25/06/2020 às 00h12min - Atualizada em 25/06/2020 às 00h07min

A influência do veganismo e vegetarianismo na cultura geek

A importância da representatividade de movimentos como o vegetarianismo nos desenhos e filmes

Nathalin Gorska - Editado por Fernanda Simplicio
FONTE: Superman / reprodução: Instagram
Assuntos como vegetarianismo e veganismo são temas que estão sempre em pauta e trabalham com empatia e conscientização da sociedade moderna.

O vegetarianismo é caracterizado pelo não consumo de carnes, ovos, leites e derivados, já o veganismo é uma filosofia de vida baseada em não causar sofrimento para nenhum ser humano. Veganos não consomem nada de origem animal (Alimentos, roupas, produtos)

A cultura geek trabalha com referências à vida real, e o vegetarianismo não fica de fora. Uma das principais referências e pioneira no assunto é a Lisa Simpson, personagem da sitcom, Os Simpsons (1989), (que decidiu se tornar vegetariana (episódio 5, temporada 7 -  Lisa the vegetarian) após visitar uma fazenda e se sentir mal ao comer carne novamente, colocando em evidência e empatia da personagem e trabalhando as principais ideias do vegetarianismo.

Outro personagem que também representa o movimento é o Superman, que decidiu se tornar vegetariano na série de quadrinhos: Superman Birthright (2005). “Seres vivos tem um tipo de brilho ao seu redor. (...) Não estou certo se esse halo é a alma ou uma aura ou o quê. O que sei é que no fim da vida, ele desaparece rapidamente (...) é difícil de continuar olhando. É vazio de um jeito que me deixa vazio, também.”

Chelsea, de As Visões da Raven (2003-2007) entra na lista de personagens que são adeptos ao vegetarianismo. Por ser ambientalista Chelsea sempre está procurando melhores formas de não poluir o meio ambiente.

A conscientização e representatividade do vegetarianismo e veganismo é beneficiável para todos, já que a produção de carne é um dos principais responsáveis pelo aceleramento do aquecimento global e um dos maiores poluidores do meio ambiente. Segundo a ONU (Organização das Nações Unidas), as vacas são os maiores produtores de gases do efeito estufa, entre eles o gás metano.

A criação de gado, nos Estados Unidos consome cerca de 130 trilhões de litros de água, sendo que para produzir um hamburguer (100 gramas) são necessários 2,500 litros de água, portanto a crise hídrica poderia ser diminuída em vários estados só pela redução do consumo de carne.

O não consumo de alimentos de origem animal e processados também apresenta melhorias na saúde e prevenção de futuras doenças, como câncer, obesidade e diabetes.

Referências:
 
Reduza o consumo de carne. 
Greenpeace Disponível em: <https://www.greenpeace.org/brasil/participe/reduza-seu-consumo-de-carne/#:~:text=A%20produ%C3%A7%C3%A3o%20de%20carne%20%C3%A9,os%20efeitos%20do%20aquecimento%20global.&text=Al%C3%A9m%20disso%2C%20reduzir%20o%20consumo,transforma%C3%A7%C3%A3o%20para%20as%20futuras%20gera%C3%A7%C3%B5es.> Acesso em: 24 jun. 2020.

WAID, Mark. Superman:Birthright. DC Comics, 2005.

Cownspiracy. Direção: Kip Andersen, Keegan Kuhn. Produção: Kip Andersen, Keegan Kuhn. Los Angeles, 2014.

Consumo de carne é um dos problemas mais urgentes do planeta, alertam empreendedores. Nações Unidas. Disponível em: < https://nacoesunidas.org/consumo-de-carne-e-um-dos-problemas-mais-urgentes-do-planeta-alertam-empreendedores/>. Acesso em:  26 jun. 2020.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »