24/09/2020 às 21h20min - Atualizada em 24/09/2020 às 21h14min

Islândia: conheça a famosa Lagoa Azul

Local chama atenção pela cor de suas águas

Lais Galdino - Alexandra Machado
Foto: Reprodução/Internet
Localizado em um campo de lava a 45 minutos da capital, Reykjavik, a Blue Lagoon (Lagoa Azul) é uma das atrações mais visitadas da Islândia. É muito popular devido às propriedades curativas das suas águas ricas em silício, mas também pela sua cor azul leitosa, provocada pela presença de diversos tipos de algas. São 6 milhões de litros de água do mar com temperatura entre 37°C e 39°C, rica em sílica e em outros compostos minerais, que alguns acreditam possuírem efeitos medicinais e anti-idade.
 
Considerada uma das 25 Maravilhas do Mundo pela National Geographic e localizada em uma península declarada Geoparque Global da Unesco, as águas da lagoa chegam à superfície por meio de reservatórios vulcânicos de escoamento geotérmico. Turistas e moradores se reúnem para tomar banho nesse spa natural de águas geotermais. Além da fumaça exalada pela água, quem visita o balneário pode enxergar, ao fundo, a fumaça que sai das chaminés das usinas geotérmicas da região, produzindo energia limpa e renovável.
 
A lagoa é visitável em qualquer época do ano e suas águas não são profundas. Para entrar é preciso comprar ingresso, que custa 33 euros de janeiro a maio e 40 euros de junho a agosto. Também é possível pagar um valor extra por massagens e tratamentos à base de algas. Se você quiser aproveitar essa experiência de relaxamento nas termas, o melhor horário para ir é ás primeiras horas da manhã ou às últimas horas da tarde. 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »