29/02/2020 às 08h49min - Atualizada em 29/02/2020 às 08h49min

Edição 2020 da Nova Consciência promoveu momentos de reflexão em Campina Grande, PB

Psicólogo Rossandro Klinjey participou mais uma vez do evento

Deborah Livia - Editado por Alinne Morais

No período carnavalesco, todos buscam por diversão e viagens. Em contramão a isso, a cidade de Campina Grande, na Paraíba abre a porta para as mais diversas programações. A Nova Consciência, é destaque na cidade como um desses encontros. A Organização Nova Consciência é uma instituição sem fins lucrativos, criada em 2004. Embora o evento aconteça desde 1992, é através da instituição que se torna possível ter um conhecimento maior do que é o ecumenismo, com sincretismo de costumes, crenças e valores que são disseminados todos os anos no período do Carnaval.

No ano de 2020, a Nova Consciência vai para sua 29º edição, com a proposta de Cultura da Paz, os organizadores conseguem atingir os mais diferentes públicos, através de debates, workshops que ressalta a importância da disseminação das religiões de matriz africanas, com a desconstrução de ideias pré concebidas sobre tal. Conta com palestrantes nacionais e internacionais, com o propósito de refletir sobre diversas questões sociais que afligem o povo brasileiro atualmente, com ênfase no respeito, na pluralidade de crenças e na tolerância.

Almaval

O “Carnaval da alma” como é chamado o encontro, por seus idealizadores e participantes. A busca por autoconhecimento, reflexões e momentos de paz proporciona aos seus apreciadores uma profunda desconstrução sobre si e sobre a sociedade. Diante do que pode-se chamar de automatismo social, as pessoas vivem de maneira automática no seu dia a dia, seja com o trabalho, seja na faculdade, a estabilidade emocional nunca foi tão comentada.

Estresses diários, a falta de empatia e o respeito pelo próximo acaba por gerar no coletivo grandes problemas como depressão e ansiedade, cada vez mais banalizada pela população, seja por falta de conhecimento ou por simples ignorância diante da gravidade do problema. 

O frequentador assíduo e participante de algumas edições da Nova Consciência, Diego Prazeres, 27, declara ser totalmente a favor do encontro, uma vez que estando em um país de maioria católica e protestante, poucos conhecem e são receptivos com outros costumes e religiões.

Prazeres enfatiza que no espaço o foco são as religiões de matriz africana, hinduísmo, budismo, wicca e esoterismo. O encontro é uma oportunidade de conhecer outras culturas e crenças e suas formas de expressar a espiritualidade.

Com a utilização de palestras, feira de artigos variados relacionados, shows e manifestações artísticas você entra de forma sutil e respeitosa no mundo de cada uma dessas religiões e doutrinas. “É importante na construção como ser humano e cidadão praticar a empatia e se pôr no lugar do outro, respeitando sua escolha e/ou forma de expressão do seu inconsciente e fé. Além do que como sempre são abordados temáticas atuais, o encontro possibilita a discussão diante de vários pontos de vista”.

Para formar pessoas com senso crítico, educadas e conscientes é preciso sempre permitir que eventos como esse tenham sua importância valorizada, não só os encontros das denominações cristãs.

E segundo ele, é dessa maneira que a Nova Consciência torna-se referência nacional na realização de palestras, standes, workshops e shows que trazem as pessoas dessas vertentes a se confraternizar, aprender sobre os mais diversos assuntos  e aqueles que não conhecem, ter a chance de familiarizar-se com os mais diferentes movimentos.

EDIÇÃO 2020

Neste ano, o encontro celebrou sua 29ª edição com o tema central “O que estamos fazendo juntos pela cura do planeta?”. Diante da necessidade de debater sobre os mais recentes retrocessos que o país passa, problemas socioambientais e políticos, a programação do evento abrange os mais diferentes assuntos. Em 2020, foram cinco dias de evento, do dia 21 a 25 de fevereiro, no SESC Centro, Rua Giló Guedes - nº 650, em Campina Grande. 

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »