mensagens foram divulgadas em fórum na internet

João Marques - Edição: Giovane Mangueira
Imagem: Reprodução internet
Ameaças de massacre em uma das unidades do Centro Universitário Unicarioca assustou alunos e colaboradores ao longo da semana. Pelas redes sociais e  as pessoas demonstraram preocupação e medo na veracidade das ameças. A origem veio em uma conversa em um fórum na internet, nele, o responsável dizia que ia se vingar de todos os que o torturam fisicamente e psicologicamente. 



O centro de ensino universitário conta com unidades no Méier e Rio Comprido, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Devido ao dia dos professores, os alunos só retornaram as aulas na quarta-feira (16) por conta do recesso acadêmico.

Na volta as aulas, as salas de aula estavam com número reduzido de alunos e a segurança foi reforçada através de viaturas da Polícia Militar na porta de algumas unidades.

Nas redes sociais, alunos continuam relatando preocupação. "Fui para a faculdade hoje e a cada pessoa que abria a porta era um nervoso. Precisamos de uma solução. Segurança nas portas da unidade não ajuda em nada porque se forem fazer será dentro das salas e não na porta", escreveu uma aluna em uma publicação da instituição em uma rede social. 

Em abril, o site Dicas Jornalismo trouxe uma matéria sobre a segurança dos alunos e acesso por desconhecidos em universidades.

Em nota nas redes sociais direcionada aos alunos no começo da tarde do dia 14, o Centro Universitário Unicarioca informou que assim que tomou conhecimento das mensagens, acionou as autoridades policiais competentes solicitando as providências cabíveis. Ainda no comunicado repudiou qualquer forma de ódio ou violência e informou que as aulas retornam na quarta-feira.  

Até o momento não se sabe a identificação do responsável pelas ameaças.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »