15/09/2020 às 14h57min - Atualizada em 15/09/2020 às 14h53min

Santos busca manter liderança do grupo no retorno da Libertadores

O Peixe venceu as duas primeiras partidas e é líder do Grupo G

Anna Voloch
Marinho é o destaque do Santos na temporada. (Foto: Reprodução/Ivan Storti/Santos FC)
O Santos recebe o Olimpia nesta terça-feira (15), pela terceira rodada da fase de grupos da Libertadores da América. A partida ocorre às 21h30 (horário de Brasília), na Vila Belmiro. O time brasileiro, líder do Grupo G, venceu as duas primeiras partidas e soma seis pontos. Já os paraguaios, também invictos, possuem um empate e uma vitória e ocupam a segunda posição do grupo, com quatro pontos. O confronto marca o retorno das duas equipes no torneio depois da paralisação por conta da pandemia do novo Coronavírus e acontece com portões fechados, seguindo os protocolos de segurança da Conmebol.
 
Os dois clubes estão em boa fase nos seus respectivos campeonatos nacionais. O Santos, na sétima colocação, vem de duas vitórias e um empate pelo Campeonato Brasileiro. O Olimpia, na terceira colocação do Campeonato Paraguaio, soma 38 pontos em 19 jogos, além de ter vencido as duas últimas partidas pelo largo placar de 4 a 0 em cada uma. Dessa forma, ambos entram em campo em busca da vitória e da liderança do grupo.
 
SANTOS
 
O Alvinegro Praiano deve ir para o jogo com força máxima. O técnico Cuca vem rodando o elenco por conta do cansaço e deve contar com os principais titulares para a partida. Marinho, poupado no clássico contra o São Paulo e destaque do time, é a aposta do Peixe contra o time paraguaio. Além do autor dos “mini mísseis aleatórios”, Felipe Jonatan e Pará também estão à disposição do treinador. Cuca não poderá contar com Raniel e Kaio Jorge, ambos ainda afastados por conta da Covid-19. Assim, quem deve assumir a posição é Lucas Braga.

Em relação ao time que enfrentou o Delfín no último jogo pela Libertadores antes da paralisação, o elenco atual possui algumas mudanças. As principais são o atacante Eduardo Sasha e o goleiro Everson que foram para o Atlético-MG, além do técnico que antes era Jesualdo Ferreira. Jobson, titular na última partida, também deve começar no banco.
 
Provável Escalação: João Paulo, Pará (Madson), Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Diego Pituca e Carlos Sánchez; Marinho, Soteldo e Lucas Braga.
Técnico: Cuca.
 
OLIMPIA
 
Os paraguaios não tiveram muitas mudanças desde o último jogo pela Libertadores, a vitória por 2 a 1 contra o Defensa y Justicia. O Olimpia perdeu apenas o atacante Emannuel Adebayor, que rescindiu contrato, e a promessa Erick Lopez, vendido para o Atlanta United, dos Estados Unidos. Além dos dois jogadores que foram embora, Derlis González, ex-jogador do Santos, segue como dúvida para a partida, pois se recupera de lesão.
 
No mais, o técnico Daniel Garnero conta com seus principais jogadores para o confronto. Roque Santa Cruz, poupado no último jogo do Campeonato Paraguaio, entra como titular contra o Peixe. Além dos principais meias: Rodrigo Rojas e Ortiz. Garnero deve manter a equipe no 4-4-2, com Santa Cruz centralizado e Camacho na posição que seria de Derlis González.
 
Provável Escalação: Aguilar; Otálvaro, Leguizamón, Alcaráz e Torres; Silva, Domingo, Ortiz e Rodrigo Rojas; Camacho (Derlis González) e Roque Santa Cruz.
Técnico: Daniel Garnero.
 
HISTÓRICO DE CONFRONTOS
 
Os times nunca se enfrentaram em competições oficiais, somente em dois amistosos: um em 1965, que terminou empatado em 2 a 2 e o outro em 1967, que terminou sem gols.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »