20/05/2020 às 21h39min - Atualizada em 20/05/2020 às 21h39min

CBF diz que futebol pode voltar em junho

Entidade declarou que planeja retomada do futebol no mês que vem caso a curva de contágio diminua

Dara Oliveira - Editado por Paulo Octávio
Walter Feldman, secretário-geral da Confederação Brasileira de Futebol. Foto: Wilson Dias/Agência Brasil
O secretário-geral da Confederação Brasileira de Futebol, Walter Feldman, disse em entrevista à agência Reuters, que a volta do futebol brasileiro pode acontecer ainda no mês de junho. E que o Campeonato Brasileiro deve ser realizado com todas as partidas com portões fechados. Mas, essa retomada depende da queda nos números de contaminados pelo Coronavírus no Brasil. A saber, nesta terça (19) o país registrou pela primeira vez mais de mil mortes em 24 horas; foram 1.179 óbitos. Além disso, o Ministério da Saúde contabiliza que 271 mil pessoas já foram infectadas em todo território nacional.
 
Por consequência do avanço da pandemia do novo coronavírus, o futebol brasileiro foi paralisado em março. Na época, os campeonatos estaduais em curso e a Copa do Brasil foram interrompidos sem previsão para retorno. Assim sendo, os tão aguardados jogos do Campeonato Brasileiro deveriam ter começado este mês, mas com a realidade da pandemia, permanece indefinido.
 
“Dependendo da curva da doença aqui no país...mais um mês ou mês e meio após o pico. Mario abre portas, junho abre outras adicionais e não duvido que em junho, com a volta dos treinos, protocolo sustentado e possibilidade de flexibilização das autoridades de saúde, o futebol possa voltar com restrições”, disse Feldman.


O planejamento para uma possível volta das atividades futebolísticas da CBF se apoia na recente retomada da Bundesliga, uma das maiores ligas do mundo, que ficou paralisada por quase dois meses. Ainda que com muitas restrições, todos os jogos na Alemanha estão sendo realizados com portões fechados e atendendo as medidas de distanciamento social. Além do mais, os atletas e profissionais dos clubes passam por testes. Portanto para Feldman, essa volta foi um sinal otimista para o futebol. E o país europeu conseguiu controlar a curva de contágio.

“Parar foi necessário e voltar é possível. Esse é o grande aprendizado com o retorno do alemão...a Alemanha é uma ótima sinalização”, afirmou o secretário-geral.


Sendo assim, a confederação já prepara um protocolo de saúde parecido com o adotado na Alemanha. Trata-se de manual com recomendação que será direcionado aos clubes de futebol. Dessa forma, deverá contar com os testes rápidos para a Covid-19, distanciamento social, medidas de higiene, locomoção dos atletas em veículos particulares e jogos com portões fechados.


Por fim, o secretário evidenciou a possibilidade da realização de jogos em datas atípicas no Brasil, como próximo do Natal e ano novo. Historicamente, o calendário do futebol por aqui é encerrado com os jogos do Campeonato Brasileiro, no começo de dezembro. Além disso, a temporada 2020 pode ser finalizada somente em janeiro do ano seguinte.
 

Também nesta terça  dirigentes do Flamengo e  do Vasco se reunirem em Brasília com o presidente Jair Bolsonaro. A principal pauta do encontro foi a paralisação do futebol no Brasil. Na ocasião, Bolsonaro e o seu filho, Flávio Bolsonaro foram fotografados usando as camisas das equipes. No momento em que cenário da pandemia no país é desastroso, com o número mortos e infectados crescendo a cada dia, o governo federal é um dos principais apoiadores da volta das atividades futebolísticas.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »