12/02/2021 às 17h32min - Atualizada em 12/02/2021 às 15h40min

Escolha o celular ideal para você

Saiba como fazer uma buscar mais refinada para encontrar o aparelho mais adequado para você

Alexandre Gomes - Editado por Manoel Paulo
Freepik

Termos como: Memória RAM, processador e GPU são constantemente usados em descrições técnicas padrões quando buscamos por um celular, mas afinal, você precisa saber disso?
 

A resposta é: Sim. Apesar dos celulares, em geral, serem usados de forma customizada pelos usuários (fotos, redes sociais e ligações), o desconhecimento dessas descrições técnicas, além de oferecer uma experiência não agradável ao consumidor, acaba fortalecendo estigmas errôneos atribuídos às marcas dos aparelhos.
 

Dessa maneira, os consumidores terminam por criar uma imagem irreal de algumas marcas, as generalizando por conta de um modelo mal escolhido, logo, isso acaba aumentando o número de​ más experiências de consumidores com seus aparelhos, que muitas vezes tem menos relação com a marca e mais com o gosto pessoal do usuário, que apenas não escolheu um modelo mais adequado ao seu uso.

 

Componentes Importantes

 

Memória RAM e Processador: Assim como em computador, esses são os itens mais importantes a se destacar num celular. 
 

Responsáveis pelo seu funcionamento geral, são uma espécie de engrenagem que une todos os outros componentes e os fazem funcionar em sintonia, ou seja, se o seu celular é multitarefas e as realiza ao mesmo tempo, muito se deve à sua memória RAM e seu processador.
 

Antes de explicar tecnicamente as suas diferenças e funções, vamos tentar fazer uma analogia buscando entender melhor o que são estes componentes:
 

Pense em um homem que tem como trabalho ficar o dia inteiro recebendo comandos para pegar itens e encaixar em uma mesa. Ele tem uma demanda razoável por dia e, depois de determinado tempo, retira o objeto da mesa.
 

Agora imagine que em um dia de alta demanda o homem receba muitos comandos de uma só vez. Além da confusão mental que as diversas ordens irão causar, chegará um momento em que a mesa não terá mais espaço para os itens, concorda?
 

Portanto, qual seria a solução desta situação?


 

Um trabalhador mais preparado e uma mesa maior são as respostas!

Agora é só atribuir os nomes corretos para entendermos a analogia: O trabalhador é o processador e a mesa em que se coloca os itens é a memória RAM, ou seja, quanto maior for sua memória RAM, mais funções seu celular será capaz de suportar simultaneamente, e quanto melhor o processador, maior será a qualidade e a fluidez da execução das tarefas pelo seu celular, sem que esse dê aquela famosa "travada" ou "engasgada".
 
 

Usuário
 

O ponto principal a se descobrir é: Em qual tipo de usuário você se encaixa?
 

Vamos trabalhar com 3 tipos, sendo eles o Básico, o Intermediário e o Avançado.
 

Básico: Este perfil trabalha com pessoas que costumam usar o celular apenas algumas vezes ao dia, e utilizam de funções que não exijam tanto do celular, como as redes sociais, fotos e navegação na internet. Desta forma, não demanda uma atividade intensa e/ou multitarefa do celular, utilizando uma função por vez, com o objetivo simples de manter-se interligado na sociedade.
 

Intermediário: Este perfil de usuário possui as mesmas características do anterior, porém com alguns adicionais. O tempo de uso diário é consideravelmente maior, além de demandarem uma maior quantidade de funções a serem utilizadas, tal como mais aplicativos, mais navegação, mais fotos, além da inclusão de games. Outro diferencial neste caso trata-se do objetivo de uso do celular, que passa, muitas vezes, a ser utilizado como forma de trabalho.
 

Avançado: Como se é esperado, este perfil possui todas as características do intermediário, contudo, potencializadas e com abundância. O celular torna-se indispensável ao longo do dia, portanto, necessita de maior funcionalidade e qualidade em diversos aspectos (fotos, vídeos, aplicativos, games, etc), exigindo mais de seu processador e de sua memória RAM. Aqui, o celular é definitivamente tratado como ferramenta de trabalho, por este motivo, é essencial que seja uma máquina para acompanhá-lo durante seu dia.
 

Aparelhos
 

Assim como os usuários, os celulares também são divididos em categorias, de mesmo nome, Básico, Intermediário e Avançado, obtendo preços e componentes acompanhando a escala. Basta ao consumidor identificar em qual perfil ele mais se encaixa.

Uma diferença a se notar é que, nos casos dos aparelhos, uma quarta categoria vem ganhando força nos últimos anos, chamada Intermediária Premium. Essa categoria consiste nos usuários que não são 100% atendidos com os modelos intermediários, mas também não necessitam, ou não podem, investir tanto para o avançado. Neste caso, algumas empresas optaram por criar os intermediários premium, que apresentam uma faixa de preço um pouco mais elevada com relação aos intermediários, contudo dispõe de diversas características e funcionalidades dos modelos avançados.

Entretanto, não se engane! Esse balanço só é possível porque, para adicionar componentes premium por uma elevação de valor, outras características consideradas desnecessárias sofrem um downgrade.

Marcas

Por fim, adentramos o campo das marcas dos aparelhos.

Apesar do fator mais importante durante a compra de um celular seja conhecer e entender suas especificações técnicas, as marcas fazem sim um grande diferencial, principalmente em nosso cotidiano, já que estão ligadas à usabilidade dos aparelhos em longo prazo.

Falaremos aqui sobre as marcas mais famosas e populares no mercado brasileiro, por se aproximar mais de nossa realidade, logo, marcas como ASUS e HUAWEI, que são geralmente mais associadas à importação dos aparelhos, não serão citadas aqui.

Samsung: A marca mais popular entre os brasileiros durante a última década, oferece modelos famosos nas 3 categorias, desde o básico, ao avançado. Ademais, possui um ecossistema próprio de aparelhos que conversam entre si, desde Smartwatches, até máquinas de lavar.

- Infraestrutura: Com certeza um dos pontos principais da marca, só não será citado como diferencial porque a marca é justamente conhecida por suas telas. A marca conta com assistências técnicas e lojas oficiais distribuídas por todo o país, com peças fáceis para recomposição.

- Diferencial: As telas sem dúvidas são o ponto chave da marca, possuindo até mesmo em seus modelos básicos, como o Samsung J1, telas Super Amoled (modelo utilizado em aparelhos intermediários e avançados, em sua maioria), ou seja, se você é alguém que utiliza muitos recursos de mídia no celular e se importa muito com a resolução, a Samsung é sua melhor alternativa.

- Pontos Positivos: Sistema Operacional, Ecossistema, Tela e Bateria.

- Pontos Negativos: Por abranger fartamente as 3 categorias, com preços relativamente acessíveis, a estética mais simplista do aparelho pode não agradar a todos consumidores, principalmente devido ao material utilizado, possuindo geralmente acabamento de plástico e sem muito sofisticamento.

Motorola: A Motorola é uma empresa Norte-americana que, apesar de não fazer tanto sucesso mundialmente, como a Samsung, tornou-se muito famosa no Brasil, em especial na última década após 2014, quando foi vendida à Lenovo. A marca, assim como a Samsung, possui uma vasta gama de modelos a oferecer, porém com enfoque maior nos modelos básicos e intermediários, além de não possuir costume de lançar modelos individuais, e sim por séries, logo, existem modelos para cada tipo de consumidor dentro dessas duas categorias. A série de maior destaque da marca na última década foi a linha Moto G.

- Infraestrutura: Apesar da marca não possuir um longo histórico como a Samsung, vai muito bem nesse quesito, com estruturas mais modestas. Possui grande variabilidade e peças de fácil acesso para recomposição, se assemelhando muito à concorrente Samsung por se tratar de tecnologias parecidas e utilizar o mesmo sistema operacional.

- Diferencial: Apesar do sistema operacional e os preços acessíveis serem os pontos mais elogiados na marca, aqui destacamos a bateria de seus aparelhos.
"Ah, mas as especificações técnicas não mostram nada demais nas baterias".

Sim, mas a diferença trata-se da otimização da bateria dos aparelhos Motorola (muito por causa de seu sistema operacional otimizado, também). Por consequência, apesar da baixa amperagem, a sua otimização permite que a bateria dure muito mais do que seus concorrentes com maior amperagem. A empresa também foi a popularizante dos sistemas de recargas rápidas, então, mesmo que a bateria não seja duradoura, sua recarga é extremamente rápida, podendo ir de 0 a 100% em menos de uma hora (dependendo do modelo).

 

- Pontos Positivos: Usabilidade, Bateria, Preço de mercado e Gestos.

- Pontos Negativos: Apesar da bateria otimizada, não podemos dizer o mesmo de suas câmeras. Ainda que alguns modelos impressionem em quantidade de megapixels, na prática o processamento das fotos não é dos melhores.

 

Xiaomi: Essa é a nova queridinha do mercado, tem se destacado demais nos últimos anos, principalmente pela constância que o aparelho traz nas funções mais utilizadas, como câmera, processador e o sistema operacional, esses 3 pontos são fortes na maioria dos modelos, desde o básico ao avançado. Entretanto, há algumas ressalvas a se fazer. Já que, para ressaltar tantos pontos positivos, algumas áreas tiveram que sofrer um pouco mais, como fones de ouvido que não são inclusos, bandas de internet mais fracas que não possuem integração com o 5G entre outros.

- Infraestrutura: No ano de 2019, a Xiaomi voltou ao Brasil oficialmente após tenativa frustrada em 2015, e inaugurou algumas lojas, porém com preços muito acima do esperado, já que os antigos clientes importavam seus aparelhos antes disso, e logo, estavam acostumados a preços mais acessíveis. Além disso, a assistência técnica é mais uma que não possui tanta infraestrutura no Brasil e deixa a desejar em relação às marcas anteriormente citadas.

- Diferencial: Como citado anteriormente, a consistência da marca é o que a torna tão fácil de se adaptar, sempre com elementos principais ótimos, desde a câmera, até o sistema operacional, que além de otimizado, recebe constantes atualizações.

- Pontos Positivos: Constância, Câmera, Tela e Estética do aparelho.

- Pontos Negativos: Apesar de tantas qualidades, a Xiaomi sofre quando o assunto é áudio, tanto com altos falantes quanto com microfone, é o fator que mais deixa a desejar na marca.

LG: Uma marca que já esteve mais em alta no país, principalmente no início da década, porém à medida em que novas marcas foram chegando e as antigas se aprimorando, a LG estacionou um pouco no tempo e saiu de foco por alguns anos. Entretanto nos últimos anos tem tentado correr atrás do prejuízo e sempre tem chegado com novas mudanças em seus aparelhos. Ela é bem semelhante à Motorola em vários aspectos, como o costume de sempre lançar seus aparelhos por linhas, ter modelos mais populares entre básicos e intermediários e o preço acessível.
 

- Infraestrutura: Em relação a peças baratas e acessíveis, se assemelha bastante a Motorola também, entretanto nem tanto ao suporte e assistência técnica que não são encontradas tão facilmente(as oficiais), porém, por se tratar de peças semelhantes, não vai ter tantas dificuldades também de encontrar alguma.
 

- Diferencial: Por ter perdido força de mercado na última década, a LG tem tentado cada vez mais trazer inovações em seus novos aparelhos, em especial, os modelos avançados, com câmeras diferentes, estéticas variadas, formas diferentes de se mexer e etc, então é uma boa opção para quem está querendo sair do comum.
 

- Pontos Positivos: Preço de mercado, inovações, áudio e sistemas de câmera.
 

- Pontos Negativos: O principal aspecto negativo da Lg seria o lado B dos positivos. Ou seja, ao mesmo tempo em que tenta trazer inovações em seus modelos para fugir do comum, muitas vezes acaba por não ser tão útil pro dia a dia. E embora o sistema de câmeras seja extremamente bom, não se fazendo necessário o uso de aplicativos externos para ajustar as configurações, muitas vezes o software sofre com as atualizações inconstantes e instáveis.

 

Apple: A marca que destoa das outras, tanto positivamente quanto negativamente. A Apple tem uma grande base de usuários e fãs da marca pelo Brasil, e conhecida.
 

- Infraestrutura: No quesito suporte, provavelmente é a melhor marca das citadas, com muitas lojas oficiais e autorizadas pela Apple espalhadas pelo Brasil, com meios que variam entre telefone, lojas física e correios. Um dos problemas é a escassez de peças e a dificuldade de prazos e disponibilidade para encontrá-las.
 

- Diferencial: Sistema operacional
 

- Pontos Positivos: Ecossistema, estrutura, durabilidade e revenda
 

- Pontos Negativos: Preço
 

Comparação

Após identificar em qual tipo de usuário você se enquadra, o tipo de aparelho que o atende, entender de algumas especificações técnicas e saber diferenciar algumas marcas e suas características, a última etapa é comparar e filtrar os modelos que mais te interessam. Para isso, separamos dois sites que o ajudam a entender como isso é feito: Tudocelular e Versus.

 



Basta escolher os modelos de celular que te agradam e compará-los ao mesmo tempo, podendo ser até mais de dois por vez. compare as informações que serão mais úteis para o tipo de uso que você dará ao celular e pese na balança para decidir qual se enquadra mais ao seu perfil. 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »